Alto padrão genético dos animais marcou o último leilão do ano em Lages

Por Luiz Del Moura

A qualidade dos animais tem sido a principal característica nos leilões realizados no Parque Conta Dinheiro, promovidos pela Associação e Sindicato Rural, nos últimos anos. A Feira de Gado Geral, que fechou a temporada 2023, na noite desta segunda-feira (20), não foi diferente. Foram ofertados 490 animais, distribuídos em 72 lotes, em seis categorias: bois, novilhas, vaca com cria, vaca prenha, vaca servida e vaca vazia. Todos os lotes foram comercializados gerando um faturamento próximo a R$ 1,6 milhão.

Ao avaliar o movimento dos negócios realizados em 2023, o presidente do Sindicato Rural, Márcio Cícero Neves Pamplona evidenciou o nível de excelência dos animais comercializados no âmbito da entidade durante o ano, em torno de 7,5 mil cabeças. O volume financeiro supera a casa dos R$ 25 milhões. Para o dirigente rural, são números que compensam todo o investimento feito na estrutura do Parque, e que se revertem diretamente aos produtores. “Portanto, o objetivo mais uma vez foi cumprido”, salientou.

Outra importante providência tem sido a permanência dos animais nas mangueiras cobertas após os leilões, devido às chuvas, que ainda criam problemas para o transporte até às propriedades. Portanto, quem precisou, pode contar com o suporte do alojamento e alimentação dos animais pelo tempo que precisar.

Fotos: Paulo Chagas

Por PCV Assessoria & Comunicação

Leia também

Deixe um comentário

dois × um =