São Joaquim aprova programa escola cívico-militar em iniciativa 100% municipal

Por Luiz Del Moura
Na tarde da última segunda-feira (18), a Câmara de Vereadores de São Joaquim deliberou sobre um importante passo na área educacional do município. Com sete votos favoráveis e um contrário, do Vereador Ilton Carvalho (PT), foi aprovada a implementação do programa escola cívico-militar, em uma ação 100% municipal.

A iniciativa surge em resposta ao corte de verbas por parte do governo federal, que antes financiava o programa. Agora, São Joaquim assumirá todos os custos relacionados à Escola Cívico-Militar, incluindo uniformes, contratação de professores, sendo um deles um capitão, e reforma de escolas. O Vereador Fernando Costa destaca a importância de manter esse modelo de ensino na cidade, considerando os positivos índices de educação dos alunos envolvidos.

“Só que a gente achou interessante não deixar acabar a Escola Cívico-Militar devido aos índices dos alunos, de educação e tudo”, afirmou o vereador.
A continuidade do modelo será na Escola Jurema Hugen Palma, localizada no Bairro Santa Paulina. O Prefeito Giovani Nunes enfatiza a relevância dessa ação para o desenvolvimento positivo dos alunos que participam do programa, destacando a disciplina e o ensino diferenciado proporcionados pela Escola Cívico-Militar.
“Vamos sempre dar ênfase na melhor educação aos nossos munícipes, esse projeto da Escola Cívico-Militar é importantíssimo para o nosso município, pois trará bons frutos”, ressalta o prefeito.

Com essa decisão, São Joaquim reforça seu compromisso com a qualidade da educação oferecida aos estudantes, buscando alternativas e investindo integralmente no programa escola cívico-militar para promover um ambiente de aprendizado diferenciado e disciplinado.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de São Joaquim 

Leia também

Deixe um comentário

17 − 5 =