Handlages realiza cerimônia de encerramento da temporada e revela planejamento para 2023

Por Luiz Del Moura

Evento reuniu mais de 280 pessoas entre atletas, técnicos, convidados e autoridades no Ginásio Jones Minosso

A Handlages realizou uma cerimônia de encerramento para a temporada 2022, neste sábado (17 de dezembro), no Ginásio Jones Minosso. O evento reuniu mais de 280 pessoas entre atletas, técnicos, convidados e autoridades. O encontro contou com a realização de jogos entre os polos da cidade e brincadeiras, além de arrecadação de alimentos para intuições beneficentes.

O presidente da Handlages, Rafael Getelina, explica que o foco da associação é social. “Sempre buscamos como lema lutar contra a evasão escolar e também no combate às drogas e junto desse social, sempre fazemos os “festivais” que são encontros onde reunimos uma grande maioria de nossos alunos, além de arrecadarmos alimentos para doação para alguma instituição da cidade”, comenta.

Atualmente a associação possui em atividade oito polos em parceria com a Fundação Municipal de Esportes (FME), seis são de categoria de base, além de dois polos de alto rendimento. Rafael ressalta que todos são de acesso gratuito para a população e a equipe possui mais de 650 alunos/atletas. “Esse número ainda é abaixo da média que mantínhamos pré-pandemia, para o próximo ano a expectativa é voltarmos a ter mais de 800 no total. No momento a associação conta com quatro professores e quatro estagiários”, explica.

O evento contou com a presença do superintendente da Fundação Municipal de Esportes, Renatinho Júnior, acompanhado do vice-prefeito, Juliano Polese, além de ex-atletas formados na Handlages. “Fizemos a entrega das novas camisetas de passeio da associação e também contamos com alguns atletas formados na base e que hoje estão jogando por outros clubes, como o caso do nosso goleiro Lucas Oneda, atualmente atleta do Nacional (São José) e do ponta Vinicius Perin, que atua por Itajaí e em fevereiro vai disputar o mundial com a Seleção Brasileira na Croácia”, enfatiza Rafael.

Planejamento da Handlages para 2023

O presidente expôs a satisfação com a temporada 2022 e a conquista de medalhas na maioria das categorias. “Sem dúvida esse foi um dos melhores anos da Handlages, temos equipes sub-10, sub-12, sub-14, sub-16, sub-18, universitária e adulta tanto no feminino quanto no masculino, ou seja, dentro da associação possuímos 14 times, durante o ano desses14, apenas um deles não obteve medalha em sua categoria. Isso é um marco quando falamos a respeito esportivo para nós”, ressalta.

Outro ponto positivo para a associação segundo o presidente foi o controle de faltas dos alunos já que o foco do projeto é social. “O esporte muda vidas e o mais gratificante falando agora de um dos valores que mais destacamos na associação é a satisfação do controle de faltas e médias escolares. Mesmo em um período pós-pandemia, foi muito além do que já esperávamos”, comenta Rafael.

A temporada 2023 terá novidades na associação e o presidente revelou o que espera para o próximo ano. “As expectativas são gigantescas, além da proposta da abertura de três novos polos, para abraçar a cidade toda, queremos voltar à média de 800 alunos ativos e a brigar pelas primeiras colocações no cenário nacional, principalmente na idade escolar e juvenil”, finaliza Rafael.

Texto: Lucia Chaves

Foto: Fom Conradi

Leia também

Deixe um comentário

5 × dois =