Portal Expressiva

NAS BANCAS EDIÇÃO DE DEZEMBRO


EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Educação

[voltar]

Projeto ensina noções de empreendedorismo aos alunos

Com o propósito de fomentar a educação e a cultura empreendedora entre os alunos, a Secretaria Municipal da Educação firmou parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a consolidação de um projeto. O JEPP – Jovens Empreendedores Primeiros Passos está sendo desenvolvido em 12 Escolas Municipais de Educação Básica (Emebs), com a participação de cerca de três mil estudantes.

O JEPP faz parte do projeto Lages – Cidade Empreendedora, que iniciou este ano, voltado para a parte pedagógica com crianças e adolescentes em idade escolar, oferecendo conceitos de empreendedorismo que possam ser levados para o futuro. O curso procura apresentar práticas de aprendizagem, considerando a autonomia do aluno para aprender, além de favorecer o desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida. “São ensinados princípios como responsabilidade, manter a qualidade em tudo que se faz, comprometimento e uma série de comportamentos importantes no seu dia a dia”, comenta o coordenador regional do Sebrae, Altenir Agostini.

Ao todo são aproximadamente 150 professores envolvidos no projeto, que passaram por um período de capacitação. “Entendemos que é através da qualificação das nossas crianças que estaremos formando uma juventude com valores mais fortes de cidadania, ética e protagonismo, sem a ideia de que tudo depende de terceiros. Se essas crianças vão montar um dia o seu próprio negócio, ainda não sabemos, mas o mais importante é que elas tenham esta cultura de empreendedorismo no cotidiano, cuidando até mesmo das finanças da família”, comenta Altenir.

O coordenador do projeto pela Secretaria da Educação, Cristian Roberto Antunes, destaca o grande engajamento de todos os professores e alunos nas escolas participantes, e garante que a meta para os próximos anos é audaciosa e otimista. Os organizadores querem chegar em 24 unidades escolares em 2019, com a participação de cinco mil estudantes e até 2020 contemplar todos os oito mil alunos do ensino fundamental. “Não é apenas instigar os alunos a empreender, isso será uma conseqüência, mas prepará-los para a vida, com todos os valores e princípios do projeto, além de trazer a comunidade para dentro da escola. Tem feiras com a participação de mais de cem pais, prestigiando o trabalho dos seus filhos e dando um impacto muito positivo”, diz Cristian.

Aprendendo na prática a montar o próprio negócio

Como devolutiva de tudo o que aprenderam na teoria sobre empreendedorismo, todas as escolas participantes promovem feiras para comercializar os produtos feitos pelos próprios alunos.

A Emeb Santa Helena foi a quinta unidade a promover a feira, nesta terça-feira (13 de novembro), com grande participação da comunidade. Durante o evento os alunos puderam ter o primeiro contato com o que seria “montar seu próprio negócio”, que é produzir, gerenciar e vender seus produtos. “Eles estão aprendendo na prática a comercializar, fazer cálculos, devolver troco, investir o lucro, e isso é excelente para o aprendizado”, comenta o diretor da escola, Daniel Neves Padilha.

Cada turma ficou responsável por uma oficina. Com muita diversidade, os estandes contavam com ervas aromáticas, com a comercialização de saches perfumados, além de potinhos contendo temperos naturais, brinquedos ecológicos, locadora de brinquedos, ecopapelaria, com a produção de cadernos personalizados contendo receitas especiais das famílias dos alunos, e o espaço gastronômico, com a venda de mini-pizzas, refrigerantes, balas, pirulitos e sorvetes. “O destino de todo o dinheiro arrecadado pelas turmas será decidido em conjunto, e os próprios alunos apontarão qual a melhor forma de investi-lo, seja em melhorias na escola, aquisição de produtos, um passeio ou dividir o lucro entre eles”, aponta Cristian.

Deise Karine Vieira, mãe da aluna Agatha, de apenas seis anos, conta que a filha ficou muito animada com o projeto, e ansiosa pela chegada do dia da feira. “Ela ficava contando pra todo mundo e convidando as visitas para prestigiarem o evento deles. Foi uma ótima ideia, pois eles aprendem muito com essas iniciativas”, diz Deise.

Cronograma das próximas feiras:

14/11 às 14h – Emeb Izabel Roseto

21/11 às 9h - Emeb Nossa Senhora dos Prazeres

22/11 – Emeb Índios

26/11 às 14h – Emeb Professor Trajano

27/11 às 9h e às 14h – Emeb Ondina Neves Bleyer

04/12 às 9h e às 16h – Emeb Oscar Schweitzer

Fotos: Toninho Vieira

[Ver Mais Notícias]