Primeiro dia de apresentações de fim de ano da Escola de Artes emociona público no Marajoara

Por Luiz Del Moura

Os olhos marejados de mães e pais entregavam o orgulho e a sensibilidade em poder prestigiar seus filhos e filhas nos espetáculos na arte do street dance em dupla sessão na noite desta terça-feira (23 de novembro), com lotação de plateia no Teatro Municipal Marajoara, palco das apresentações de fim de ano da Escola de Artes Elionir Camargo Martins – Programa Lages Melhor, da Fundação Cultural de Lages (FCL), vinculada à Prefeitura Lages. Nesta terça inicia uma programação de solenidades com quatro dias de shows de crianças e adolescentes em street dance, música, balé e teatro, cursos proporcionados à população. Um presente no mês de aniversário do município, os 255 anos de fundação de Lages, comemorados no dia 22. Logo no começo, às instrutoras Marília dos Santos e Bruna de Almeida Osorio foi repassado um mimo de lembrança em reconhecimento ao seu desempenho.

Por precaução ao avanço do novo coronavírus, gerador da doença Covid-19, o público deve respeitar as normas sanitárias regulamentadas nos decretos públicos vigentes, entre as quais, o uso de máscara de proteção facial. O ingresso de acesso ao Teatro tem o valor de R$ 5.

Apresentação

A sincronia, balanço, precisão dos passos da “galera” do street dance e os figurinos extravagantes não somente alegraram, como levantaram o ânimo dos espectadores, comprovando, claramente, o engajamento e a fluidez nos ensaios, garantindo as poses e movimentos alucinantes às pessoas “ao vivo” e para as fotos e vídeos nas redes sociais – InstagramFacebook e WhatsApp, como tantas outras plataformas digitais de divulgação e interação. Haja cliques, “curtidas”, compartilhamentos, comentários e seguidores para contabilizar.

Aproximadamente 130 garotos e garotas na faixa etária entre cinco e 32 anos se apresentaram mostrando suas habilidades na dança nesta noite de terça, turmas dos turnos matutino, vespertino e noturno de aulas, de idades distintas – kids (cinco a nove anos), juvenil (nove a 12), júnior (13 a 17) e adulto (a partir de 17 anos), bem como níveis personalizados – inicial, intermediário e avançado. Performances após a absorção de conteúdos, como desenvolvimento da coordenação motora grossa e fina, concentração, memória, confiança, disciplina e trabalho coletivo, este último naturalmente, pois, para que o arranjo coreográfico esteja a contento, todos devem atuar em conjunto.

Coreografias

Ao todo, 16 coreografias, com temas: México, com gêneros da sua história, sobressaindo-se a pintora Frida Kahlo, com Fridas; Sigam-me os Bons, para o anti-heroi, Chapolin Colorado; a sagrada venerada, Santa de La Muerte, e o símbolo dos rituais do Dia dos Mortos, Caveira Mexicana, além de outras homenagens, com Divas; à vida na área rural, Dentro Daquele Curral; Fazendeiros (Camponeses); Lenhadores; Flamme, do francês para o português, “chama”; UFO (área investigadora da presença de objetos voadores não identificados); Azar, é Verão; Limbo (almas perdidas); Vibes 2000; Bitch Bo$$ (ostentação); Tico Teco (sobre o Tik Tok), e Toxic. De repente, uma coleção superior a dez Chapolin Colorado tomou a cena e invadiu o Teatro em vermelho e amarelo, levando ao delírio os fãs de “Não contaram com a minha astúcia”.

Programa Lages Melhor

Em 2020, as aulas do Programa Lages Melhor foram realizadas virtualmente e, em 2021, presencialmente, nos núcleos dos bairros, como funciona seu propósito, de levar a arte para mais perto da casa dos habitantes. As apresentações dos alunos agraciados em suas áreas de moradia em Lages estão marcadas para datas dentro do roteiro do Natal Felicidade.

Dez comunidades são atendidas pelo Lages Melhor diretamente – Habitação, Guarujá, São Francisco, São Paulo, Santa Mônica, Vila Maria, Penha, Pracinha da Cultura (Praça do CEU – Centro de Artes e Esportes Unificados), Novo Milênio e Santo Caveiras. O Lages Melhor tem os cursos de acordeon, balé, street dance, desenho, técnica vocal e violão. Cerca de 400 alunos são atendidos.

Desde o início do Programa, mais de duas mil pessoas já participaram e/ou participam das aulas, gratuitamente. O Programa Lages Melhor nasceu em março de 2017, quando o prefeito Antonio Ceron realizou a aula inaugural no núcleo do bairro Cidade Alta com as aulas de balé e street dance.

Organize-se e participe

  • Música: Dia 24/11 (quarta-feira), às 20h30min;
  • Balé: Dia 25/11 (quinta-feira), com sessões às 18h30min e às 20h30min, e
  • Teatro: Dia 26/11 (sexta-feira), 20h

Texto: Daniele Mendes de Melo/Fotos: Toninho Vieira  

Leia também

Deixe um comentário

nove + nove =