Portal Expressiva

EDIÇÃO DE DEZEMBRO NAS BANCAS


EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Economia

[voltar]

Prefeito assina Protocolo de Intenções junto a autoridades estaduais e empresa aceleradora de startups

Com a justificativa de contribuir para a evolução da escala do desenvolvimento das chamadas startups (empresas de Tecnologia da Inovação) incubadas no Parque Órion, foi assinado, na tarde desta segunda-feira (4 de dezembro), o Protocolo de Intenções em que a empresa Spin Exponential Business, o governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável, e a prefeitura de Lages, firmam parceria para que as empresas de Lages possam alçar voos mais prósperos em seus negócios a partir do impulso de uma especialista com amplo know-how.. A Spin Exponential Business, uma das primeiras aceleradoras do Brasil, é vocacionada na indústria, está sediada em Jaraguá do Sul e garimpa talentos de negócios em todo o país. O vice-prefeito, Juliano Polese, prestigiou o evento

O termo assinado busca ajudar as startups de Lages e região para que sejam eventualmente selecionadas aos ciclos de aceleração da Spin e estejam mais próximas das indústrias da região ou de outros polos, bem como de investidores. As propostas de inovação de oito empresas foram conhecidas em breves apresentações na tarde desta segunda, com enfoque em biotecnologia, mineração, indústria, silvicultura, logística, segurança do trabalho, agronegócio, segmento florestal e clouding. São as seguintes: Mais Soluções, Ilergic, Scienco Biotecnologia, Sul Florestas, Quiron, Softecsul Tecnologia, Platon Tecnologia em Nuvem e Melhore Consultoria. Este tipo de empresa (startup) busca, dentro das corporações, economia de recursos e geração de receitas, com modernização, dinamismo, eficiência e valorização de procedimentos e de capital humano a partir da automatização de baixo custo. Integrar informações em plataformas digitais com arrojo e novidade de mercado faz com que a Spin corra atrás de diferenciais para apoiar, com o intuito de inovação em departamentos, produtos e prestação de serviços.

O prefeito Antonio Ceron salienta a bagagem técnica e intelectual que move os jovens nas empresas. “A juventude com tanta ideia e criatividade. Desejamos que o Parque Órion seja um laboratório promissor e os que projetos incubados, prosperem pelo desenvolvimento de Lages, da Serra e de Santa Catarina.”

Já o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini, lembra as estatísticas em favor do Estado. “Lages é a 3ª cidade do Estado a ter programas inscritos no Sinapse da Inovação. Partimos de 30, 40 projetos, para 130. O governador Raimundo Colombo autorizou as tratativas e o projeto da Fapesc já está aprovado. Consiste em recursos de projeto de um ano para o Órion se manter aberto para fomentar novas ideias. A formalização se dará na posse da diretoria da Acil, nesta noite.”

No caso de selecionadas, as startups de Lages receberão suporte de aceleração durante o período de 12 semanas, com direito a reuniões de orientação, atuação de coaching e metodologia de aceleração, com noções das aplicações do Vale do Silício e Israel, grandes referências em Tecnologia da Inovação (T.I.). “Nós buscamos startups de todas as localidades do Brasil e este primeiro convênio com o Centro de Inovação, começando por Lages, busca justamente startups que possam ser aceleradas na região Norte, receber investimentos e ganhar escala”, explica o Chief Executive Officer (CEO) da aceleradora, Benyamin Fard, enfatizando, ainda, “ter sido muito proveitoso perceber esta diversidade de soluções em Lages, o que demonstra maturidade no sistema em formação.” 

 

Ousadia em soluções 

 

A empresa Spin busca duas fases em startups: operação, quando está buscando se estabelecer e se estruturar, e de tração, quando busca exponencialidade. O suporte consultivo e de mentoria não acarretará custos para as empresas do Órion, uma vez que a aceleradora se torna sócia no negócio. Cada uma é tratada separada e minuciosamente, com discussão de cada um dos seus pontos, possibilidade do ingresso de investidor e envolvimento de âncora.

Imbuído dos conhecimentos e das propostas apresentadas na tarde desta segunda-feira, Fard repassará as informações na empresa em Jaraguá e reitera que o segundo ciclo de aceleração está aberto. “Já iremos tentar considerar estas empresas no nosso ciclo e analisar se algumas poderão ser aceleradas por nós. Devemos ter a lista das selecionadas nos próximos 30 dias.” São averiguados dois critérios: validação do modelo de negócio e faturamento. “Além disto, iremos contatar se o time está completo, sincronia entre os sócios e se há disposição dos empreendedores em ‘dar o sangue pelo negócio’”, complementa Fard.

Fotos: Toninho Vieira

[Ver Mais Notícias]