Zé Melo é homenageado com seu nome na arquibancada coberta do estádio municipal

Por Luiz Del Moura

A placa indicativa conterá os seguintes dizeres: “Arquibancada Coberta Zé Melo – O maior artilheiro da história do Internacional de Lages”

O prefeito Antonio Ceron sanciona a Lei n° 4741, de 17 de abril de 2024, que denomina a arquibancada coberta do Estádio Municipal Vidal Ramos Júnior como “Arquibancada Coberta Zé Melo”, em homenagem póstuma ao jogador que fez história no time da cidade.

Após aprovação pela Câmara de Vereadores, a placa indicativa conterá os seguintes dizeres: “Arquibancada Coberta Zé Melo – O maior artilheiro da história do Internacional de Lages”. “É uma honra prestar homenagem a um esportista tão carismático e que para sempre será lembrado por todos os lageanos, principalmente pelos amantes do futebol”, comenta o prefeito.

Artilheiro do clube, com 91 gols marcados, o drible “rabo de arraia” era a sua marca registrada. Zé Melo chegou ao Leão Baio em 1980 e conquistou o título da segunda divisão do estadual. Também foi destaque nas campanhas do time na elite do futebol de Santa Catarina nas décadas de 1980 e 1990.

Histórico

Mineiro de nascimento, lageano de coração, José de Melo chegou ao Internacional de Lages em 1980, depois de passar pelas categorias de base do Vasco da Gama. Na estreia, o ponta direita de sorriso fácil e pernas compridas marcou duas vezes na vitória colorada por 5×1 sobre o Joaçaba. Começava naquela partida a contagem que o transformaria no maior artilheiro da história do Esporte Clube Internacional, com 91 gols.

Depois de deixar o Inter em 1983, o ídolo retornou em 1990 e foi um dos destaques do time que conquistou a segunda divisão do Campeonato Catarinense. Ele seguiu como dono da camisa 7 nas temporadas seguinte e, em 1992, já com 32 anos, brilhou como nunca: foi artilheiro do Campeonato Catarinense, com 16 gols, e da Copa Santa Catarina, quando marcou 14 vezes na campanha do vice-campeonato do Colorado Lageano. Com os 30 gols, Zé Melo foi o principal artilheiro do país naquela temporada, conforme registro da revista “Placar”.

Após encerrar a carreira em 1994, o atacante fixou residência em Lages. Ele trabalhou na formação de jovens talentos na escolinha de futebol que criou com outro ídolo colorado: Martinho Bin. Também foi treinador das categorias de base do Inter e comentarista da Rádio Clube de Lages. Zé Melo morreu em 15 de março de 2023, aos 63 anos, no Hospital Tereza Ramos.

Fonte: Câmara de Vereadores de Lages

Texto: Aline Tives

Fotos: Toninho Vieira

Leia também

Deixe um comentário

9 + dez =