Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

Histórico: invicto, futsal[...]

Boletim previsão do tempo para[...]

Sesi oficializa parceria com atleta Alana Maldonado

  • 17-01-2017
  • O diretor regional do Sesi, Daniel Tenconi recebeu nesta segunda-feira (16) a visita de Alana Maldonado, eleita a melhor atleta de Judô das Paraolimpíadas de 2016. Na ocasião foi oficializada a parceria com a Regional da Fiesc, através do Sesi, que estará apoiando a atleta. Alana estava em Caçador visitando familiares. Em fevereiro, ela embarca para o Japão onde fará aclimatação e começará os preparativos para as Paraolimpíadas de Tóquio.

    Daniel Tenconi informa que Alana realizará palestras para alunos de Caçador e região, fortalecendo as ações do Movimento Santa Catarina pela Educação da Fiesc. “Nossa intenção é que ela converse com alunos da Escola Parceira, que conte um pouco da sua história, marcada por muitas vitórias e muitos desafios. Nos próximos meses pretendemos montar o planejamento das ações já com a contribuição da atleta Alana”, destaca.

    O vice-presidente regional da Fiesc Gilberto Seleme ressalta que está muito contente com a parceria. Sua trajetória, marcada por muito esforço e dedicação ao esporte, será compartilhada com crianças e adolescentes. “A Fiesc tem um trabalho forte, através do Sesi em Saúde e Inclusão, então a Alana é um grande exemplo a ser seguido. Com isso estamos fazendo a nossa parte social e ela estará compartilhando sua experiência. Uma pessoa determinada alcança seus objetivos. Desejo para a Alana muito sucesso. Tenho certeza que sua história ajudará a transformar a vida de nossas crianças aqui também”, comenta.

    Alana começou a praticar judô quando tinha apenas quatro anos. Aos 14, descobriu sofrer da doença de Stargardt, que causa perda progressiva de visão. Em 2014, começou seu caminho no judô paraolímpico. Nos Jogos do Rio, fez sua estreia em Paraolimpíadas com a medalha de prata.

    Através da Associação Mariliense de Esportes Inclusivos (AMEI), ficou sabendo da existência do judô paraolímpico e retornou aos treinamentos da modalidade com 19 anos.

    Em dezembro de 2014, Alana participou da sua primeira competição no judô paraolímpico e logo na estreia conquistou a medalha de ouro, passando a ser tratada como uma das grandes promessas do país.

     

    Principais conquistas

    Dezembro de 2014, primeira competição no judô paraolímpico: Medalha de Ouro;

    Em 2015 foi convocada para a Seleção Brasileira Paraolímpica de Judô;

    Em Janeiro de 2015 no Campeonato Brasileiro 2015: Medalha de ouro;

    Mundial da Coréia do Sul 2015: Medalha de Bronze;

    Jogos Parapan-Americanos em Toronto (Canadá): Medalha de Prata;

    Em 2016, venceu competições internacionais em preparação as Paraolimpíadas RIO 2016: Grand Prix Internacional de Judô – Grã Bretanha, Grand Prix Internacional de Judô – Alemanha e Grand Prix Internacional de Judô – Brasil

    Paraolimpíadas Rio 2016: Medalha de Prata.

     

    Angela Cardoso

  • Comentários
  • Amures presente na posse de Pavan e Caropreso em Florianópolis

  • 17-01-2017
  • O presidente da Amures prefeito de Rio Rufino Thiago Costa acompanhou na manhã desta terça-feira (17) no teatro Pedro Ivo em Florianópolis, a posse do novo Secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esporte Leonel Pavan, em substituição à Filipe Mello.

    Também foi conduzido na mesma solenidade pelo governador Raimundo Colombo ao cargo de Secretaria de Estado da Saúde Vicente Caropreso, em substituição à João Paulo Kleinübing. A solenidade atraiu lideranças de todas as regiões do Estado, pois os dois novos secretários ocupavam até esta data, cadeira na Assembleia Legislativa.

    A comitiva da Serra Catarinense foi representada, ainda, pela secretária executiva da Amures Iraci de Souza, a assessora de Turismo da Amures Ana Vieira, Secretário de Turismo de Rio Rufino Paulo Nunes, Secretária de Turismo de Bom Jardim da Serra Sandra Vieira Padilha e Rilton Oliveira chefe de gabinete de Bom Jardim da Serra.

    A tarde a comitiva da Amures terá reunião com o Secretário de Estado do Planejamento Murilo Flores em que estará também, a deputada federal Carmen Zanotto. Na pauta assuntos relacionados ao turismo na Serra Catarinense e a liberação de recursos para ações de fomento do setor.


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • Experimento em Campo Belo do Sul elimina os danos causados pelo javali em pequenas propriedades

  • 17-01-2017
  • Os estudos e experiências feitas na Serra Catarinense para controlar a população do javali e os danos causados pelo animal vêm trazendo resultados bastante positivos. Um deles trata do experimento feito em uma propriedade em Campo Belo do Sul. Por lá, os pequenos produtores rurais vizinhos da área em estudo não tiveram danos ocasionados pelo bicho em suas lavouras na safra 2016/2017.
     
    Entre os anos de 2014 e 2015 foi o pico dos prejuízos. Os agricultores chegaram a perder 512 hectares plantados de milho e soja. Os relatos dos mesmos agricultores prejudicados nessa época, e que são vizinhos da área em experimento, dão conta de que nada foi afetado pelo javali nos últimos 75 dias.
     
    Durante pouco mais de dois meses, no local foram distribuídas 15 armadilhas e abatidos 52 animais por pessoas autorizadas e contratadas pelo proprietário. Em parceria com a Cidasc, houve 42 coletas de sangue para analisar se os javalis são portadores de doenças como febre aftosa ou peste suína clássica.
     
    O comandante da Polícia Militar Ambiental, major Adair Pimentel, reforça que a experiência pode ser feita em outras áreas. “Aqueles que quiserem fazer o controle populacional do javali em suas propriedades podem nos procurar para traçamos estratégias similares”.
     
    Para solicitar o auxilio basta entrar em contato pelo email pmalageslabgeoaux@pm.sc.gov.br ou pelo telefone 3222 7131 entre 12h e 19h.
     
     
    Controle do Javali é prioridade na Serra
     
    O projeto de sanar os problemas e controlar a população do Javali é prioridade da Polícia Ambiental. As atividades se dividem em várias vertentes, como o trabalho junto com os controladores, a colocação de armadilhas, a criação de um aplicativo e as atividades de educação ambiental.
     
    Os resultados podem ser percebidos em números. Só em 2016 foram expedidas 607 autorizações para o abate do animal. Mais do que o dobro de pedidos feitos entre os anos de 2010 e 2015. Para fazer a solicitação é preciso ter o consentimento por escrito do dono do terreno e uma cópia da escritura autenticada em cartório. Depois do preenchimento e entrega do documento, a polícia ambiental expede a autorização em até sete dias.
     
    Todos os avanços na Serra Catarinense foram conquistados graças aos esforços da Polícia Militar Ambiental de Lages, iniciativa privada, clubes de tiros, Cidasc, prefeituras locais, Ministério Público, Embrapa, Sumatra e tantos outros envolvidos na causa. “Temos que agradecer a cada um desses parceiros. Se somos referência no controle do javali é por conta da dedicação de todos”, destaca Pimentel.
     
    Ainda neste mês serão finalizados os ajustes do aplicativo para celular e tablete. O teste deve ocorrer em fevereiro em quatro estados brasileiros. Uma pesquisa para avaliar a eficiência das armadilhas também deve iniciar em breve.

     

     

    Texto: Catarinas Comunicação

    Fotos: Polícia Militar Ambiental de Lages 

  • Comentários
  • Julio Ronconi toma posse como presidente da Amunesc

  • 17-01-2017
  • A Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), realizou na manhã desta segunda-feira, dia 16, a solenidade de posse da nova diretoria da entidade. O prefeito de Rio Negrinho, Julio Ronconi, foi empossado presidente para a gestão 2017, tendo como 1º vice-presidente Rubens Blaszkowski, prefeito de Campo Alegre. Ademar Henrique Borges, prefeito de Balneário Barra do Sul e Rodrigo David, prefeito de Garuva, serão o 3º e 4º vice-presidente respectivamente.

    Durante a solenidade, o prefeito de Itapoá Sérgio Ferreira de Aguiar deixou o cargo, e ressaltou a importância da associação para os municípios. “Foi gratificante estar à frente da Amunesc. Os municípios dependem muito da associação, e somente com a união muitas conquistas são possíveis”, frisou ele, que parabenizou Julio pela posse e por ter aceitado o desafio.

    A presidente da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) e prefeita de São Cristóvão do Sul, Sisi  Blind,igualmente ressaltou a importância da união dos municípios. “Os municípios passam por dificuldades e apenas unidos é que os prefeitos têm forças para serem ouvidos. Tomar frente de uma entidade como a Amunesc é um grande desafio, e como presidentes temos a missão de defender os direitos dos municípios”, ressaltou Sissi.

    O presidente do Deinfra, Wanderley Agostini, disse que fez questão de participar do ato. “Vemos o entusiasmo no brilho dos olhos do Julio, que aceitou estar à frente de Rio Negrinho e da Amunesc, e podem ter certeza que terão uma grande parceria com o Governo do Estado”, disse ele. Já Murilo Flores, secretário de Estado de Planejamento, igualmente citou a parceria do Governo do Estado. “E uma das nossas principais bandeiras com os municípios da Amunesc é a duplicação da BR 280. Isso precisa avançar. Temos ainda várias outras pautas para o desenvolvimento da região”, anunciou Murilo.

    Presidente da Câmara de Vereadores de Rio Negrinho, Ronei Lovemberger ressaltou em seu pronunciamento a capacidade de Julio. “E com certeza fará um bom trabalho também frente à Amunesc”, sintetizou. Na mesma linha seguiu o secretário da ADR de Mafra Abel Schroeder e o deputado estadual Antonio Aguiar.

     

    Representatividade

    Para o novo presidente da Amunesc, a entidade tem grande importância para os municípios associados. “Temos um grande trabalho a ser feito em prol dos municípios. E a união é de fundamental importância, para que os projetos sejam feitos pensando na região, e não de forma individualizada”, observou Julio Ronconi. Conforme ele, com a entidade os municípios terão voz ativa junto aos governos Estadual e Federal. “É aqui nos municípios que resolvemos os problemas, e vamos fazer com que os municípios da Amunesc tenham vez e voz”, destacou. 

     

    Fabiano Kutach

  • Comentários
  • Receita disponibiliza atualização do CPF pela intenet a partir desta

  • 16-01-2017
  • A atualização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) pode ser feita pela internet a partir desta segunda-feira, 16 de janeiro. Até então, o contribuinte que desejava alterar o cadastro precisava ir a uma unidade dos Correios, da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil e pagar R$ 7 de tarifa de serviço. O novo serviço será gratuito.
     
    A Receita Federal do Brasil (RFB) vai disponibilizar no site do órgão um formulário eletrônico que permite a alteração instantânea de dados como nome, endereço, telefone e título de eleitor. O serviço poderá ser feito 24 horas por dia, tanto por brasileiros como por estrangeiros residentes no Brasil, independentemente da idade.
     
    Além disso, a Receita também vai lançar novos modelos de comprovante de inscrição e de situação cadastral no CPF. A mudança principal está relacionada à forma de autenticação, que será feita por meio de QR Code, tipo de código usado em dispositivos móveis. Hoje, o serviço é pouco usado porque a autenticação exige que os dados do documento sejam informados na íntegra. Com a mudança, os dados serão validados em tempo real com as informações da base de dados da Receita Federal.
     
    Agência CNM, com informações da Agência Brasil

  • Comentários
  • Rodeio de Santa Isabel supera as expectativas, diz organizadores

  • 16-01-2017
  •  Depois de quatro dias de festa, terminou, neste domingo (15), a 50ª edição do Rodeio de Santa Isabel, no Parque Nenzo Sá, 
    interior de São Joaquim, na Serra Catarinense, do CTG Mangueira Velha. De acordo com os organizadores, o evento superou as expectativas. O tempo bom e ensolarado contribuiu para o sucesso da festa.
     
    Considerado um dos principais eventos tradicionalistas de Santa Catarina, o rodeio contou com uma vasta lista de atrações musicais, campeiras e culturais. Um dos destaques foi o tradicional carreteiro com churrasco de ovelha, servido de graça para os visitantes no primeiro dia do evento. 
    Uma ampla estrutura foi montada no parque para atender aos visitantes.
     
    Na parte campeira, o torneio de laço atraiu equipes de várias cidades catarinenses e a até de outros estados. Em meio à poeira da cancha, competidores de todas as idades mostraram habilidade em cima do cavalo e no manuseio do laço. As disputas envolveram laçadores de várias categorias, com premiação aos vencedores. 
     
    Um espaço para reunir família e amigos
     
    O patrão do CTG Mangueira Velha, Alfeu Souza de Sá disse estar satisfeito com o resultado do evento. "O tempo bom, o que dificilmente acontece durante o Rodeio de Santa Isabel, ajudou bastante. O público, já no primeiro dia, surpreendeu. Ficamos muito satisfeitos e queremos agradecer a todos que participaram da festa", declarou. Ele destacou que o rodeio representa um dos símbolos do tradicionalismo da região, e ajuda a resgatar os valores regionais. Questionado sobre o segredo da longevidade do evento, que já chegou a sua 50ª edição, mencionou o papel da família no processo "Nosso principal objetivo é ter um Rodeio que reúna famílias e amigos". 
     
    Nove dias a cavalo
     
    O Rodeio de Santa Isabel recebeu cavalgadas de vários municípios do Estado. De Palhoça, no Litoral catarinense, por exemplo, veio uma equipe de 22 tropeiros do CTG Porteira da Encruzilhada Palhocense, entre membros da mesma família e amigos. Na tropeada, os cavaleiros encararam sol e chuva. A viagem durou nove dias. Galpões, por exemplo, foram pontos usados para pernoite. Dentre os tropeiros estava o aposentado Eduardo Alfredo Schütz, o Didi, de 81 anos. Ele contou que vem ao Rodeio há 34 anos. Este ano, porém, não pode participar da tropeada por causa de problemas de saúde, montou no cavalo apenas no início e no fim da tropeada. "A viagem é cansativa, mas traz alegria". 
     
    Infos e foto: Adecir Morais - Correio Lageano

  • Comentários
  • Autores de chacina em Otacílio Costa são condenados a 550 anos de prisão

  • 16-01-2017
  • O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve a condenação de Ademir de Liz e Luiz Carlos da Silva a penas que somam 550 anos de prisão pela autoria de quatro latrocínios realizados em janeiro de 2016 no Município de Otacílio Costa. Presos preventivamente desde a época dos crimes, eles não terão direito de recorrer em liberdade.

    A denúncia apresentada pela Promotoria de Justiça da Comarca de Otacílio Costa à Justiça relata que, em 17 de janeiro de 2016, Ademir e Luiz saíram de casa dizendo que iam pescar. No entanto, dirigiram-se à casa de Sebastião Pereira e Laurita Muniz da Costa, ela tia de Ademir e da esposa de Luiz, com o intuito de roubar valores provenientes de uma suposta venda de cabeças de gado do casal.

    Na casa, em busca do dinheiro, eles torturam e mataram o casal - ele com 57 anos e ela com 63 anos e com a saúde frágil - perfurando as vítimas com uma faca e um facão. Logo depois de matá-las, foram surpreendidos pela chegada dos visitantes Estuarte Ronaldo Schneider e Selma Luzia Taruhn Schneider, acompanhados da filha Evelyn, de apenas oito anos de idade.

    Estuarte entrou sozinho na casa e foi imediatamente agredido com facadas pelos réus, a fim de encobrirem os crimes anteriores. De fora, a esposa ouviu gritos de socorro e foi ao encontro do marido acompanhada da filha. A criança foi alcançada pelos réus e igualmente esfaqueada. Selma conseguiu correr e se esconder no mato, salvando assim a própria vida.

    Diante dos fatos e provas levantados pelo inquérito policial e denunciados pelo Ministério Público, o Juízo da Comarca de Otacílio Costas condenou os réus no dia 15 de dezembro de 2016 pelos quatro latrocínios - roubo seguido de morte - com os agravantes de terem sido praticados por motivo fútil, de forma dissimulada, sem possibilidade de defesa, por meio cruel, contra pessoa idosa e contra criança.

    A pena total aplicada a cada um dos réus foi de 268 anos e 10 meses de prisão para Ademir e de 281 anos e dois meses para Luiz, ambos em regime inicial fechado, mais o pagamento de 60 dias-multa. Os réus poderão recorrer da decisão, mas não poderão fazê-lo em liberdade, uma vez que já se encontram presos preventivamente para garantia da ordem pública. (Ação n. 0000045-38.2016.8.24.0086)

    Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social

  • Comentários
  • Sentença determina que Estado repare irregularidades na estrutura física de escola em Lages

  • 16-01-2017
  •  

    O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve decisão para que o governo estadual repare irregularidades na estrutura física da Escola de Educação Básica Vidal Ramos Júnior, apontadas no relatório da Vigilância Sanitária, em razão da segurança dos alunos e demais pessoas que trabalham no local.

    O relatório aponta infiltração nas salas de aula, falta de limpeza e organização no laboratório, portas e vidros quebrados, fiação e encanamento soltos, fissuras nos pilares e desplacamento de concreto.

    Outro parecer técnico, assinado por um engenheiro civil, indica fissuras, trincas, rachaduras, desplacamento em vários locais - deixando a armadura exposta e sujeita à oxidação e corrosão -além de fiação de energia elétrica exposta em vários pontos.

    Segundo a ação, a Vigilância Sanitária demanda que seja feita a recuperação dos elementos estruturais, correção das fissuras e repintura do prédio. O ginásio de esportes da Escola Vidal Ramos Júnior foi previamente interditado, conforme termo assinado pelo secretário-executivo de proteção e defesa civil.

    Pela necessidade de previsão orçamentária e licitatória, foi fixado um prazo de 60 dias para que o Estado cumpra as determinações e até 30 dias para que apresente cronograma das atividades que serão executadas.

    O descumprimento das exigências resultará em interdição da escola e transferência dos alunos para outras unidades escolares do Município, além de multa diária de R$200,00. (ACP n. 0900102-12.2015.8.24.0039).

     

    Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social

  • Comentários