Pista limpa e quase R$6 milhões em faturamento nas duas etapas da Feira do Terneiro e da Terneira

Por Luiz Del Moura

A 2ª etapa da Feira do Terneiro e da Terneira realizada na noite deste sábado (15), resultou com a venda total dos animais, o que define o termo “pista limpa”. Foram comercializados exatos 888 animais. Contratempos inesperados impediram a chegada de alguns. Mesmo assim, em 5h20 minutos de leilão presencial e virtual, o evento foi novamente um sucesso, mediante a constatada qualidade de sempre do rebanho jovem em pista. O evento rendeu R$2 mi 666 mil e 790. Somado com o resultado da 1ª etapa, R$5 mi 918 mil e 700. As médias ficaram em R$14,25 para os machos e R$13,70, para as fêmeas.

O que se viu, segundo o presidente da Associação Rural de Lages, Márcio Pamplona, foi a grande procura dos compradores de animais de reposição, sempre salientando o esforço dos produtores na manutenção dos serviços de qualidade, com investimentos que propiciam a exposição e venda de plantéis de alto padrão genético, com garantia de retorno, a quem adquire.  “Por isso, nossa avaliação é positiva. Foram vendidos quase dois mil animais para todo o Estado, mostrando a força da pecuária da região”, ressalta o dirigente rural.

Mas, a chance de seguir com bons negócios não terminou com as duas etapas da Feira do Terneiro e da Terneira. Na segunda-feira (16), a partir das 18 horas, é a vez da Feira de Gado Geral, na qual, a oportunidade para quem pensa em comprar, por exemplo, novilhas para reprodução ou vacas prenhas, entre outros. Serão ofertados cerca de 500 animais. É o último evento de maio promovido pelo Sindicato Rural, no Parque Conta Dinheiro, em Lages. Depois, somente no dia 4 de junho, com a Feira de Inverno de Gado Geral.

Crédito Fotos: Paulo Chagas

Leia também

Deixe um comentário

10 − 2 =