Missão à Coreia abre perspectivas de parcerias com SC na área tecnológica

Por Luiz Del Moura

A missão empresarial da Federação das Indústrias (FIESC) à Ásia encerrou a agenda na Coreia do Sul e conheceu iniciativas ligadas às cidades inteligentes, inovação e tecnologias avançadas. A comitiva, liderada pelo presidente da entidade, Mario Cezar de Aguiar, visitou, por exemplo, o Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST), um dos institutos de maior prestígio da Ásia. “Temos a possibilidade de firmar parcerias para intercâmbio tecnológico com SENAI e SESI, aproveitando o conhecimento da Coreia”, resume Aguiar.

A comitiva constatou que na Coreia há a garantia de aportes de recursos por parte do governo na área tecnológica, mas o investimento é baseado em um plano com metas e resultados, focados na melhoria da produção industrial e nos serviços. Assim, o investimento se transforma em faturamento e empregos, com resultado para a sociedade. O grupo finalizou a missão à Coreia do Sul neste final de semana, e inicia nesta terça-feira, dia 25, a programação em Singapura, com visitas ao Porto de Singapura, à fábrica de grafeno industrial 2DM e à ST Engineering, um grupo global que atua nos segmentos de tecnologia, defesa e engenharia.

“Além das reuniões que tivemos nos centros tecnológicos, visitamos dois importantes portos da Coreia do Sul e verificamos toda a potencialidade do comércio internacional da Coreia com o mundo”, destacou Aguiar, lembrando do apoio dado pela embaixadora do Brasil na Coreia, a catarinense Márcia Donner de Abreu.

A delegação catarinense também participou da World IT Show – a principal exposição da Coreia, que apresenta as últimas tendências tecnológicas. Também visitou a WeGo – uma associação internacional, composta por 215 membros, que atua para alavancar o potencial de inovação das cidades inteligentes. E também conheceu o Incheon Free Economic Zone (IFEZ), que é o maior projeto urbano do mundo atualmente. Estão sendo construídas em 120 km² três ilhas que já abrigam a cidade do futuro, com vários sistemas de monitoramento e segurança, utilizando o que há de mais moderno em tecnologias de aprendizado de máquina.

O grupo visitou ainda o Global Institute for Transfering Skills (GIFTS) – organização de cooperação internacional que oferece programas voltados ao desenvolvimento de recursos humanos, e também conheceu o Porto de Incheon e a Incheon Port Authority (IPA), agência de desenvolvimento da região de Incheon.

Leia também

Deixe um comentário

cinco × três =