Portal Expressiva

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Esportes

[voltar]

Dez prefeitos da Amures na Marcha em Brasília

Dez prefeitos da região da Amures integram a comitiva catarinense na XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios que iniciou na manhã desta terça-feira (22), em Brasília. Informações da Confederação Nacional de Municípios (CNM) indicam que mais de sete mil gestores municipais entre prefeitos, vices e vereadores participam do evento.

Liderados pelo presidente da Amures prefeito de Urubici Antônio Zilli, a Serra Catarinense conta com prefeitos de Anita Garibaldi João Cidinei da Silva, Bom Jardim da Serra Serguinho de Oliveira, Correia Pinto Celso Rogério Ribeiro, Otacílio Costa Luiz Carlos Xavier, Rio Rufino Thiago Costa, São Joaquim Giovani Nunes, Urupema Evandro Frigo Pereira, Cerro Negro Ademilson Conrado e Palmeira Fernanda Córdova.

“Viemos à Brasília porque precisamos unir forças para impor nossas reivindicações. Já tivemos avanços no passado como aumento de 1% no FPM, mas ainda temos muito que avançar como o pacto federativo, onde serão definidas as competências tributárias, os encargos e serviços públicos entre os entes federados”, comentou Zilli.

Os prefeitos também aproveitam a passagem pela capital federal para manter audiências com deputados e senadores por liberação de recursos de emendas. A Marcha a Brasília se estende até a manhã desta quinta-feira (24), com uma ampla programação em defesa dos municípios.

 

Alteração na forma de atendimento das Upas

 

Na abertura da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, o presidente Michel Temer assinou o decreto que altera legislação sobre a readequação da rede física do Sistema Único de Saúde (SUS), oriunda de investimentos realizados pelos Entes federativos com recursos repassados pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS).

Na prática isso permitirá que as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) possam atender como Unidades Básicas de Saúde (UBS), facilitando o atendimento da população e da gestão por parte dos municípios. Temer ressaltou, ainda, a urgência de se votar a Nova Lei das Licitações que deve reajustar os valores de licitação, congelados há 20 anos.

Essa é uma das pautas prioritárias da Serra Catarinense e que foi defendida recentemente pelo presidente da Amures junto à reunião da Fecam.


Oneris Lopes 

[Ver Mais Notícias]