Restam poucas vagas disponíveis para o 5º Ciclo do Programa Brasil Mais, do Sebrae

As vagas ainda disponíveis contemplam de forma gratuita os micros e pequenos empresários da Serra Catarinense

Por Claudio Santos

O Sebrae entra na reta final das inscrições para o Ciclo 5 de acompanhamento e desenvolvimento de inovação em empresas da Serra Catarinense. Ao todo, das 150 vagas, há 120 preenchidas. Empresas de todos os segmentos com porte ME ou EPP podem participar. A inscrição é gratuita e pode ser feita através do site: gov.br/brasilmais.

Objetivos do Programa

O Programa Brasil Mais é uma iniciativa do Governo Federal em parceria com o Sebrae e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), que visa aumentar a produtividade e a competitividade das micro e pequenas empresas brasileiras.

Empreendedores que participam do programa recebem o acompanhamento de um(a) agente de local de inovação gratuitamente, que faz o diagnóstico inicial e traça um plano de inovação para o negócio.

As empresas participantes do Programa Brasil Mais recebem acompanhamento personalizado e são incentivadas a implantar melhorias práticas que refletem na gestão do negócio, no relacionamento com parceiros e fornecedores e movimentam toda a cadeia de inovação dentro de sua área de atuação.

Ao longo de quatro meses são nove encontros, sendo seis destes individuais e realizados de acordo com a disponibilidade de horários do empresário. Outros são três coletivos, os quais contam com a participação de todas as empresas do ciclo, onde acaba acontecendo, além de networking, negócios e parcerias entre os presentes.

Benefícios para as micro e pequenas empresas

Um estudo feito pelo Sebrae, a partir do acompanhamento de empresas que introduziram inovação e melhorias no processo de gestão, mostrou que, em média, esses pequenos negócios tiveram um aumento de 10% de produtividade e um incremento de 25% no faturamento. As empresas monitoradas fizeram parte do ciclo anterior do Programa Brasil Mais.

Na Serra Catarinense, mais de 600 empresas já participaram do Programa. A maioria delas do setor de serviços (36%), seguido pela indústria (21%). Entre as principais melhorias apontadas estão a produtividade da empresa, gestão de indicadores, aplicação de ferramentas para inovação, interação com o ecossistema de inovação e inovação em processos, produtos/serviços e métodos de marketing.

As empresas que finalizam o ciclo de atendimento recebem o certificado e a placa de empresa inovadora do Sebrae, uma forma de reconhecimento que os empresários merecem por estarem atentos ao mercado e preocupados com a inovação, relata Elisandro Vieira, consultor do programa na região.

Assessoria de Imprensa – Sebrae Serra

Leia também

Deixe um comentário

16 − 7 =