Fóruns de SC são pontos de coletas de campanha para arrecadação de materiais artísticos

Por Luiz Del Moura

O Serviço Social do Comércio (Sesc/SC) é um dos mais novos parceiros do programa Novos Caminhos. Neste mês, a instituição promove a campanha “Arte de Doar” com o intuito de arrecadar de materiais artísticos que serão destinados às crianças e jovens dos serviços de acolhimento institucional, público alvo do programa. Além das unidades do Sesc, fóruns de algumas comarcas serão pontos de coleta dos donativos.

A ação é destinada à comunidade externa, porém os servidores, magistrados e demais colaboradores são convidados a participar. Os organizadores dizem que é possível doar lápis de cor, aquarela, giz de cera, lápis pastel, tinta guache, caderno de desenho, canetas coloridas, massinha de modelar, réguas, pincéis, entre outros materiais para atividades artísticas.

Os donativos podem ser depositados nas caixas coletoras durante o horário de expediente do fórum, das 12h às 19h, até o dia 30 de setembro. Depois dessa data, os materiais serão entregues aos serviços de acolhimento institucional participantes do programa Novos Caminhos.

A campanha Arte de Doar, no mês de setembro, é uma edição especial e comemorativa aos 76 anos do Sesc. Por meio da oferta de serviços, como arte e cultura, educação, esporte, lazer e saúde, a instituição assume o compromisso de integrar um coletivo de dispositivos potentes, com o foco no desenvolvimento humano integral e as experiências de convívio diversificadas de crianças e adolescentes que tiveram sua experiência de vida, precocemente marcada pela violação de direitos.

Pontos de coleta 

As doações poderão ser entregues nos pontos de coleta nas unidades do Sesc nas seguintes cidades: Blumenau, Brusque, Caçador, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages, Rio do Sul, São Bento do Sul, São Miguel do Oeste e Tubarão.

Além disso, de forma a expandir o alcance e divulgação da campanha, as secretarias dos Foros de algumas comarcas cederam espaço no fórum para instalação de um ponto de arrecadação. São elas: Blumenau, Brusque, Caçador, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Itajaí, Jaraguá do Sul, Lages, Rio do Sul, São Bento do Sul, São Miguel do Oeste, Joaçaba, Joinville e Tubarão.

Alguns interlocutores do programa do Tribunal de Justiça e do Sesc/SC estão mobilizados na ação e incentivando a participação dos colegas:

“Os materiais arrecadados serão muito bem-vindos. É um momento em que não só os colegas do Poder Judiciário podem colaborar como a sociedade como um todo. As políticas públicas existentes para atender as necessidades básicas das crianças e jovens acolhidos. Faremos o diferencial na vida deles. Outra demanda que as casas lares e abrigos reportam é por jogos educativos e livros”.

Iolete de Jesus, interlocutora do TJSC na comarca de Chapecó e região Oeste

“É muito importante proporcionar aos menores acolhidos a oportunidade de expressar seus sentimentos e pensamentos através da arte e da escrita. Muitos passaram por situações extremamente difíceis, desde tenra idade e encontraram no acolhimento institucional uma nova chance de vida. O pintar, escrever e modelar permitirá que expressem suas esperanças, sonhos, medos e traumas, além de desenvolver a coordenação motora”.

Deisi Innocenti, interlocutora do TJSC na comarca de Criciúma e região Sul

“A ideia é que esses materiais sirvam de inspiração e incentivo para as crianças/ adolescentes que estão acolhidos. Que a cada caixa que eles abram descubram também um mundo criativo! Por isso a importância do engajamento de todos para o sucesso da campanha”.

Julia Cristina Vincenzi, interlocutora do TJSC na comarca de Joinville e região Norte

“ Cada gesto de doação será transformado em momentos de felicidade. Essa é uma demonstração de carinho, afeto, empatia e atenção pelo outro. Para muitos, receber uma caixa de lápis pode ser a coisa mais comum, mas para as crianças e adolescentes que vivem em situação de acolhimento vai muito além do ato. Por isso, convidamos os colegas a se integrarem nesse movimento de solidariedade”.

Ana Emilia Vieira dos Santos Melchiors, interlocutora do TJSC na comarca de Lages e região da Serra Catarinense

“Ressaltamos a importância dessa campanha que se destina a crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional, pois a arte possibilita a criação, a capacidade de sonhar, de se manifestar e assim se encontrar consigo mesmo,  possibilitando encontrar  “novos caminhos” para uma trajetória que necessita  ser ressignificada e reconstruída.”

Francilene Laureano Moreira Krzisch, interlocutora do TJSC na comarca de Itajaí e região da Foz do Rio Itajaí

Sobre o Novos Caminhos 

Há nove anos, o programa Novos Caminhos vem mudando a perspectiva de vida de milhares de crianças e adolescentes que vivem ou são egressos das instituições de acolhimento em Santa Catarina com a oferta de serviços de educação, saúde e articulação para a empregabilidade.

A iniciativa do Tribunal de Justiça Tribunal de Justiça de Santa Catarina tem como parceiros a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), por meio do Sesi/Senai; Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC); Ministério Público de Santa Catarina (MPSC); Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio/SC), por meio do Senac/Sesc; Associação Catarinense de Medicina (ACM), Fundação de Estudos Superiores de Administração e Gerência (Fesag). Em 2022, a fim de expandir as oportunidades ao público do programa, passaram a apoiar a iniciativa mais três entidades: CIEE/SC, Faesc/Senar e o Sesc/SC.

NCI/TJSC

Leia também

Deixe um comentário

2 × 3 =