Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Geral

[voltar]

Neste dia 23 acontecerá a Caça ao Tesouro Azul no Parque Jonas Ramos

Na próxima sexta-feira (23 de março) será promovido o evento “Caça ao Tesouro Azul”, no Parque Jonas Ramos (Tanque), das 13h30 às 17h, pela Polícia Militar Ambiental, em parceria com as secretarias de Serviços Públicos e Meio Ambiente; de Águas e Saneamento (Semasa), e da Educação, com a proposta de celebrar o Dia Mundial da Água, oficialmente lembrado no dia 22 de março. A atividade consiste no desdobramento de uma trilha no lago do Tanque, com coordenação de protetores ambientais, e terá a participação de algumas escolas municipais. Informações adicionais podem ser acessadas junto ao Centro Ambiental Ida Schmidt, no Tanque, ou pelo número 3224-3142.

O Dia Mundial da Água foi criado pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), através da resolução A/RES/47/193, de 21 de fevereiro de 1993 e cada ano é discutida, nas diferentes esferas da sociedade civil, a urgência da conscientização sobre o desperdício deste recurso em decorrência do uso excessivo, além da poluição de rios.

A quantidade de água doce potável disponível no planeta é altamente restrita, sendo que 97,61% da água total na natureza são provenientes dos oceanos. Calotas polares e geleiras correspondem a 2,08%, água subterrânea 0,29%, água doce de lagos 0,009%, água salgada de lagos 0,008%, água misturada no solo 0,005%, rios 0,00009% e vapor d’água na atmosfera 0,0009%. Portanto, apenas 2,4% da água é doce, mas somente 0,02% está disponível em lagos e rios que abastecem as cidades e podem ser consumida.

A Organização das Nações Unidas (ONU) informa que a previsão é de que até 2050 aproximadamente 45% da população não terá a quantidade mínima de água. Na parcela do mundo subdesenvolvida, em torno de 50% da população consomem água poluída. Cerca de 2,2 milhões de pessoas morrem por causa de água contaminada e sem tratamento. Aproximadamente 1,1 bilhão de pessoas no mundo praticamente não têm acesso à água potável. (Com informações do graduado em geografia, Eduardo de Freitas).

Imagem: Divulgação

[Ver Mais Notícias]