Otacílio Costa anuncia segundo pacote de contenção de custos

Por Luiz Del Moura

O prefeito de Otacílio Costa Luiz Carlos Xavier, o “Tio Ligas” reuniu a imprensa na sexta-feira (21), para anunciar o segundo pacote de medidas de contenção de custos em quatro meses. A “navalha” está indo mais a fundo nos cortes na “própria carne”, disse o prefeito prevendo que até final do ano, o município manterá as despesas conforme o dinheiro em caixa.

Ao lado do vice-prefeito Silvano Cardoso Antunes e do presidente da Câmara de Vereadores Lindomar Alves, o prefeito apresentou os resultados do primeiro decreto de contenção de gastos com abrangência nos meses de maio a julho. Só com a folha de pessoal, a economia alcançada foi de R$ 420 mil.

Por não realizar a festa do município, a prefeitura deixou de gastar outros R$ 200 mil e com controle de gastos de combustíveis a economia foi de R$ 42 mil. O prefeito Tio Ligas apresentou ainda, um balanço dos primeiros 30 meses de governo.

Sobre a folha de pagamento que entre janeiro a abril estava em 54,19 %, às primeiras contenções de custos permitiram baixar em julho para 52,03 % e a perspectiva é baixar ainda mais até final de ano.

Dentre as medidas de contenção de gastos adotadas agora há inclusive acúmulo de funções. O vice-prefeito Silvano Cardoso que responde pela secretaria de Saúde passa a acumular a função de secretário de Administração. Tio Ligas explicou que a programação de demissões futuras será de acordo com o fluxo de caixa e controle da Secretaria de Finanças.

“Tem os valores das rescisões e a preocupação é com os desembolsos”, frisou o prefeito. O novo decreto tem validade de agosto a dezembro e nesse período ocorrerão mais 55 demissões. Dessas, dez já foram efetivadas. Mas Tio Ligas disse que um fator superveniente pode agravar e inviabilizar a administração. Trata-se de uma reposição salarial pendente desde 2009 que resultou numa ação judicial e agora o município foi citado para repor 6,48% aos servidores.

Decreto com novas medidas

Proibição de adiantamento salarial

Proibição de adiantamento 13º salário

Proibição de venda 10 dias de férias

Redução 50% gratificação

Redução cota combustível para secretários

Outras medidas

Rescisão contrato de locação veículo gabinete

Revisão de contratos de prestação de serviços

Fato superveniente de ação judicial de 2009

Demissão de 55 colaboradores.

Leia também

Deixe um comentário

vinte + 8 =