Portal Expressiva

NAS BANCAS EDIÇÃO DE DEZEMBRO


EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Meio ambiente

[voltar]

Projeto Lixo Zero chama a atenção do público no Parque Jonas Ramos

Muita gente aproveitou o sábado de sol para passear no Parque Jonas Ramos, o Tanque. O local, um dos mais belos pontos turísticos de Lages, também foi ponto de encontro para a promoção da conscientização e orientações sobre assuntos acerca da preservação do meio ambiente. Neste dia 10 de outubro foi realizado o evento “Lixo Zero”, com diversas atividades voltadas ao tema.

O evento foi promovido pela prefeitura, através da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente e o CAV/Udesc, em parceria com diversas instituições, como o Sesc, Ambev, Ecoverde, Uniplac, Eco Centro Sul, Cooperlages, Secretaria de Agricultura, escolas e voluntários.

Destacaram-se apresentações de projetos com objetivo de conscientizar a população a dar melhor destinação aos resíduos produzidos, tanto sólidos quanto orgânicos, e também teve coleta de eletroeletrônicos, materiais recicláveis, óleo de cozinha, tampinhas, doação de mudas de hortaliças e feira de adoção de cães castrados, exposição de ações do Mesa Brasil e do projeto de artesanato Tramatusa.

A ação, que foi adiada devido ao mau tempo, encerra a Semana do Lixo Zero, que ocorreu do dia 24 a 31 de outubro, com diversas atividades paralelas, como palestras, oficinas, entrega de materiais e orientações envolvendo a comunidade, instituições e escolas.

A iniciativa ocorreu em diversas cidades do Brasil e até mesmo no exterior, e teve como objetivo mobilizar organizações e realizar eventos para sensibilizar a sociedade sobre seu poder em busca de soluções para atingir a meta do lixo zero. “A Semana do Lixo Zero, instituída na última semana de outubro, tem o propósito de proporcionar ambientes de discussão e conscientização sobre a temática dos resíduos sólidos, fomentando a economia solidária e a inclusão social, propondo soluções para a redução, reutilização, reciclagem, compostagem e incentivo ao consumo consciente, através de ações educativas”, diz a diretora de Meio Ambiente, da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Silvia Oliveira.

Lixo Orgânico Zero através da compostagem

O que muitas pessoas não sabem, é que todo e qualquer lixo orgânico produzido nas residências, condomínios e restaurantes podem simplesmente desparecer, sem causar transtornos, como mau cheiro, e ainda ser transformado em adubo para o plantio de hortaliças. Este é o método da compostagem, orientado pelo projeto Lixo Orgânico Zero. “Lages é referência com uma tecnologia nova de compostagem, extremamente simples e capaz de atender todas as pessoas, até mesmo aquelas que nunca utilizaram desta técnica. Nosso objetivo é que todo lixo orgânico vire compostagem, e nunca mais seja deixado na calçada para ser recolhido pelos caminhões e levado até o aterro”, afirma um dos coordenadores do projeto, Germano Guittler.

Este trabalho também tem um foco muito importante nas escolas, onde os alunos aprendem a fazer a compostagem, com a confecção das hortas escolares, e depois disseminem a ideia em suas famílias e comunidades. Atualmente cerca de 40 escolas, municipais e estaduais, receberam o projeto, mas a meta é em breve ultrapassar o marco de cem unidades escolares.

Um estudo apontou que hoje apenas 15% da população faz algum tipo de jardinagem ou horta em suas residências. O projeto surgiu com o propósito de dar uma solução para o lixo orgânico gerado pelo restante da população, que não teria onde utilizar o próprio resíduo. “O lixo produzido é um problema ambiental, muito sério e caro para a sociedade. Somente em Lages o poder público gasta cerca de nove milhões de reais por ano com a destinação de todo tipo de resíduo. Então, se conseguirmos retirar o lixo orgânico desta conta, os resíduos sólidos podem ser reciclados. Os resultados são em longo prazo, mas estamos trabalhando para isso”, afirma Germano.

Fotos: Toninho Veira

[Ver Mais Notícias]