Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

Estradas municipais estão[...]

Boletim previsão do tempo para[...]

Amures e Uveres trocam informações

  • 11-02-2019
  • O presidente da União das Câmaras de Vereadores da Região Serrana – Uveres, Giovani Antunes da Luz, membro do legislativo de Ponte Alta e o vereador Jair Silva de Oliveira, o “Guito”, de Urupema estiveram na Amures na tarde desta sexta-feira (08). A visita teve o propósito de estreitar ações entre as duas instituições.

    O secretário executivo da Amures Walter Manfroi recebeu informações sobre as metas da Uveres no âmbito regional em 2019 e repassou outras, sobre os propósitos da associação de municípios para o período. As instituições buscam alinhar propostas de interesse comum.

    Dono de larga experiência política, “Guito” que cumpre o oitavo mandato consecutivo de vereador e já chegou a assumir a prefeitura de Urupema como interino ano passado, defende que Amures e Uveres atuem juntas na busca de recursos e projetos regionais.


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • Abertas inscrições para participar do programa Bolsa Atleta

  • 11-02-2019
  • Jovens atletas que tenham  participado de no mínimo três competições esportivas em âmbito estadual, nacional ou internacional em 2018, podem fazer o pedido para participar do programa Bolsa Atleta, através da Fundação Municipal de Esportes (FME). 

    Para fazer a inscrição, o atleta deverá ter idade mínima de 14 anos para a obtenção da Bolsa-Atleta Estadual, Nacional, Internacional, Olímpico e Paraolímpico, e possuir idade mínima de 12 anos, para a obtenção da Bolsa Atleta Estudantil.

    O orçamento anual para o projeto, que irá contemplar desportistas jovens e adultos de Lages, será de R$ 180 mil. O prazo de concessão neste ano será de março a novembro, configurando nove parcelas. 

    Para o superintendente da FME, Nilson Cruz, esse projeto fortalece e incentiva os atletas de alto rendimento. “A bolsa ajuda na compra de materiais e auxilia nas despesas dos atletas, é uma contrapartida do município e uma forma de incentivar para que nossos atletas treinem e se aprimorem cada vez mais em suas modalidades”, argumenta.

    A documentação deverá ser entregue na Fundação Municipal de Esportes, localizada na Avenida Antônio Ribeiro dos Santos, 400, Bairro Várzea, em horário de atendimento ao público até a data limite de 15 de março de 2019.

    O edital e os formulários estão na parte de Editais do site da Prefeitura de Lages www.lages.sc.cog.br. Mais informações pelo telefone 3229-3030.

    Confira as categorias e valores:

    Bolsa atleta estudantil: R$ 80,00
    Bola atleta estadual: R$100,00
    Bola atleta nacional: R$ 300,00
    Bola atleta internacional: R$ 500,00
    Bolsa atleta olímpico e paralímpico: R$ 750,00 

    Texto e fotos: Rafael Araldi

  • Comentários
  • O papel dos veterinários no atendimento aos animais de rua

  • 11-02-2019
  • A Organização Mundial da Saúde estima que, só no Brasil, existem mais de 30 milhões de animais sem um lar, sendo 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães. De todos estes cachorros abandonados, 14 milhões acabam em abrigos, sendo que 90% nunca encontrarão um dono. Em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. Destes, 10% estão abandonados. Em cidades menores a situação não é muito diferente. Em muitos casos o número chega a 1/4 da população humana.

    Para minimizar o problema e ao mesmo tempo ajudar os animais abandonados, estão os “protetores”, ou seja, pessoas que não conseguem ficar indiferentes à situação, e que acabam, muitas vezes, recolhendo os animais e os levam às clínicas veterinárias. É exatamente nesta questão dos cuidados, é que entra o lado do profissional. Conforme explica a médica veterinária Márcia Verônica Thomazi Castelani, há quem considere ser de responsabilidade do veterinário o completo cuidado dos animais, em caso de necessidade de atendimento. De um ato positivo do protetor, a situação passa a ser negativa, pois, muitas vezes, ninguém absorve os altos custos. “Há os falsos protetores que ficam com o mérito, usam as redes sociais para obter vantagens, enquanto que o animal que recebe atendimento na clínica, simplesmente é deixado para a responsabilidade do veterinário”, lamenta Márcia.

    Ainda de acordo com a veterinária, ela não nega atendimento, desde que o protetor também assuma a responsabilidade com os custos, e volte a buscar o animal depois de curado. As dívidas com tratamentos atualmente são altas, pois, a Clínica gasta para manter os estoques de medicamentos e seus colaboradores. “” O médico veterinário não pode se transformar no único tutor do animal, a partir do simples pedido de um protetor. Pois, é preciso atender corretamente e não fazer de conta”, ressalta. Por outro lado, a médica veterinária lamenta que o poder público, de modo geral, ainda carece de políticas para resolver a situação dos animais abandonados. “Acaba sendo um problema cultural, enquanto que enganações de falsos protetores não são resolvidas e dificultam ainda mais o controle”, conclui.

  • Comentários
  • Lages reúne 172 pilotos de velocross na Refúgio do Lago

  • 11-02-2019
  • As provas de velocross, da Supercopa Alto Vale e Copa Limasc, na pista Refúgio do Lago, nos dias 9 e 10 de fevereiro reuniram 172 pilotos na disputa de 20 categorias. Pela Supercopa, pilotos da região do Alto Vale do Itajaí e pela Copa Limasc competidores da Serra Catarinense.

    Essas duas provas de velocross, de acordo com o presidente da Liga Catarinense de Motociclismo (Limasc), Mauro Cezar de Sousa, é uma porta de entrada para os pilotos competirem em provas de nível nacional (profissionais).

    Neste contexto, Lages se destaca por sediar na Refúgio do Lago estas importantes competições, depois de um período de cinco anos sem que elas Tivessem sido realizadas na Serra.

    Para o prefeito Antonio Ceron, que prestigiou o evento na tarde deste domingo, 10 de fevereiro, “todos os eventos esportivos, sejam de natureza pública ou privada, terão sempre cada vez mais o apoio da Prefeitura do Município de Lages. Vejam que o velocross reúne aqui nesta pista espetacular cerca de 40 pilotos de fora de Lages, gente que vem a Lages com seus familiares e amigos. Essas competições representam impulso à economia e importante opção de lazer aos amantes do esporte e à comunidade em geral”, destaca o prefeito Ceron.

    “Quero aqui, em nome da Lalá (Laís Nunes), piloto lageana campeã de velocross, parabenizar a todos os competidores e visitantes”, completa Ceron.

    Lalá, que junto do também lageano Ricardo Gargioni (campeão na categoria VX3), destacaram-se nas provas deste final de semana na Refúgio do Lago, começou a correr aos 6 anos de idade. Agora, aos 14 anos, Lalá, já conquistou o primeiro lugar na Copa Grande Floripa e da Copa Catarinense de Velocross. Na categoria VX3, neste domingo, ela foi a piloto vencedora da prova, tendo competido também na categoria Geral (6º lugar) e na Júnior Nacional (3º), além da categoria Cidades (até o momento do fechamento desta matéria ainda não havia sido divulgado o resultado).

    O Catarinense de Velocross terá 10 etapas, sendo que o próximo ocorrerá na cidade de Imbuia. A prova final ocorrerá no início do mês de dezembro, quando então serão conhecidos os pilotos vencedores.

    Para que as provas deste final de semana ocorressem na Refúgio do Lago, a Prefeitura de Lages deu todo o apoio possível, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, além da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente.

    O responsável pelo setor de eventos, do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Henrique Belling, anuncia para o dia 17 de fevereiro a Arrancada de Motos da Serra; nos dias 16 e 17 de março a Copa Lages de Automobilismo; no dia 7 de abril o Arrancadão de Carros. “Para a primeira semana da Festa Nacional do Pinhão, a Refúgio do Lago sediará também o Campeonato Catarinense Arrancada na Terra”, destaca Henrique Belling. 

    Texto: Iran Rosa de Moraes / Fotos: Marcelo Pakinha

  • Comentários
  • FESTA DA MAÇÃ- Licitação da terceirização aconteceu nesta sexta-feira

  • 11-02-2019
  • Na sexta-feira (08), aconteceu a segunda etapa da licitação para a terceirização da XXI Festa Nacional da Maçã. A primeira etapa teve início na quinta-feira (07/02) pela manhã, mas foi suspensa e retomada. Haviam duas empresas de grande porte concorrendo, ambas de fora do município e especializadas na prestação de organização e promoção de eventos.

    Os lances iniciais partiram de R$ 448 mil e R$ 367 mil e foram baixando até chegar no valor de R$ 320 mil reais. A empresa que deu este último lance, acabou desclassificada por conta do atestado de capacidade técnica não suprir as necessidades do evento. “A empresa foi desclassificada, pois o atestado nos confere segurança na capacidade produzir um evento de dimensão nacional”, declarou a Secretária de Turismo Municipal, Sara Corrêa.

    Sendo assim, a segunda empresa apresentou a documentação completa, conferida e validada pela Comissão de Licitação e pela Comissão Organizadora da Festa, tornando-se a vencedora da licitação, no valor de R$ 334.500,000. Porém, este resultado ainda não consiste no oficial, pois a empresa desclassificada entrou com a intenção de recurso e se encontra dentro do prazo para tal. Na próxima semana, será confirmada a possibilidade do pedido de recurso da empresa e após as apurações devidas será dado o resultado oficial. A XXI Festa Nacional da Maçã ocorrerá no período de 2 a 5 de maio de 2019 e contará com inúmeras atrações regionais. Os shows musicais nacionais, só serão divulgados após o resultado oficial da licitação!

  • Comentários
  • Entidade protetora de animais recebe doação de 300 quilos de ração em Lages

  • 11-02-2019
  • O Angeloni doou dia 8 de fevereiro 300 quilos de ração para a Alpa – Associação Lageana de Proteção aos Animais, formada por voluntários que dedicam parte de seu tempo a atividades que visam ao bem-estar e à proteção dos direitos dos animais.  A entrega foi feita para a presidente da entidade, Christiane Machado Ribeiro.

    A doação, que inclui produtos como ração para cães e gatos, faz parte do Programa Angeloni de doação de ração a ONGs que cuidam dos animais. Assim, produtos cujas embalagens são danificadas e ficam sem condições de venda, embora próprias para consumo, são periodicamente encaminhados para instituições previamente cadastradas.

    A iniciativa do Angeloni tem um objetivo social e ajuda as entidades que trabalham para auxiliar as pessoas que abrigam em suas residências cães de rua, ao mesmo tempo em que amplia esforços para buscar uma alternativa ou solução para o grande número de animais abandonados. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que pelo menos 30 milhões de animais são abandonados no Brasil, 60% deles cachorros.   

    Denise Christians/Texto Final Assessoria de Comunicação

  • Comentários
  • Projeto de Carmen Zanotto beneficia deficientes com transporte aéreo gratuito

  • 08-02-2019
  • A deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) apresentou, nesta semana, ao plenário da Câmara projeto que estende o passe livre às pessoas com deficiência carentes e seu acompanhante em transporte interestadual aéreo. Têm direito a solicitar a gratuidade portadores de deficiência física, mental, auditiva, visual, múltipla, com ostomia ou doença renal crônica, e cuja renda média da família seja de no máximo um salário mínimo por pessoa.

    A Lei 8.899/1994 já assegura o benefício para o transporte coletivo interestadual por ônibus, trem ou barco, mas a regulamentação do texto legal deixou de incluir a modalidade aérea.

    “Esta proposta busca corrigir uma omissão na regulamentação, que não incluiu no texto o passe livre no transporte aéreo. Com essas alterações legais, as pessoas com deficiência não serão impedidas de viajar de avião, quando isso significar a única opção. É preciso destacar as limitações de transporte, principalmente na Região Norte”, afirmou Carmen Zanotto.

    O projeto também dá acesso a ônibus leito ou semileito. Atualmente, o passe livre é emitido pelo governo federal e não vale para o transporte urbano ou intermunicipal dentro do mesmo estado.

    De acordo com o cadastro de Benefício de Prestação Continuada (BPC), mais de 200 mil brasileiros têm acesso ao passe livre, mas o potencial é atender a pelo menos 2,5 milhões de pessoas.

    Foto: Robson Gonçalves/ PPS

  • Comentários
  • Motoristas devem dobrar cautela no trânsito devido a mudanças durante inauguração de cooperativa na Caldas Júnior

  • 08-02-2019
  • Na noite desta sexta-feira (8 de fevereiro), no período entre 19h30min e 21h30min, haverá alterações no trânsito da avenida Caldas Júnior, na altura do número 335, bairro Santa Helena, quando será inaugurada a unidade da Cooperativa de Crédito Rural Solidário (Cresol). A princípio, será fechado o estacionamento lateral da via, em frente à Cooperativa, porém, poderá haver necessidade de o tráfego de veículos fluir em meia pista por certo intervalo de tempo. A Diretoria de Trânsito (Diretran) sinalizará o local e solicita que os condutores percorram o caminho com ainda maior prudência.

    Texto: Daniele Mendes de Melo/Arte: Arquivo

  • Comentários