Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Geral

[voltar]

Projeto da Polícia Militar Ambiental em Lages vence o Prêmio Boas Práticas em Gestão Pública

A Polícia Militar Ambiental em Lages venceu a 2ª Edição do Prêmio Boas Práticas em Gestão Pública. O projeto Aplicativo Ambiental Santa Catarina foi eleito o melhor na categoria estadual, modalidade qualidade na gestão. Outro projeto de iniciativa da 1ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, o Geo PMA: Sistema georreferenciado de gestão ambiental, foi considerado uma boa prática de gestão. A premiação ocorreu na quinta-feira (9), em Florianópolis.

O Prêmio Udesc Esag de Boas Práticas em Gestão Pública visa identificar, reconhecer, estimular e premiar práticas inovadoras de gestão, entendidas como um conjunto de ações e procedimentos que consolidam avanços na realização do interesse público, implementado em órgãos públicos e em organizações da sociedade civil no estado de Santa Catarina. 

Lançado em 2017, o aplicativo Ambiental SC foi desenvolvido numa da parceria entre a PMA e o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (CIASC) para fornecer dados mais seguros sobre a dimensão do problema da invasão do javali em Santa Catarina. O animal exótico é considerado uma das 100 espécies invasoras mais perigosas do mundo. O aplicativo ainda funciona como um canal simples de comunicação entre proprietários rurais, controladores populacionais, comunidade e a Polícia Militar Ambiental.

O comandante da PMA em Lages, major Adair Alexandre Pimentel, explica que havia necessidade de desburocratizar o processo de expedição de permissões para o controle populacional de javalis no estado e compilar os dados disponíveis para delinear ações estratégicas voltadas a minimizar o problema. “A ferramenta nos deu mais agilidade na expedição de permissões para o controle. Além disso, os dados já obtidos estão sendo determinantes na gestão do processo”.

A expansão do aplicativo Ambiental SC para uso nacional está sendo avaliada dentro das ações previstas pelo Plano Nacional de Prevenção, Controle e Monitoramento do Javali, que foi elaborado por diversas entidades públicas e da sociedade civil, sob a coordenação dos Ministérios do Meio Ambiente (MMA) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). 

Desde novembro de 2010, a Polícia Militar Ambiental é a instituição responsável por normatizar os requisitos e procedimentos necessários para a operacionalização do controle populacional de javalis no Estado. 

Por: Catarinas || Foto: PMA

[Ver Mais Notícias]