Sancionada Lei que institui novo sistema de pagamento para plantão médico da UPA 24 Horas

Por Luiz Del Moura

“Caso o pagamento por produtividade não venha a resolver o preenchimento da escala plantão, novas medidas serão adotadas para garantir o pleno funcionamento da UPA 24 Horas” – secretário da Saúde, Claiton Camargo de Souza

Nesta semana, o prefeito Juliano Polese sancionou a Lei Complementar aprovada na Câmara de Vereadores de Lages que institui valor da hora plantão com pagamento em sistema de produtividade aos profissionais médicos (pessoa jurídica) que atuam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24hs) contratados por intermédio do edital de chamada pública (credenciamento).

Segundo explica o secretário municipal de Saúde, Claiton Camargo de Souza, com esta Lei desenvolve-se nova política de remuneração dos médicos plantonistas da UPA 24 Horas. Em tese, com o pagamento por produtividade, quanto mais pacientes forem atendidos, mais o médico receberá, e desta forma, acredita-se que poderá ser preenchida a escala de plantão médico que até então estava defasada, causando reclamações tanto de parte dos profissionais, dos pacientes e do próprio Conselho Regional de Medicina, o qual chegou a acionar o Ministério Público para intervir neste problema.

“Caso esse sistema de pagamento por produtividade não venha a resolver o preenchimento da escala plantão, em determinado tempo, novas medidas serão adotadas para garantir o pleno funcionamento da UPA 24 Horas”, afirma o secretário da Saúde, Claiton Camargo de Souza.

 

Texto: Iran Rosa de Moraes

Foto: Toninho Vieira

Leia também

Deixe um comentário

sete + cinco =