Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

Decidir em casa: essa é a batalha[...]

Previsão do tempo

Fenahort escolhe suas soberanas em Urubici

  • 14-02-2017
  • Ocorreu durante a Primeira Feijoada do Grupo Galopaço, na sede do CTG Campestre Catarinense, a escolha da Rainha e das Princesas da XIII Festa Nacional das Hortaliças. Após três etapas de classificação, sete candidatas foram selecionadas para a final. Cada candidata, além de desfilar, fez um pronunciamento em forma de convite para a Fenahort.

    Os sete jurados compostos por representantes de entidades de Urubici, tendo como Presidente a apresentadora Beatriz Mello do programa Oh de Casa, onde  escolheram como Segunda Princesa, Sheila Gabriel, a primeira Princesa, Bárbara de Souza Kayser e a Rainha é a Anna Paula Nunes.

    O Presidente da CCO da Fenarhort, Marcus Zilli, fez um pronunciamento onde relatou surpresa na grande quantidade de candidatas e reiterou o compromisso da CCO em realizar uma grande festa para o povo de Urubici. Também discursaram o prefeito Antonio Zilli e o vice-prefeito Elvio Fermiano. A XIII Festa Nacional das Hortaliças irá ocorrer entre os dias 23 e 26 de março.

  • Comentários
  • Missão técnica da Bahia quer implantar modelo de agroindústrias do Cisama

  • 14-02-2017
  • Uma missão técnica de 15 pessoas lideradas pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – ACAR, vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional da Bahia veio à Lages sexta-feira (10) conhecer o programa de fomento à agroindústria familiar desenvolvido pelo Consórcio Serra Catarinense – Cisama. O modelo deverá ser replicado nos 27 escritórios de serviço territorial de apoio à agricultura familiar com abrangência naquele estado.

    Entre os integrantes da comitiva, pesquisadores da Universidade Estadual de Feira de Santana, técnicos de serviço de inspeção animal e vegetal, economista e engenheiros ligados aos projetos de agroindústria. “Nossa missão é saber como o Cisama fez esse arranjo com os municípios, pois pretendemos aplicar esta metodologia nos territórios da Bahia”, disse Fernando Cabral coordenador geral do projeto da CAR.

    Segundo ele, a meta na Bahia é implantar nos próximos três anos 600 agroindústrias familiares em parceria com as prefeituras, mas não estavam encontrando um meio legal de se viabilizar este processo. Através da Amures com a criação do Cisama, diversas agroindústrias familiares tem recebido consultoria e acompanhamento na Serra Catarinense.

    Os visitantes foram recepcionados no auditório da Amures, onde receberam uma série de informações do diretor executivo do Cisama, Selênio Sartori. Depois foram à campo conhecer primeiro, a planta de pescados da Belo Peixe, em Lages. Em seguida foram à Capão Alto na Associação dos Produtores de Mel – Apromel.

    Em Anita Garibaldi conheceram a fábrica de Embutidos Meneagazzo e em São José do Cerrito, o abatedouro de frango caipira Carú, além da queijaria Dona Hilda. À campo os visitantes foram acompanhados pela médica veterinária coordenadora do Programa de Atenção a Sanidade de Produtos Agropecuários do Cisama, Andressa Sfeffen Barbosa.


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • Quem gosta de exercício, diversão e boa música tem aonde ir

  • 14-02-2017
  • Praticar exercício físico sempre fez bem para o corpo e para alma. Por conta disso, o Lages Garden Shopping tem programado para todas as quartas o Rodinhas no Garden. Um evento para aqueles que gostam ou querem aprender andar sobre as rodas, seja dos patins, triciclo, skate, patinete, bicicleta, motoca e qualquer outra atividade que se utilize de rodinhas. Os encontros ocorrem das 20h às 22h, no estacionamento do empreendimento. 

    Na quinta-feira (16) tem mais banda lageana no Palco Aberto Garden. A partir das 20h, quem se apresenta no  Espaço Garden, ao Lado do Garden Café, são as bandas Povo da Montanha, 355 e Tupi Guarujá. O projeto incentiva a música autoral e abre espaços para os talentos da terra. 

    Quem passa pelo Palco Aberto Garden tem sua apresentação gravada e divulgada no canal you tube. Para conhecer os artistas lageanos basta acessar o link: https://www.youtube.com/channel/UCTaZiqiHh_lRe7SL6hBclIg

    Ambos os eventos são gratuitos e abertos à participação de todos.

     

     

    Sobre as bandas

    Povo da Montanha

    Basicamente folk rock com letras para falar sobre experiências e coisas que se lê e se aprende. O povo da montanha é feito de Deus, amor, brigas e dor. Um show para quem gosta de Neil Young, Bob Dylan, Wilco, Fleet Foxes, porém, apenas com composições próprias. No fundo, o Povo da Montanha quer passar sua ideia e que isso seja musical. 

    355

    Perdidos na loucura de um mundo distraído, os garotos da 355 escracham o âmago do ser humano. Das invejas aos carinhos, da fofura ao terror, o humor e mau humor, temperados com o rock mais simples, mas sem deixar de colocar um pé no bluegrass, outro no jazz, um terceiro pé na psicodelia e um pé livre para colocar onde quiser. 

    Tupi Guarujá

    Surgida no bairro do shopping com ideias alternativas, sustentáveis e brasileiras, a Tupi Guarujá não busca se fixar em apenas um tipo de som, mas faz música que coloca o rock e a brasilidade lado a lado. Influenciados por Di Melo, Tim Maia, Jovem Guarda, pelo Tropicalismo e outras tantas lendas tupiniquins, a banda joga na cara o que quer fazer: rock dos bons. 

     

    Texto: Catarinas Comunicação 

  • Comentários
  • Prefeitos vão à Casan em busca de recursos para saneamento básico

  • 14-02-2017
  • Um grupo de prefeitos da Amures esteve reunido na tarde desta segunda-feira (14), em Florianópolis com o presidente da Casan Walter Galina. Retomaram as conversações para continuar com a implantação dos planos de saneamento básico. Desde o ano passado, o assunto estava fora da pauta devido ao período eleitoral.

    Participaram da reunião os prefeitos de Painel Flávio Antônio Neto da Silva, Urupema Evandro Frigo, Palmeira Fernanda Córdova, Rio Rufino Thiago Costa e de Bom Retiro Vilmar Neckel, o “Alemão”, além da secretária executiva da Amures Iraci de Souza e o diretor executivo do Consórcio Serra Catarinense – Cisama, Selênio Sartori.

    A reunião foi agendada pela deputada federal Carmen Zanotto e contou com a presença do senador coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense Dalírio Beber. O que ficou encaminhado é que a Casan fazer o projeto de saneamento de Bocaina do Sul. Para os municípios de Palmeira, Anita Garibaldi, Correia Pinto e Painel, a estatal vai ajudar na contratação dos projetos de saneamento via Cisama ou em convênio direto com os municípios.

    Sobre as contrapartidas dessas obras, a Casan não se comprometeu com repasse de recursos, pois dependerá de análise de viabilidade e por recomendação do senador Dalírio Beber, esse recurso poderá ser capitado na próxima etapa do Fundam, que será reeditado pelo governo do Estado.

    Sobre Otacílio Costa e São Joaquim a Casan já está executando as obras de saneamento básico e no caso de Urupema que possui estação de tratamento pronta, o prefeito Evandro Frigo terá de encontrar uma outra fonte de recursos para continuar com as obras.

    Por orientação da deputada Carmen Zanotto foi definido o prazo até 15 de abril para que os municípios possam celebrar os convênios com a Casan e dar continuidade aos projetos de saneamento.


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • Empresa inglesa conhece plataforma desenvolvida no Mestrado em Engenharia Florestal da Udesc Lages

  • 14-02-2017
  • Uma plataforma de madeira capaz de sustentar prédios, desenvolvida pelos estudantes do Mestrado em Engenharia Florestal do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, despertou o interesse da empresa inglesa Fibre7.

    No último sábado, 11, a universidade recebeu a visita do gerente de compras de madeira, Phil Lowndes. Os estudantes apresentaram a ele a plataforma de madeira laminada colada cruzada. Do inglês Cross Laminated Timber (CLT), o painel é um dos mais recentes e modernos sistemas de engenharia e arquitetura, permitindo que a construção em madeira alcance patamares parecidos com o do concreto.

    Especializada em madeira para construção civil, a Fibre7 possui escritórios na Inglaterra e indústria na Nova Zelândia e deverá firmar uma parceria com a Udesc Lages. Uma nova visita está prevista para julho, quando o convênio deverá ser concretizado.

    Para o professor Rodrigo Terezo, que propôs aos estudantes a criação do painel, na disciplina de Estruturas de Madeira, o interesse da empresa inglesa comprova o valor das pesquisas desenvolvidas na universidade. "Nossas pesquisas estão compatíveis com o que o mercado de produtos de madeira está utilizando".

    Terezo explica que o CLT oferece a combinação de sustentabilidade, integridade estrutural, baixo custo e desempenho ambiental. "Os produtos trabalhados aqui na universidade são desenvolvidos internacionalmente e possuem grande uso na Europa e nos Estados Unidos. No exterior, a madeira é muito cara. Seria preferível comprar a madeira aqui, produzir o CLT e exportar para esses países".

    Assessoria de Comunicação da Udesc Lages

  • Comentários
  • 60 dias é o prazo que o DNIT tem para iniciar a retirada das árvores da BR 282

  • 14-02-2017
  •    O juiz federal Anderson Barg, da 1ª Vara Federal de Lages/SC expediu ordem liminar antecipatória ao Superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Santa Catarina para que inicie em 60 dias a retirada das árvores exóticas que estejam situadas na faixa de domínio da Rodovia BR-282 no trecho que passa pelos municípios de Bom Retiro, Bocaina do Sul, Lages e São José do Cerrito e que estejam a por em risco a segurança do tráfego.

       A decisão foi tomada em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF). O procurador da República em Lages, Nazareno Jorgealém Wolff optou por judicializar a questão tendo em vista a demora excessiva do DNIT em resolver o problema, porque as árvores exóticas estão causando danos patrimoniais e oferecendo riscos à integridade física e à vida e patrimônio dos usuários da rodovia, que inclusive estão demandando a União para a reparação de acidentes, o que causa também lesão ao erário.

    A Justiça Federal acolheu a tese do MPF de que é descabida a justificativa do DNIT para a demora nas providências, que estaria ocorrendo porque necessita autorização de órgãos ambientais, tendo em vista que se tratam de árvores exóticas e não existe autorização ambiental para esse tipo de vegetação. Caso descumpra a ordem, a partir do 2º dia do prazo o Superintendente do DNIT pagará multa diária de R$ 100,00, além de estar sujeito a sanções criminais.

  • Comentários
  • Morre o ex-ponta esquerda Paulo Henrique, ídolo do Inter de Lages nos anos 90

  • 14-02-2017
  • Morreu no Rio de Janeiro nesta segunda-feira, aos 52 anos, o ex-ponta esquerda colorado Paulo Henrique. Ele havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico no último sábado, e nesta segunda não resistiu.

    Paulo Henrique foi um dos principais nomes do Internacional de Lages em 1991 e 1992, temporadas em que o clube fez boas campanhas no estadual após retornar da segunda divisão. Em 1992, o clube foi ainda vice-campeão da Copa Santa Catarina.

    Naquelas temporadas, o ex-ponta esquerda formou um trio ofensivo que marcou época no Colorado Lageano, ao lado de Zé Melo e Jones. Depois de encerrar a carreira como jogador, Paulo Henrique passou a atuar como treinador, com trabalhos de destaque nas categorias de base. Em 2011, ele foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior comandando o Flamengo.

    Paulo Henrique Souza de Oliveira Filho herdou o gosto pela bola do pai, o ex-lateral esquerdo Paulo Henrique. O patriarca defendeu o Flamengo entre as décadas de 60 e 70 e foi titular da seleção brasileira na Copa de 1966. Em 1992, pai (como treinador) e filho trabalharam juntos no Inter de Lages.

    A última passagem de Paulo Henrique Filho por Lages ocorreu em 2013. Naquele ano, ele entrou em campo com a camisa do Flamengo, clube em que começou a carreira, para disputar uma partida festiva entre os masters do clube carioca e do Colorado Lageano. Na ocasião, ele gravou seus pés em uma placa de concreto, peça que o Inter pretende exibir em um museu próprio. A peça está guardada para quando o projeto do museu começar a sair do papel.

  • Comentários
  • Primeira reunião da Comissão de Legislação, Justiça e Redação define relatores dos projetos

  • 14-02-2017
  • Na tarde de segunda-feira (13), aconteceu na Sala das Comissões a primeira reunião da Comissão de Legislação, Justiça e Redação, na qual se definiu os relatores dos projetos de lei que deverão ir à votação em plenário. 

    Durante a reunião, foi realizado o sorteio dos relatores e definidos os próximos encontros que acontecerão todas as segundas-feiras, às 17 horas, na Sala das Comissões. Cada vereador recebeu dois projetos de lei que deverão ser analisados e terão um prazo de cinco dias úteis, prorrogáveis por igual período, para apresentarem seu parecer. Esse prazo está previsto no Artigo 53 do Regimento Interno da Câmara. 

    Compõem a comissão, o presidente Gerson dos Santos (PSD), o secretário Lucas Neves (PP) e os vereadores João Chagas (PSC), Maurício Batalha (PPS) e Thiago Oliveira (PMDB).

    Assessoria de Imprensa/Câmara de Vereadores de Lages

  • Comentários