Primeiro Congresso Catarinense de Direito Agrário e do Agronegócio será realizado em Lages

Por Luiz Del Moura

O evento é voltado para advogados (as), acadêmicos e também aos demais profissionais envolvidos na atividade do agronegócio

A Procuradora Geral do Município, Larissa Sandri Wojcik, recebeu em seu gabinete na manhã desta quinta-feira (9), a visita de Marco Antônio Souza Arruda, presidente da Ordem dos Advogados – OAB/Lages e o Dr. Sandro Anderson Anacleto. Ambos entregaram oficialmente o convite para o I Congresso Catarinense de Direito Agrário e do Agronegócio, que será realizado em Lages, nos dias 23 e 24 de novembro. A abertura será a partir das 9h, na sede da Associação Empresarial de Lages (ACIL).

O evento, promovido pela Seccional Catarinense da OAB, juntamente com a Subseção de Lages, com apoio da Escola Superior de Advocacia (ESA/SC) e da Caixa de Assistência dos Advogados (CAASC), tem o objetivo de debater e estudar temas atuais e relacionados ao Direito Agrário e do Agronegócio. “É a primeira vez na história da OAB Santa Catarina que a instituição organiza um congresso desta envergadura e temática. O Congresso é importante para os operadores do direito que cada vez mais se deparam com questões jurídicas relacionados ao agronegócio catarinense, especialmente os da Serra Catarinense. O foco são os operadores e estudantes de direito, mas os temas também são de interesse de outras classes e dos produtores rurais em geral”, comenta a Procuradora.

O evento é voltado para advogados (as), acadêmicos e também aos demais profissionais envolvidos na atividade do agronegócio, como engenheiros agrônomo, ambiental e florestal, dentre outros. A palestra de abertura será realizada pelo governador interino do TJSC, desembargador João Henrique Blasi.

Dentre os temas que serão debatidos, estão: Relações trabalhistas no Agronegócio; Ambiente de Trabalho Seguro e Saudável no Agronegócio; Contratos de Trabalhos aplicados ao Agronegócio e suas peculiaridades; O Compliance Trabalhista e a Terceirização de mão de obra no Agronegócio; Tributos aplicados no Planejamento Sucessório e Planejamento Sucessório no Agronegócio.

 

Texto: Aline Tives

Foto e arte: Divulgação

Leia também

Deixe um comentário

3 × três =