Portal Expressiva

NAS BANCAS EDIÇÃO DE DEZEMBRO


EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Educação

[voltar]

Serra Catarinense é campeã em torneio de competências do Senai

No Senai Challenge, os estudantes da entidade participam de provas nas quais colocam em prática situações reais da indústria conforme o projeto de cada curso técnico. Neste ano, a competição ocorreu em Joinville, nos dias 9 e 10 de novembro. Do Norte do estado, os alunos serranos trouxeram a primeira colocação em Automação Industrial e Mecatrônica. Eletromecânica de Otacílio Costa ficou em segundo e Mecânica de Manutenção Automotiva com o quarto lugar. Com isso, fizeram da Serra Catarinense a regional campeã do estado.

Ana Luisa Machado tem 18 anos e foi uma das poucas meninas na competição de robótica móvel. Ela quem manuseou o robô na prova cross do curso de Mecatrônica. Mesmo com a possibilidade de realizar quatro tentativas, Lages fez o melhor tempo e já venceu na primeira. Enquanto os lageanos fizeram a prova em 54 segundos, o adversário levou mais de dois minutos e meio. Mas esse nem o fato que mais chamou a atenção.

“Muitas mulheres vieram me parabenizar por eu estar participando da competição. Algo raro na nossa área. E melhor que isso, foi o incentivo dos meninos para que eu participasse e continue a motivar outras meninas fazerem o mesmo”, diz Ana, que contribuiu para a manutenção do título do Senai Lages no campeonato.

Quem também continua com o bicampeonato é o curso de Automação Industrial. O nervosismo e a expectativa não deixaram a equipe perder o foco de mostrar o que aprenderam durante o ano letivo. Com o troféu de primeiro lugar do hockey automatizado nas mãos, fizeram questão de reforçar o comprometimento de todos e o envolvimento dos professores no projeto. 

“Tivemos uma disputa saudável, acirrada e com respeito ao adversário. Isso demostra o bom preparo dos participantes. Conseguimos colocar à prova conhecimentos adquiridos no curso e ainda compartilhá-los com colegas de todas as partes do estado”, diz João Gabriel Antunes.

Troféu foi um mero detalhe na vitória

Feliz em ter a oportunidade de trazer para casa o macacão usado na competição dos carros compactos, o aluno Guilherme Dutra Chaves não esconde a emoção em ter pilotado um carro construídos por ele, os colegas e professores do curso de Mecânica de Manutenção Automotiva.

“Me arrepiei quando conseguimos voltar para a pista e fomos aplaudidos por todo mundo que assistia a prova”, diz o garoto de 17 anos com um sorriso largo no rosto. A corrente do carro precisou ter trocada durante a prova. Juntos, foram rápidos, organizados e tiveram tempo para retornar à corrida. Na pista tiveram um excelente desempenho, porém o nervosismo cumulou no esquecimento da entrega de um relatório, e ocasionou desconto na pontuação.

“O que nós acertamos serviu de exemplo para as outras equipes. Da mesma forma aprendemos muito com eles. Essa troca de informações e experiências foi o que mais valeu a pena. Além disso, criamos novas amizades. Daqui a pouco a gente está se reencontrando no mercado de trabalho. Isso é muito legal”, avalia Guilherme.   

Texto e fotos/Catarinas Comunicação

[Ver Mais Notícias]