Diretran e órgãos parceiros lançam campanha inédita “Trânsito Seguro – Não beba, não corra, não mate, não morra”

Por Luiz Del Moura

Com duração entre 18 de outubro e 31 de dezembro de 2022, conceito será propagado em forma de cinco peças publicitárias de mídia como spots em veículos de comunicação de rádio, vídeos em televisão, imagens e mensagens em outdoors em pontos com elevado fluxo de veículos, busdoors no transporte coletivo urbano, cards para redes sociais e flyers de distribuição

Aproximadamente 200 mil pessoas da sociedade lageana e da Serra Catarinense deverão ser favorecidas direta e indiretamente pela campanha de redução e prevenção a sinistros de acidentes com mortes e feridos e incentivo a boas práticas de prudência e perícia em ruas e avenidas de Lages, a ser realizada pela primeira vez neste formato no município, intitulada “Trânsito Seguro”, com o tema “Não beba, não corra, não mate, não morra”, com lançamento no fim da manhã desta segunda-feira (17 de outubro), no auditório do Mercado Público Municipal, solenidade prestigiada por autoridades político-administrativas, a exemplo do prefeito Antonio Ceron; vice Juliano Polese; executivo de Trânsito, da Diretoria de Trânsito (Diretran), Newton Silveira Junior; secretário do Planejamento e Mobilidade Urbana, Gabriel Córdova de Jesus; secretários e executivos de pastas municipais variadas; vereadores; lideranças organizacionais, como o Conselho de Segurança de Lages (Consel) e comunitárias; profissionais de imprensa, e comerciantes. À frente da campanha, a idealizadora da mobilização, Diretoria de Trânsito (Diretran), ligada ao Município, com patrocínio da Polícia Militar de Santa Catarina (PM/SC) e Polícia Civil, e apoio de outras instituições de segurança e ordem pública, a exemplo da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A campanha foi produzida pela agência de publicidade TIG, contratada via licitação como prestadora de serviços de divulgação dos atos da administração pública municipal.

Motivada pelo alto número de acidentes provocados por embriaguez ao volante, uso de aparelho de telefone celular ao dirigir, violação e avanço ao sinal vermelho em semáforo e excesso de velocidade, entre vários tipos de desrespeito às leis de trânsito (Código de Trânsito Brasileiro – CTB), sobretudo no quadro crítico dos fins de semana, a conscientização, planejada para ter duração no período de 18 de outubro a 31 de dezembro de 2022, será disseminada em forma de cinco peças publicitárias de mídia como spots em veículos de comunicação de rádio, vídeos em televisão, imagens e mensagens em outdoors em pontos com elevado fluxo de veículos, busdoors no transporte coletivo urbano, cards para redes sociais e flyers de distribuição, com a intenção de abranger motoristas, passageiros familiares ou caroneiros, motociclistas, ciclistas e pedestres de Lages e região que se movimentam embarcados e desembarcados de meios de transporte no perímetro urbano da cidade mais populosa do Planalto Sul. Consequentemente, em torno de 200 mil pessoas.

Pelas estratégias da identificação e aproximação com o público, são situações demasiadas e repetidas da rotina, escancaradas para, propositalmente, ocasionar reflexão. Colisão por distração ao volante em conversa em ligações e por áudios gravados em aplicativo de celular, atropelamento em faixa de pedestre e fora dela e ultrapassagem proibida (faixa contínua) são alguns dos sabores amargos.

A prefeitura, através da Diretran, aplicou investimentos derivados de multas de trânsito, em valores superiores a R$ 150 mil nesta operação especial para resguardar e blindar a integridade física e mental de crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e de suas famílias. Milhões de vida são ceifadas no Brasil e no mundo. Corporações de segurança expõem que a maior parte dos acidentes de trânsito não é acidente, seria evitável. Erros humanos. “Assim como os condutores de veículos automotores ou não, os transeuntes também têm seu dever fundamental neste processo perseverante de um trânsito interminável no dia e noite com deslocamentos inevitáveis ao ambiente de emprego, colégio, hospital, nas metrópoles e nas cidades de interior. E preservar a vida é um compromisso incansável de todos nós. Mudanças de atitudes simples do dia a dia podem salvar vidas. Bastam segundos para que nossa decisão seja categórica e determinante”, recapitula o prefeito Antonio Ceron.

Um trabalho supremo. “A prefeitura e a Diretran atuam obstinadas para diminuir os números de acidentes e ensinar aos cidadãos as combinações perigosas ao volante e fora do carro, nas faixas de pedestres, calçadas, ciclovias e ciclofaixas. Esperamos que a campanha impacte, ainda, os motoristas de veículos de passeio, pick-ups (camionete/caminhonete ou camioneta), utilitários, ônibus e caminhões nas rodovias estaduais e federais, pois os moradores dos municípios vizinhos precisam acessar as BRs e SCs para chegarem a Lages e voltarem aos seus locais de origem. Independentemente de onde estejamos, que saibamos proteger e defender a nós mesmos, a nossa família e as pessoas desconhecidas com o mesmo direito democrático a um trânsito mais cauteloso e humanizado”, desabafa o executivo de Trânsito, da Diretoria de Trânsito (Diretran), Newton Silveira Junior. A campanha poderá ganhar uma prorrogação em 2023.

Mais de 1.230 acidentes e 17 mortes nos mais recentes 12 meses

De acordo com o departamento de Trânsito do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), existe a estatística de 1.231 acidentes de trânsito e 17 mortes registrados nos últimos 12 meses em Lages. Desde janeiro até agosto de 2022 foram computados 778 acidentes de trânsito registrados na cidade, conforme os Boletins de Ocorrência (B.Os.) da Polícia Militar (PM). A maioria, por falta de atenção. A maior incidência está no público masculino – 70% – e as mulheres com 30%.

Foram registrados oito óbitos de janeiro até agosto, em razão de acidentes de trânsito ocorridos. O número sobe para 18 se contabilizado o espaço de tempo de junho de 2021 até agosto deste ano.

O setor de Trânsito do 6º BPM aponta 123 mil veículos registrados em Lages, além daqueles emplacados em diferentes cidades, mas circulantes pelo município. A média de veículos em rodagem diariamente no perímetro urbano é de 80 a 90 mil.

Cinco mil notificações no mês passado. Saiba mais do viés educacional e demais funcionalidades da Diretran

Do início até meados do mês de setembro deste ano foram efetuadas mais de cinco mil notificações pela Diretoria de Trânsito (Diretran). Uso proibido de aparelho celular na direção, falta de uso do cinto de segurança e descumprimento à norma de parada obrigatória perante o sinal vermelho em semáforo são a maioria.

Nas escolas públicas e particulares de Lages, a Diretran executa o Programa Trânsito Seguro, do segmento de Educação no Trânsito, com ensinamentos didáticos e palestras a crianças da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental no aprendizado, desde pequenos, da preciosidade da vida. Na maleta do kit, cinco volumes de apostilas – atividades e brincadeiras relacionadas aos conceitos principiantes de trânsito, métodos de prevenção a acidentes e alfabeto, textos de consideração e orientações de comportamento, leitura e produção de textos e aspectos e informações contextualizadas de trânsito – e um jogo da memória para exercícios de raciocínio. Inclusive, o Programa serve de referência em municípios distantes, como Anita Garibaldi.

A Diretran possui 32 agentes de trânsito, responsáveis pelas atribuições de fiscalização, educação e suporte a instituições de ensino (escolas) e a entidades. Os agentes de trânsito trabalham de segunda a sexta-feira, no horário entre 7h e 23h; aos sábados, das 8h às 16h, e aos domingos, das 8h às 20h.

Texto: Daniele Mendes de Melo

Fotos: Toninho Vieira

Leia também

Deixe um comentário

5 × um =