Inaugura em Lages a urgência e emergência do Hospital Tereza Ramos

A partir do dia 03 de junho, a tão esperada urgência e emergência do Hospital e Maternidade Tereza Ramos abrirá as portas para atendimento da população

Por Claudio Santos

Os empresários da Associação Empresarial de Lages receberam na reunião desta segunda-feira, 20 de maio, a diretora do Hospital Tereza Ramos (HTR), Cristina Subtil, o diretor executivo do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), Éder Gonçalves, a gerente operacional do Hospital Seara do Bem (HSB), Simaia Ribeiro, e o diretor da Unidade de Pronto Atendimento Maria Gorete dos Santos (UPA), Fernando de Aguiar. Este encontro inédito proporcionou uma discussão abrangente sobre o fluxo de atendimento na saúde de Lages, além de atualizações importantes sobre o funcionamento de cada unidade.

A UPA tem sido a principal porta de entrada dos pacientes na rede de saúde, atendendo tanto urgências e emergências quanto casos clínicos leves ou moderados que não recebem assistência na atenção primária. Para que o atendimento seja mais eficiente, sem grandes períodos de espera, é importante que a população fique atenta ao Protocolo Catarinense de Classificação de Risco, que contribui para o acesso qualificado do paciente e prioriza o atendimento por ordem de gravidade (mínima, baixa, média, alta e máxima).

O diretor da UPA informou que a unidade possui 5 consultórios adulto, 2 consultórios pediátricos e uma sala vermelha, e sempre tem profissionais atendendo. “Em um ano que estamos à frente da administração da UPA, já foram atendidos 168 mil pacientes”, destacou. Deste total, quase 12 mil atendimentos foram classificados com risco mínimo ou baixo, ou seja, eram pacientes que poderiam ter sido atendidos nas Unidades Básicas de Saúde, diminuindo o tempo de espera para atendimento.

O fluxo de atendimento da Rede de Urgência e Emergência nos hospitais é determinado pelas habilitações de cada hospital. O atendimento inicial deve ser nas Unidades Básicas de Saúde ou UPA ou que farão o atendimento inicial do paciente, ou pelo SAMU e Bombeiros em caso de pacientes atendidos na rua. Caso haja necessidade, encaminharão para internamento nas unidades hospitalares, dependendo da emergência médica necessária. O HNSP atende emergência ortopédica (alta complexidade), emergência cardiológica e emergência neurológica; o HTR atende emergência obstétrica, emergência oncológica, emergência queimados e emergência bariátrica; e o HSB atende a emergência pediátrica.

O Hospital Nossa Senhora dos Prazeres inaugurou recentemente o ambulatório para atendimento de pacientes particulares e convênios, com atendimento 24 horas. Segundo Gonçalves, anteriormente o atendimento era até às 22 horas, após esse horário os atendimentos eram feitos pelo mesmo médico que estava atendendo o SUS.

A partir do dia 03 de junho, às 9 horas, acontecerá a abertura da urgência e emergência do Hospital e Maternidade Tereza Ramos. A diretora do HTR explicou que a unidade não será uma emergência de porta aberta total, “porque como nós fizemos parte de um grupo de hospitais. Conforme a porta referenciada, os pacientes serão encaminhados via SAMU ou UPA”.

Sheila Rosa

Leia também

Deixe um comentário

13 − treze =