Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

[Ver Mais]

Você está em Saúde

[voltar]

Unidades de Saúde de Lages fecham por uma hora e meia em protesto às agressões sofridas por servidores

Uma ação da Secretaria Municipal da Saúde em sinal de protesto e que busca a conscientização da população foi realizada na tarde desta terça-feira (15 de janeiro). Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município fecharam as portas para o atendimento ao público das 15h30 às 17 horas.

De acordo com a secretária municipal da Saúde Odila Waldrich, os casos de agressões aos servidores municipais da Saúde vêm aumentando nos últimos meses, principalmente nas Unidades de Saúde. O mais recente foi registrado, nesta terça-feira (15) no bairro Vila Mariza. “As agressões são verbais e agora físicas. Em todos os casos estamos registrando o Boletim de Ocorrência para que as autoridades policiais possam investigar e punir os agressores”, explica Odila.

Outros serviços, com exceção do Pronto Atendimento Tito Bianchini, também pararam das 15h30 às 16 horas. Todos os servidores destes setores afetados pelos protestos permaneceram em seus locais de trabalho, não realizado o atendimento normal destas repartições públicas até estes horários. “Somos seres humanos. Trabalhamos para oferecer um serviço humanizado e de qualidade. Não é na agressão que vamos resolver os problemas da saúde pública”, salienta a secretária.

Texto: Ari Junior/Foto: Arquivo / Arte: Divulgação

[Ver Mais Notícias]