Lages recebe sete mil mudas de árvores nativas através da compensação ambiental da empresa SCGás

Por Luiz Del Moura

Além da região do Salto Caveiras, que recebeu 3 mil árvores, outros dois locais também receberão as mudas; em toda a extensão do rio Carahá e no Acesso Norte da cidade

Com o objetivo de neutralizar os efeitos da emissão de gases do efeito estufa, a SCGÁS firmou parceria com a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente para fazer o plantio de árvores em Lages, um dos municípios atendidos pela Rede de Gás Natural em Santa Catarina. A primeira ação de plantio aconteceu nesta sexta-feira (8), e o local estratégico escolhido foi o Distrito do Salto Caveiras.

O trecho de aproximadamente sete quilômetros, desde a rótula na BR-282 que dá acesso ao distrito, até próximo à igreja recebeu 3 mil mudas de árvores das espécies Ipê Amarelo e Ipê Roxo. O plantio foi realizado nos dois lados da via. “Este foi o primeiro local escolhido para o plantio, haverá outros dois. Definimos a estrada de acesso ao Salto por se tratar de um caminho turístico da cidade, que contará com o embelezamento proporcionado pelas árvores durante sua florada”, destaca o engenheiro agrônomo da Secretaria do Meio Ambiente, Vitor Birck.

O Ipê é considerado uma das árvores símbolo do Brasil, e fica muito bonito quando chega a primavera e suas flores desabrocham. Após o plantio, leva um período de quatro a cinco anos até atingir sua maturidade. A altura pode chegar a oito metros, considerada uma espécie arbórea de médio porte.

O plantio foi realizado com mão-de-obra da própria empresa, que também cedeu as mudas. A Secretaria do Meio Ambiente se responsabilizou pela manutenção e cuidados pós-plantio, por pelo menos dois anos, de acordo com o engenheiro agrônomo. “Além da manutenção, também providenciamos toda a parte burocrática para que o plantio fosse possível. Lages recebeu 1.700 mudas a mais, por conta de que outros municípios não realizaram os trâmites e essa quantidade acabou sobrando”, comenta Vitor.

Além da região do Salto Caveiras, que recebeu 3 mil árvores, outros dois locais também receberão as mudas; em toda a extensão do rio Carahá e no Acesso Norte da cidade. Ao todo serão 6.700 mil árvores plantadas no município. “Salientamos que a Secretaria do Meio Ambiente também realiza a doação de mudas de árvores, em ações que acontecem nos bairros e na própria secretaria, mediante solicitação. Tivemos alguns problemas de furtos de mudas já plantadas, em outras ocasiões, e isso prejudica nosso propósito de reflorestamento do município”, diz o engenheiro.

Cerca de 20 mil árvores plantadas pelo Estado

A compensação ambiental por meio do plantio de árvores refere-se às emissões da SCGÁS ao longo de 2021. A empresa terceirizada Ambiens Sustentabilidade Integrada foi contratada pela SCGás para realizar uma auditoria nos inventários de gases de efeito estufa da empresa, para enfim ser feita a compensação ambiental por meio do plantio arbóreo de árvores nativas.

Nos anos anteriores esta ação foi realizada em municípios como Florianópolis, Forquilhinha, Jaguaruna e Laguna, compensando as emissões de 2019 e 2020. Somando estes dois anos de compensação, já foram plantadas 11.600 árvores no Estado. Com o plantio realizado em Lages, esse número saltará para quase 19 mil mudas. “Ao todo são 52 municípios. Entramos em contato com as Secretarias do Meio Ambiente para realizar um estudo sobre as áreas que teriam necessidade de reflorestamento e que tragam algum benefício ambiental ao município. Além de espécies com florada, também são solicitadas árvores frutíferas, valorizando o ecossistema ave/fauna. Também verificamos os locais onde existe fiação e a necessidade de plantar árvores com porte menor na altura”, explica o biólogo da empresa, Reinaldo Langer Jaeger.

 

Texto: Aline Tives

Fotos: Nilton Wolff e Marcio Machado (Latino)

Leia também

Deixe um comentário

onze + quatro =