Senai e Klabin atuam em parceria para capacitar trabalhadoras da indústria

Por Luiz Del Moura

Considerado pela instituição como um projeto inédito para Santa Catarina, o SENAI em parceria com a Klabin atua em uma capacitação de operadoras de máquinas florestais. O curso que começou neste mês é gratuito e atende exclusivamente mulheres. A iniciativa prevê qualificar as alunas para uma atuação futura na Unidade Florestal de Santa Catarina.
O treinamento inclui quatro tipos de máquinas: Escavadeira Hidráulica, Retroescavadeira, Munck e Harvester. Separadas em aulas teóricas e práticas, as alunas contam com o simulador de colheita florestal, além de práticas no campo. O professor Antônio José Kirch enfatiza que o curso abrange tanto as funcionárias da Klabin quanto a comunidade em geral. “Faremos um mês de capacitação, ou seja, até o final de fevereiro. Após isso, teremos assim como em outras empresas, mulheres operando esses equipamentos”. Em diversas empresas florestais do Brasil, mulheres operam as máquinas, mas iniciativas como essa proporcionam uma melhor equiparação com o número de homens que trabalham no ramo.
“Esse nicho de mercado ainda está com muita falta de mão de obra qualificada e isso está chamando a atenção de pessoas de diversas áreas e se desafiando em participar de capacitação para estar preparado em oportunidades para operar máquinas florestais”, comenta o professor. O avanço da tecnologia e a modernização dos equipamentos da área florestal fez com que o trabalho de um operador ou operadora fosse realizado com muito mais segurança e sensibilidade através de comandos eletrônicos, além do conforto que possui uma cabine da máquina: ar condicionado, assento ergonômico e rádio.
Atualmente o SENAI recebe alunos de todo o país nos cursos de Harvester, Forwarder e Feller Buncher e atende empresas florestais, no formato IN COMPANY, em todo o estado de Santa Catarina.

Por Luan Turcati 

Leia também

Deixe um comentário

6 + 3 =