Detento é condenado por espancar e matar colega afogado na pia da cela de penitenciária

Por Luiz Del Moura

Um detento que estava preso na Penitenciária Regional em São Cristóvão do Sul foi condenado por homicídio qualificado. Em sessão de julgamento pelo Tribunal do Júri na comarca de Curitibanos, ele teve a pena fixada em 14 anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado, por espancar e afogar um colega numa pia dentro da prisão.

O fato ocorreu na madrugada do dia 26 de outubro de 2018. Conforme a denúncia, o réu iniciou as agressões após um breve desentendimento. Os diversos chutes, socos e pontapés resultaram em lesões pelo corpo, inclusive com um dente arrancado e outro frouxo. O acusado aplicou um mata-leão, amarrou a cabeça da vítima com uma sacola e a arrastou até a pia, onde afogou o colega.

O magistrado sentenciante aponta na sentença que há elementos indicativos de que o homicídio ocorreu em decorrência de uma disputa entre facções rivais. O crime foi qualificado pelo meio cruel. Cabe recurso ao Tribunal de Justiça.

NCI/TJSC – Serra e Meio-Oeste

Leia também

Deixe um comentário

dezessete − 7 =