Portal Expressiva

Blogs e sites Parceiros

Workshop mobiliza todos os[...]

Previsão do Tempo - Epagri/Ciram

Movimento na praça de alimentação aumenta com a Quarta Maluca Garden

  • 17-03-2016
  • O primeiro dia da promoção Quarta Maluca Garden atendeu as expectativas dos lojistas. Com o grande número de oportunidades de descontos na praça de alimentação houve um aumento no fluxo de visitantes no Lages Garden Shopping neste dia 16 de março. A ideia é continuar com a promoção até o dia 6 de abril.

    A secretária Luciane Machado soube da Quarta Maluca Garden pelas redes sociais, convidou o marido e sobrinhos e teve um fim de quarta-feira muito agradável. “Achei super legal essa promoção. Gosto de vir ao shopping, e com os pratos a preços reduzidos o passeio fica melhor ainda”, destaca afirmando que voltará em outras oportunidades.

    O proprietário da Pizza Patroni e Jin Jin, Luiz Henrique Sens, acredita que o incremento no número de consumidores em seus empreendimentos tenha atingido os 30%. “Essa marca ainda vai melhorar porque esta foi apenas a primeira quarta da promoção. Temos muitas opções e com preços atrativos. Queremos que o lageano que não conhece o shopping venha conhecer. E os que já conhecem, que retornem”.

    Além das diversas e deliciosas opções de alimentação, a Quarta Maluca Garden oferece entretenimento com show ao vivo durante a noite. Quem estrou no palco cultural foi o argentino Nino Zalazar com um repertório cheio de sucessos dos Beatles e do pop rock internacional.

    A promoção é válida para o dia todo. O coordenador de marketing, Luis Rodrigo Rossette, destaca que o estacionamento é gratuito até as 14h. “Buscamos oferecer o maior número de benefícios para atrair os visitantes”, reforça.  A bonificação na Art Play e a os ingressos com preços reduzidos na Cinemark completam a lista de atrativos da Quarta Maluca Garden.

     

    Fotos e texto? Catarinas

  • Comentários
  • Revitalização da SC-114 entre Lages e Painel prioriza a segurança e o meio ambiente

  • 17-03-2016
  • É inegável que toda obra, por menor que seja, gera transtornos. Daí a importância de garantir qualidade aos trabalhos e benefícios não apenas aos usuários, mas também à natureza. Na Serra Catarinense, uma grande obra custeada com dinheiro público se destaca por todas essas condições e, além disso, se enquadra no conceito de ecologicamente correta.

    Com investimentos de R$ 14,4 milhões do Governo do Estado, a revitalização da SC-114, no trecho de 24 quilômetros entre os municípios de Lages e Painel, foi iniciada no fim do ano passado. Os serviços são executados pela construtora Décio Pacheco, de União da Vitória (PR), e respeitam um criterioso sistema de preservação ao meio ambiente.

    Dois fatores principais caracterizam o aspecto ecológico da obra. O primeiro é a reciclagem. O engenheiro civil Márcio Coelho Denes explica que, geralmente, as obras rodoviárias no Brasil consistem na simples troca da camada asfáltica antiga por uma nova. Nestes casos, o material retirado é depositado em algum terreno até ter o destino final. Assim, permanece exposto por um longo tempo, contaminando o solo e o lençol freático com resíduos de petróleo.

    No caso da SC-114 entre Lages e Painel, o asfalto antigo é retirado e misturado com cimento (13 quilos por metro quadrado) e pó de brita (camada de cinco centímetros). O trabalho é executado por uma recicladora, máquina pouco comum no Brasil, e o resultado final, atestado por estudos em laboratório, é uma nova base com mais resistência e durabilidade.

    “É uma tecnologia nova no país, com menos de dez anos. Fazendo isso, reforçamos a nova rodovia e eliminamos o impacto ambiental, já que o asfalto antigo é reutilizado e não vai para a natureza”, explica o engenheiro Márcio Denes.

     

    Borracha reciclada melhora o asfalto e dá mais segurança aos usuários

     

    O segundo aspecto ambiental e de qualidade da obra é a utilização de borracha. A técnica, existente há pouco mais de uma década e exigida pelo Departamento Estadual de Infraestrutura de Transportes (Deinfra) na revitalização da SC-114, consiste em misturar fragmentos de pneus velhos ao asfalto, que vem pronto da Petrobras e é usinado em Lages.

    Por ser mais poroso, o produto final garante maior drenagem à rodovia e aderência aos pneus dos veículos, aumentando assim o conforto e a segurança dos usuários. Atualmente, segundo estimativas da Polícia Militar Rodoviária de Painel, o trecho em obras recebe cerca de três mil veículos por dia. Destes, 40% são caminhões carregados principalmente com maçã e madeira.

    “Temos todos os cuidados com essa obra, desde a drenagem lá no início para não fazermos nenhuma construção sólida sobre uma base mole, até a preocupação com a ecologia”, conclui o engenheiro Márcio Coelho Denes.

     

    Rodovia turística e de escoamento, SC-114 recebe obras em 130 quilômetros

     

    Uma das principais rodovias de Santa Catarina para o desenvolvimento do turismo e o escoamento da produção, especialmente a maçã, a SC-114 recebe neste momento investimentos de R$ 95,6 milhões do Governo do Estado ao longo de 130 quilômetros.

    Além dos 24 quilômetros entre Lages e Painel (R$ 14,4 milhões), estão em obras os 55 quilômetros de Painel a São Joaquim (R$ 55,7 milhões) e mais 51 quilômetros de São Joaquim à Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra (R$ 25,5 milhões).

    Destaque também, especialmente pela proximidade da temporada de inverno, para a pavimentação dos 20 quilômetros da SC-370 entre Urubici e a Serra do Corvo Branco, inaugurada em março de 2012 com investimentos de R$ 50 milhões; e a pavimentação dos 19 quilômetros da SC-112 entre Urupema e Rio Rufino, inaugurada em dezembro de 2012. Estas duas obras trouxeram um grande incremento ao turismo da Serra Catarinense.

    Todas as ações integram o Pacto por Santa Catarina, maior programa de investimentos em infraestrutura na história do Estado e criado pelo governador Raimundo Colombo. Ao todo, neste momento, existem em torno de 170 obras rodoviárias – 30% delas já concluídas - que somam mais de dois mil quilômetros em todas as regiões, o equivalente a um terço de toda a malha viária catarinense, com investimentos de R$ 4 bilhões. Só na região serrana são cerca de 500 quilômetros e recursos de aproximadamente R$ 600 milhões.

    “São investimentos muito importantes do Governo do Estado, pois beneficiam não apenas os moradores, mas também os produtores rurais e os turistas”, destaca o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Lages, João Alberto Duarte.

    Agência de Desenvolvimento Regional de Lages

    Gerência de Comunicação/Pablo Gomes 

  • Comentários
  • Habitação lança projeto inovador para construção de moradias em Lages

  • 17-03-2016
  •  

    A administração municipal de Lages lançará um projeto pioneiro para otimizar a construção de casas populares. A iniciativa consiste na fabricação de tijolos utilizandoresíduosdescartáveis como areia de vidro, materiais oriundos da produção de biomassa, garrafas PET, restos de madeira, lodo, metal e concreto moído.O lançamento oficialacontecerá nesta sexta-feira (18), às 15h30min, no barracão da Secretaria de Habitação, com a presença do prefeito Elizeu Mattos.

    O projeto foi desenvolvido pelo secretário de Habitação, Caetano Palma Neto, durante a graduação em engenharia civil na Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac). O produto final já é normatizado pelos órgãos nacionais que regulamentam a construção civil, tendo passado por todos os testes de avaliação e resistência.Os tijolos serão interligados por uma argamassa especial que não causa impacto ao meio ambiente.“Essa nova tecnologia reduzirá custos e incentivará a sustentabilidade, pois transformaremos materiais descartáveis em moradias seguras, minimizando os impactos ao meio ambiente”, ressalta Caetano.

    As primeiras seis casas serão construídas no bairro Cruz de Malta. Elas terão 42 metros quadrados e custarão aproximadamente R$ 6 mil. O prazo de conclusão é de 30 dias. Para se ter ideia da diferença de preço e tempo para construir, uma casa de madeira com as mesmas dimensões está avaliada em R$ 20 mil e demora cerca de dois meses para ficar pronta.

     

    Serviço

    O quê: lançamento de projeto pioneiro que fabricará tijolos com resíduos descartáveis

    Quando: sexta-feira (18), às 15h30min

    Onde: barracão da Secretaria de Habitação, na rua Graça Aranha, 362, Coral, próximo à padaria Santa Marta

  • Comentários
  • Semasa reforça rede de esgoto e implanta nova rede de água na Marechal Deodoro

  • 17-03-2016
  •  

    A Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa)executa obras de melhorias das redes de água e de esgoto na rua Marechal Deodoro, ao longo de um trecho de 500 metros que se estende desde a esquina do cruzamento com a rua São Joaquim até a rótula do cruzamento com a avenida Marechal Floriano Peixoto. Segundo o secretário Benjamim Schultz, estão sendo implantados 500 metros de rede de esgoto e mil metros de rede de água.

    O prazo para a conclusão é de 45 dias. “A prefeitura asfaltará esse trecho da Marechal Deodoro e, previamente, como obras básicas, a Semasa está fazendo a substituição da antiga rede de esgoto, de mais de 50 anos de uso, por uma rede nova com material de alta resistência”, comunica o secretário.

    A rede antiga com canos de amianto estava completamente desgastada e não atendia mais a demanda de esgotamento sanitário. Serão implantados agora tubos de PVC corrugado de 150 milímetros.“A nova rede segue a linha já existente, centralizada no leito da rua. E a nova de água se estenderá pelas margens da Marechal Deodoro, ou seja, pelos passeios públicos e para isso as valas estão sendo abertas nas áreas das calçadas”, explica o engenheiro Rafael Guedes, da empresa Águas do Planalto, contratada pela Semasa.

    Os trabalhos iniciaram nesta semana e serão executados trecho por trecho para que seja possível também ser iniciada a pavimentação asfáltica. “As obras que competem à Semasa serão divididas em quatro trechos: o primeiro deles se estende desde o ponto de cruzamento com a rua São Joaquim até a confluência com a rua Tiradentes; o segundo segue até o cruzamento com a rua Irmã Laurinda; o terceiro vai até a confluência com a rua Castro Alves; o quarto trecho se estende até a rótula”, enumera Rafael Guedes.

     

    Trânsito interrompido

    O secretário Benjamim Schultz pede a compreensão dos moradores da rua e também dos motoristas e pedestres quantoaos transtornos gerados enquanto ocorrem as obras. “É necessário que haja interrupção temporária do trânsito, além do que a abertura das valas necessariamente causam transtornos aos moradores, comerciantes e comunidade. Mas isso tudo irá resultar em benefício à população. Estamos executando obras essenciais à melhoria da qualidade de vida dos lageanos”, conclui.

  • Comentários
  • Fiesc desenvolve política de relacionamento e busca maior aproximação com a indústria

  • 17-03-2016
  • Criado e organizado pela Diretoria de Comunicação e Relacionamento com a Indústria (Comar) e pela Gerência de Relacionamento com o Mercado (Gerem), o Comitê Regional de Mercado faz parte da Política de Relacionamento com o Mercado da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) e está sendo instalado nas 16 vice-presidências regionais, seguindo política e diretrizes técnicas específicas.

    A vice-presidência Regional da Serra Catarinense foi a oitava a criar seu comitê. Na opinião do vice-presidente Israel Marcon esse é mais um passo dado rumo ao fortalecimento da Federação e das indústrias a ela ligadas.  "Com a formação do Comitê e a implantação da política de relacionamento com o mercado ficaremos mais próximos da indústria, inclusive, dando maior atenção para as micro e pequenas. Assim entenderemos suas dificuldades e anseios para melhor atender suas prioridades", explica.

    Fazem parte do grupo o diretor regional do Serviço Nacional da Indústria (Senai), Telmo Coelho, diretora regional Serrana do Serviço Social da Indústria (Sesi), Silvia De Pieri Oliveira, a coordenadora do Instituto Evaldo Lodi (IEL), Fabiola Gargioni, e coordenador regional de Mercado da Região Centro, Mauro Lazzarotto.

    Sob a responsabilidade dos membros do comitê estarão o gerenciamento de estratégias mercadológicas, a identificação das necessidades das indústrias, suas dificuldades e carências. A eles cabe, ainda, sugerir ações de melhorias baseadas nas características da região.

    "A ideia é garantir atuação integrada das entidades da Fiesc por meio de soluções de valor agregado para a competitividade da indústria", resume Laércio Grigollo, gerente de Relacionamento com o Mercado da Fiesc. Ele destaca que a função do comitê é conciliar o que as indústrias precisam com o que a federação oferece nas áreas de da saúde, educação, tecnologia, inovação e geração de emprego.

  • Comentários
  • Turismo promove recadastramento para sistema de Hospedagem Alternativa

  • 17-03-2016
  •  

    A Secretaria de Turismo promove, nesta sexta-feira (18), reunião com os responsáveis pelos estabelecimentos cadastrados no sistema de Hospedagem Alternativa do município e os interessados a entrar no ramo. O encontro acontecerá na secretaria, na avenida Papa João XXIII, 138, na subida para o bairro Petrópolis, a partir das 14h.Asecretaria estará cadastrando novos estabelecimentos para incluir no quadro que hoje é composto por 36 residências.

    O sistema de Hospedagem Alternativa é atualizado a cada ano com a proximidade da Festa Nacional do Pinhão, que acontece em 2016 de 20 a 29 de maio, no parque de exposições Conta Dinheiro, e que dá início à alta temporada para o turismo de inverno em toda Serra.Segundo a turismóloga Ana Vieira, o objetivo é dispor de um número maior de leitos aos turistas que vêm à região curtir o que há de melhor no inverno serrano.

    Ela diz que Lages conta hoje com 3.657 leitos em toda a rede hoteleira e que, se comparado ao aumento no número de visitantes nessa época do ano, essa quantidade se torna muito limitada. “Com o auxílio da hospedagem alternativa temos a oportunidade de oferecer incremento de renda aos interessados e garantir melhor estadia aos turistas”, destaca.

     

    Serviço

    O quê:reunião sobre o recadastramento para Hospedagem Alternativa

    Quando: sexta-feira (18), a partir das 14h

    Onde:Secretaria de Turismo, na avenida Papa João XXIII, 138, subida para o bairro Petrópolis

  • Comentários
  • Alunos da rede municipal recebem parques infantis novos

  • 17-03-2016
  • Mais de 200 crianças matriculadas no Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Tia Bira, no bairro Centenário, e no Ceim São Paulo, no bairro de mesmo nome, foram beneficiadas com a entrega de parques infantis novos. Foi pela parceria entre as Secretarias de Educação e de Meio Ambiente e Serviços Públicos. O prefeito Elizeu Mattos acompanhou a entrega nesta quarta-feira (16) epresenciou a alegria dos pequenos ao se depararem com o novo espaço de lazer.

    No Ceim Tia Bira os professores foram parceiros e cederamo local onde era o estacionamento privativo aos servidores da unidade escolar para que fosse instalado o parquinho. Toda a mão de obra foi da Secretaria de Meio Ambiente, através da Gerência de Parques e Praças, para a construção das unidades. Também foi construída uma área fechada de alvenaria para que as crianças possam brincar nos dias chuvosos ou de frio intenso. “É a primeira vez que a creche Tia Bira vai usufruir de um parque infantil.Estamosmuito felizes”, diz a gestora Heloisa Aparecida de Souza.

    Os alunos foram contemplados ainda com um miniparque instalado dentro das salas de aula para os momentos de atividades lúdicas intercaladas com as pedagógicas. “Tudo foi feito com madeira de reaproveitamento, dentro dos conceitos ecológicos. Ficamos felizes com a parceria, pois quem sai ganhando sãoas crianças, e ver a alegria delas não tem preço. Esta é uma filosofia do prefeito Elizeu Mattos, de que as secretarias precisam conversar entre si e somarem forças em prol da comunidade”, comenta o secretário de Meio Ambiente, Mushue Hampel.

    O Ceim São Paulo contava com um parquinho, mas em estado precário e agora foi revitalizado. Outro parque foi instalado em um terreno próximo para uso da comunidade e crianças maiores que não estão matriculadas no Ceim. A secretária de Educação, Marimilia Coelho, reitera que desde 2013, quando a gestão Elizeu Mattos assumiu, vários parques infantis foram reformados e outros, construídos. “Nosso compromisso é com as crianças que precisam ser atendidas da melhor forma possível. Hoje a educação infantil não é só o brincar, mas também o educar, e quanto mais equipamentos tivermos para oferecer uma educação de qualidade, melhor será”, finaliza.

  • Comentários
  • Sabores de Altitude oferece pratos exclusivos e com 50% de desconto

  • 17-03-2016
  • Para esta segunda edição do Festival de Gastronomia Sabores de Altitude sete restaurantes de São Joaquim e região criaram pratos exclusivos e estão sendo comercializados com 50% de desconto e que variam entre R$ 25 e R$ 35. O evento segue até o dia 24 de abril e é uma iniciativa do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC) e integra a programação da 3ª Vindima de Altitude. 

    O Festival Sabores de Altitude veio para fortalecer o potencial turístico da região e, especialmente, enaltecer a enogastronia da Serra Catarinense. O coordenador regional do Sebrae, Altenir Agostini,  destaca que o evento oferece pratos com apelo regional e isso o torna ainda mais atrativo. “Temos uma gastronomia fantástica e que por si só já é uma grande atração. Porém, temos a possibilidade de combinar os pratos com vinhos finos produzidos aqui e que são referencia nacional”.

    O Bistrô Bacco participa pela primeira vez do evento. A cheff Tamy Cardoso explica que a escolha do prato foi feita para unir características da culinária italiana com a gastronomia regional. “Nessa união pudemos agregar valor ao prato não perdendo a tipologia do restaurante”. Tamy é a idealizadora do Ravióli Dos Vinhedos que tem em sua preparação, além de outros produtos, o pinhão e o queijo serrano.

    Sobre os participantes

     

    Snow Valley Design Restaurant

    Prato: Bruschetta Italiana

    Descrição: Bruschettta de pão artesanal de pinhão com queijo serrano e frescal de contra filé refogado com tomate cereja e alecrim

    Preço: R$ 20,00

    Endereço: Rodovia SC 114, a 10km do Centro – São Joaquim – (49) 3233-3447

    Horário de atendimento: de segunda a quinta, das 9 às 19h; sextas e sábados, das 9 às 22h

    Menu festival: período integral

     

    Bistrô Bacco

    Prato: Ravióli Dos Vinhedos

    Descrição: Ravióli de pinhão com queijo serrano ao molho roquefort e mignon selado com crispy

    Preço: R$ 35,00

    Endereço: SC 114, Km 300 – Villa Francioni – São Joaquim – (49) 3233-8232

    Horário de atendimento: de quarta a domingo, das 12 às 14h30 e das 19 às 23h, com reserva

    Menu festival: disponível no almoço e jantar

     

    Divino Grão Restaurante e Café

    Prato: Divina truta com pinhão

    Descrição: Truta grelhada com espaguete ao molho bechamel com champignon e pinhão

    Preço: R$ 28,00

    Endereço: Rua Major Jacinto Goulart, 175 – sala 1 – Centro – São Joaquim – (49) 3233-1209

    Horário de atendimento: de segunda a sábado, das 10 às 22h; domingo, das 16 às 22h

    Menu festival: Disponível no almoço e jantar

     

    Ristorante Toscano

    Prato: Carpaccio de frescal

    Descrição: Porção de carpaccio de frescal com cestinha de pães

    Preço: R$ 30,00

    Endereço: Rua Agripa de Castro Farias, 326 – Centro – São Joaquim * nos dias 11, 12 e 13 de março atenderá no subsolo do Centro de Eventos, ao lado da Igreja Matriz de São Joaquim, junto à Vindima – (49) 9146-8255

    Horário de atendimento: de terça a sábado, das 19 às 24h

    Menu festival: disponível no jantar

     

    Restaurante Pequeno Bosque

    Prato: Frescal suíno de altitude

    Descrição: Frescal suíno grelhado com molho de mel com maçã, aromatizado com alecrim, guarnecido com purê de batata baroa

    Preço: R$ 30,00

    Endereço: Rua Major Jacinto Goulart, 212 – Centro – São Joaquim – (49) 3233-3318 / 8833-2022 / 9976-7061

    Horário de atendimento: de terça a domingo, das 11h45 às 14h e das 18 às 24h

    Menu festival: disponível no almoço e jantar

     

    Fondue e Restaurante Cristal de Gelo

    Prato: Ravióli de queijo colonial

    Descrição: Ravióli de queijo colonial com frescal de filé mignon ao molho de vinho tinto com pinhão

    Preço: R$ 30,00

    Endereço: Rua José Palma, 132 – Monte Carlo – São Joaquim – (49) 3233-0831 / 9922-5765

    Horário de atendimento: de quinta a domingo, das 19 às 22h30

    Menu festival: Disponível no jantar

     

    Café da Serra & Bistrot

    Prato: Carreteiro Canto das Águas

    Descrição: Arroz carreteiro ao vinho branco com chips de maçã e molho funghi

    Preço: R$ 25,00

    Endereço: Rodovia SC 390, Km 389 – Bom Jardim da Serra – (49) 9141-9947 / 9154-0049

    Horário de atendimento: diariamente, das 14 às 24h

    Menu festival: disponível no jantar, com reservas

     

    Texto: Catarinas Comunicação

  • Comentários