Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Esportes

[voltar]

Capão Alto fecha o ano com economia que pode chegar a R$ 800 mil

Folha de pagamento de novembro paga dia 30. Décimo terceiro salário dos servidores já entrou na conta no dia 8 de dezembro e o salário de dezembro será pago nesta sexta-feira (15). Débitos com fornecedores em dia e superávit de caixa que pode chegar aos R$ 800 mil. Esta é a realidade da prefeitura de Capão Alto, neste fim de ano.

O pequeno município com pouco mais de 2.600 habitantes entrará em 2018, com uma reserva em caixa equivalente a 50% da receita bruta disponível para futuros investimentos. Uma realidade bem diferente do início do ano quando o município foi salvo pelos recursos da repatriação para pagar mais de R$ 400 mil de férias vencidas de servidores.

Na manhã desta quarta-feira (13), o prefeito Tito Pereira Freitas chamou os secretários de Administração, Luís Fernando Lisboa Reis e de Finanças, Rodrigo Pereira de Jesus e confirmou o pagamento até fim desta semana, de todos os débitos com credores com vencimento até 31 de dezembro.

“A partir de sexta-feira inicia o recesso da prefeitura e vai até dia 8 de janeiro. Tudo que for contas a pagar será quitado antes do início do recesso. Os investimentos na Saúde vamos superar os 15% previsto em lei e na Educação vamos atingir 34%, quando o limite é 25%. Isso tudo é fruto do trabalho em equipe. Nosso controle financeiro é rigoroso e transparente”, afirma o prefeito.

Em apenas 15 dias, entre 30 de novembro e 15 de dezembro, a prefeitura de Capão Alto vai pulverizar na economia local quase R$ 2 milhões. De acordo com o prefeito, a Câmara de Vereadores tem sido parceira e aprovou sem restrições importantes projetos que permitiram a administração aplica seu plano de trabalho.

A eficiência nos gastos do primeiro ano de gestão de Tito Freitas, vai permitir iniciar o segundo ano com uma frota de veículos de transporte escolar nova. Serão comprados quatro micro-ônibus e de seis a oito veículos pequenos todos para uso do transporte de alunos. O município tem mais de 30 linhas de transporte escolar e uma malha viária superior a 1.300 quilômetros.

De acordo com Tito Freitas, com o custo mensal médio de R$ 28 mil da manutenção da frota da Educação será pago o financiamento de R$ 850 mil que fará para comprar os novos micro-ônibus e veículos para o transporte escolar. “Em três anos vai estar tudo pago com recursos próprios”, salientou. 

 

Controle de gastos

 

O controle de despesas da prefeitura de Capão Alto é tão rigoroso que nem o prefeito abastece o veículo sem requisição do secretário de Administração. Celular corporativo não existe e todos os servidores usam os próprios aparelhos com despesas pessoais para se comunicar.

“A economia média que conseguimos só com uso de celular foi de R$ 5 mil por mês. Isso explica porque temos saldo positivo em caixa”, afirma o prefeito. Outra economia obtida este ano foi com o controle de combustíveis. Foi 15% menor que o ano passado atingindo um valor de cerca de R$ 250 mil.

O torniquete do controle de gastos da prefeitura de Capão Alto vai arrochar ainda mais em 2018, segundo o prefeito. Vai implantar abastecimento de frota e borracharia própria com previsão de economizar mais de R$ 20 mil por mês.

Uma outra forma de economia a ser implantada será o setor de licitações. “Não vamos criar nenhum cargo. Vamos usar pessoal da prefeitura, treinar e equipar para licitar todo tipo de compra. Uma boa licitação pode economizar até 30% e comprando produtos de qualidade”, assegura Tito Freitas.

A credibilidade e a alto-estima foram em 2017 as maiores conquistas de Capão Alto, na avaliação do prefeito. Ele ainda não se deu por convencido e antecipou que a partir de janeiro vai reunir o secretariado para melhorar o que fizeram de bom em 2017 e não errar mais naquilo que não deu resultado esperado.

Focado em errar menos e acertar mais, Tito Freitas mantém uma rotina desde que foi empossado. Em dias aleatórios da semana chega no pátio de máquinas da prefeitura às 7 horas, faz uma averiguação nas máquinas e se informa para onde estão sendo deslocadas.

Depois vai pessoalmente vistoriar algumas obras. Conversa com a população, houve sugestões e reivindicações e reúne o secretariado para analisar dificuldades e melhorias de condições de trabalho. 

 

Aquisições e investimentos

 

A recuperação de equipamentos como tratores e máquinas foi uma constante neste primeiro ano de mandato do prefeito Tito Freitas. Aquisições também foram feitas, como três veículos para transporte de pacientes, computadores, compressor de ar e até um elevador para manutenção de veículos.

“Investimos pesado também no social. Entregamos mês passado 22 banheiros para famílias de baixa renda”, afirma Tito Freitas. A revitalização da praça Hortêncio Vieira de Córdova, pavimentação das ruas Vidal Antunes, Henrique Córdova, Atílio Mortari e João Vieira com investimentos de R$ 247 mil, também foram conquistas desse ano, com apoio da deputada federal Carmen Zanotto que destinou os recursos.

Outra meta para 2018 será a reurbanização de toda extensão da rua João Vieira com recursos do Fundam II. O projeto executivo foi elaborado pela equipe de engenharia da Amures e resta apenas a liberação de recursos pelo governo do Estado.

Recuperação de estradas e atendimento às demandas da agricultura não pararam este ano e a previsão do prefeito é retomar as pavimentações de ruas com recursos próprios em 2018.



Oneris Lopes 

[Ver Mais Notícias]