Portal Expressiva

Blogs e sites Parceiros

Uniplac recebe Workshop sobre[...]

Previsão do Tempo - Epagri/Ciram

Uniplac recebe Workshop sobre Identidade Cultural na Serra Catarinense

  • 19-06-2018
  • Identidade Cultural na Serra Catarinense é tema de Workshop a ser realizado na Uniplac. As atividades serão desenvolvidas nos dias 20 e 21 de junho, no Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET). A proposta busca fortalecer e potencializar a cultura regional por meio de palestras e oficinas que contemplem a definição de objetivos de curto e médio prazo.

    Nos dois dias de Workshop, haverá a presença de produtores rurais, pousadas, vinícolas, fornecedores em geral, artistas, artesãos, agências de propaganda, restaurantes, organizadores de eventos, agroindústrias e tecnologia da informação para a participação de uma rodada de negócios de turismo a ser organizado pelo Sebrae. O coordenador regional do Sebrae, Altenir Agostini, destaca que é importante fazer a inscrição, que é gratuita, antecipada por conta da dinâmica da atividade. “O processo é organizado antecipadamente por um programa de computador para que todos tenham a chance de se apresentar para todos os outros participantes de uma forma rápida e dinâmica”. A sessão será realizada numa parceria com a Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures).

    A secretária executiva do Conserra, Ana Vieira destaca que “o objetivo desse evento será planejar ações de incentivo à discussão de elementos com potenciais indutores de desenvolvimento sustentável de cultura, educação e turismo na região”.

    O evento, uma iniciativa do Governo do Estado por intermédio da Secretaria de Estado Turismo, Cultura e Esporte e conta com apoio da Uniplac, Udesc, IFSC, Epagri, Amures, Cisama, Conserra, Órion Parque, MTG/SC eSebrae ocorrerá durante o período matutino e vespertino, nos dois dias de atividades. As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas no site www.sympla.com.br/workshop---identidade-cultural-na-serra-catarinense__303821

    Palestra com o ex-ministro do turismo  

    O Sebrae promove ainda uma palestra sobre turismo inteligente e cenário econômico para os pequenos negócios com o ex-Ministro do Turismo, Luiz Barreto. A presença de Barreto está programada para às 13h30 do dia 21.

     

  • Comentários
  • PM se prepara para terceira fase da Operação Inverno

  • 19-06-2018
  • A Operação Inverno da Polícia Militar de Santa Catarina é uma das mais complexas do estado pela mobilização de policiais e número de atividades coordenadas. Nesta terceira fase dos trabalhos, iniciados no dia 19 de maio com a abertura do Recanto do Pinhão, a PM intensifica a atuação nos seis municípios com maior movimentação turística na Serra Catarinense. A partir desta segunda-feira (18), 35 profissionais estarão em treinamento com foco operacional em ambientes turísticos.  As atividades teóricas e práticas ocorrem até o dia 29 de junho.

    As instruções para os polícias do 6º Batalhão de Polícia Militar e quatro de outras regiões do estado iniciaram no Batalhão de Aviação com orientações sobre como proceder no socorro à vítima de acidentes. A equipe foi orientada a usar corretamente os equipamentos num possível atendimento, a descer uma montanha, já que na Serra a visita a esses locais é bastante comum, e como auxiliar as profissionais que atendem emergências, como os policias do próprio Batalhão de Aviação, Samu e Bombeiros.

    “É importante nossos policias terem essas noções de atendimento não apenas para os trabalhos da Operação Inverno, mas em qualquer situação em que o cidadão precise de ajuda. A atividade de todos será muito mais ágil e eficaz”, destaca o subcomandante do 6º BPM, major Frederick Rambusch.

    Na programação do curso ainda estão previstas atividades como direção defensiva na condução de viaturas 4X4 e aulas teóricas. Tudo com o objetivo de compreender melhor o contexto turístico, especialmente na preservação da ordem pública.  Aí se incluem conhecer a cadeia do turismo, como orientar o empreendedor de estabelecimentos sobre questões de segurança, bem receber e orientar o turista que visita a região.

    “Além de estar bem preparado para sua função, o policial se torna um agente de turismo. Por isso, temos que oferecer essa capacitação aos nossos profissionais para que a segurança pública seja mais um ponto positivo no desenvolvimento desse setor da região”.

    A terceira fase da Operação Inverno ocorre no mesmo período do Serra Catartina Festival de Inverno, de 29 de junho a 31 de agosto. 

    Texto e foto: Catarinas Comunicação

  • Comentários
  • Bocaina do Sul já possui diagnóstico das potencialidades turísticas

  • 19-06-2018
  • Bocaina do Sul é o terceiro município da Serra Catarinense a receber seu levantamento de potencialidades turísticas elaborado pela equipe da Amures. A devolutiva do diagnóstico dos pontos com apelo turístico, aconteceu na tarde desta segunda-feira (18), na sala de reuniões da prefeitura.

    Foram mais de dois meses de levantamento passando em todas as comunidades do município. Ao todo foram identificados 24 pontos com apelo turístico, entre encostas de montanhas, pousadas rurais, fábricas de artefatos em vime, restaurantes, fazendas, grutas, igrejas, lagoas, cachoeiras, parque de exposições e dentre outros, rios e estabelecimentos de venda de artesanatos e produtos gastronômicos.

    Este mesmo trabalho já foi realizado nos municípios de Ponte Alta e Palmeira, onde foram mapeados 18 e 22 pontos turísticos respectivamente. A devolutiva do levantamento turístico de Bocaina do Sul contou com a presença do prefeito Luiz Carlos Schmuler, secretária executiva da Amures Iraci de Souza e da equipe técnica da Amures a turismóloga Ana Vieira, assessor de imprensa Onéris Lopes e o assessor de informática Anderson Bendik do Amarante.

    Vários proprietários de empreendimentos turísticos mapeados foram convidados para a devolutiva. O trabalho de campo consistiu na identificação dos pontos com georreferenciamento, fotografias, filmagens e atributos de viabilidade com indicação positiva e negativa daquele ponto. Alguns locais foram realizadas imagens 360, que estão disponíveis na internet através do Google/Maps e já contabilizam em menos de três meses, mais de oito mil acessos.

    A secretária executiva Iraci de Souza, lembrou que o diagnóstico de potencialidades é uma ação iniciada ano passado e deve ser concluída este ano, passando pelos 18 municípios. O prefeito Luiz Schmuler agradeceu o trabalho da Amures e disse que o desafio agora é motivar os empreendedores a avançar ainda mais. “Sabemos das nossas potencialidades e agora podemos traçar rotas turísticas de integração impulsionando este segmento importante da economia local”, disse o prefeito.

    Dois DVDs com as informações turísticas de Bocaina do Sul foram entregues ao prefeito. A próxima devolutiva de levantamento de potencialidades turísticas já está sendo preparada para o município de Bom Retiro, pois o levantamento de campo está finalizado.


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • Material reciclável para geração de economia solidária

  • 19-06-2018
  • A Economia Solidária é uma ação totalmente coletiva e que tem por objetivos a busca da autonomia financeira de grupos de diversos locais e temáticas, é praticada por milhões de trabalhadores de todos os ramos, incluindo a população mais excluída e vulnerável, organizados de forma coletiva gerindo seu próprio trabalho.

    Diversas cidades da serra catarinense tem se caracterizado por iniciativas que auxiliam no desenvolvimento econômico e social. Na cidade de São José do Cerrito, o grupo de mulheres “Retalho Feliz” desenvolve há quatro anos um projeto que produz bolsas e pastas de material reciclável, mais especificamente a lona proveniente de banners.

    Um dos apoiadores do projeto em Lages é o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Segundo a coordenadora de relações externas do IFSC, Rita Timmermann, o IFSC auxilia o projeto do grupo cerritense através das suas ações de extensão. “O IFSC identificou o projeto “Retalho Feliz” e apoia através da captação da matéria prima que são banners que não são mais utilizados por empresas e instituições, como a Fundação Cultural de Lages e Secretaria de Assistência Social, por exemplo. Buscamos os banners nos locais e repassamos ao grupo. A partir daí, as mulheres do “Retalho Feliz” produzem as peças que são vendidas com preços de R$ 5,00 a R$ 15,00, e 100% dos lucros são repassados a elas”, informa.

    Rita cita que o projeto nasceu de iniciativas da empresa Dudalina de Blumenau e da Eletrosul, mas que já não estão mais ativos. A proposta agora é a busca de recursos com mais empresas e instituições para a aquisição de maquinário próprio para o desenvolvimento dos produtos. A guia de turismo da Fundação Cultural de Lages (FCL), Izabel Ribeiro, foi uma das articuladoras da parceria entre a FCL e IFSC. “Ao recolhermos os banners das Festas do Pinhão passadas, identificamos que estes não teriam mais uso, e projeto “Retalho Feliz” foi agraciado com a nossa doação. Para nós da Fundação Cultural é muito importante fazer parte de iniciativas da economia solidária”, comenta.

    Doações de lonas de banners podem ser realizadas diretamente no Campus IFSC em Lages, para mais informações, basta ligar para 3221 42 43, com Rita ou Débora, ou 3221 4240, com Luciana.

    Fotos: Fabrício Furtado/Débora Vargas 

  • Comentários
  • Rota Segura interligará o Centro ao Coral

  • 19-06-2018
  • Projeto que prioriza a acessibilidade, prevê, inicialmente, a interligação viária do calçadão central da cidade à avenida Camões, no bairro Coral, estendendo-se também por ramal secundário até alcançar as ruas do entorno do Parque Jonas Ramos, um dos mais belos cartões postais de Lages

    O projeto Rota Segura, contemplando a questão da acessibilidade nas vias urbanas, está sendo elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Obras, da Prefeitura de Lages.O Rota Segura será na verdade uma adaptação ao projeto de revitalização do Centro da Cidade de Lages, no qual se prioriza a acessibilidade às pessoas com deficiência física. Isso compreende a construção de rampas para cadeiras de rodas, linhas de calçadas com piso adaptado às condições especiais de deficientes visuais, por exemplo.

    O Rota Segura prevê, inicialmente, a interligação do calçadão central de Lages à avenida Luiz de Camões, no bairro Coral, estendendo-se, portanto, ao longo da rua Correia Pinto, avenida Presidente Vargas, passando pelo cruzamento com a avenida Carahá, e dali seguindo até a Camões.“As melhorias urbanas na avenida Luiz de Camões segue projeto próprio, para o qual estão sendo esperados recursos provenientes de emenda parlamentar do deputado Gabriel Ribeiro”, destaca o secretário municipal de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi.

    Outro ramal do Rota Segura interligará o calçadão da Praça João Costa às ruas de entorno do Parque Jonas Ramos (Tanque), passando pelas ruas Correia Pinto, Fausto de Souza e Emiliano Ramos (trecho da via Gastronômica).

    “Outra questão a destacar sobre este importante projeto, é que todas as obras públicas da Prefeitura são executadas de acordo com normas e legislação pertinente à acessibilidade. Isso vale para os novos prédios públicos como para as vias reurbanizadas (pavimentadas), seja em áreas centrais ou periféricas”, conclui Bortoluzzi.

    Fotos: Marcelo Pakinha

  • Comentários
  • Ex-ministro fala sobre turismo inteligente e o cenário econômico para Micro e Pequenas Empresas

  • 18-06-2018
  • O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/SC) promove, em Lages, palestra sobre turismo inteligente e cenário econômico para os pequenos negócios com o ex-Ministro do Turismo, Luiz Barretto. O encontro ocorre na quinta-feira (21), no auditório do Centro Tecnológico da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), às 14h, e integra o workshop Identidade Cultural da Serra Catarinense. 

    O ex-ministro vai traçar o cenário atual do turismo no Brasil e no mundo. “Irei fazer uma análise dos números mais recentes do segmento no país, inclusive sobre a atratividade da cidade de Lages para os turistas estrangeiros, a partir dos seus pontos fortes e oportunidades oferecidas”, conta. 

    A palestra segue com uma avaliação do turismo na era digital, abordando as mudanças de comportamento dos turistas, sua demanda por informações cada vez mais rápidas e nos dispositivos móveis, os modelos de negócios e os diferencias das empresas do segmento que estão se destacando nessa área. 

    O palestrante abordará também a aplicabilidade dos Destinos Turísticos Inteligentes no Brasil. “Vou falar sobre a integração da cadeia do turismo, com a inclusão de segmentos de serviços, comércio e indústria que sejam fortes na região e como podem ser aproveitados para potencializar a economia local do município”, acrescenta. 

    Na temática sobre Oportunidades e Alternativas, avalia o cenário econômico e como ele impacta os pequenos negócios de todos os segmentos. Em seguida, ele traça um retrato de quem empreende no Brasil, analisando as razões e o perfil dos empresários, para então focar nas oportunidades e alternativas disponíveis a esse público. 

     “Essa visão das oportunidades é construída a partir dos movimentos de mercado, como o comportamento dos consumidores, cada vez mais ligados à tecnologia e à sustentabilidade. Darei exemplos práticos de como diferenciar os negócios nessa nova realidade de mercado, mostrando que a inovação é possível a qualquer empreendedor, não importa o porte ou segmento no qual atua”, adianta.

     
    Catarianas Comunicação

  • Comentários
  • Educação compra mais de cem aquecedores para Ceims do município

  • 18-06-2018
  • O inverno ainda não chegou oficialmente, mas há algumas semanas as baixas temperaturas já se tornaram frequentes na Serra Catarinense. Para amenizar o frio, dentro da sala de aula, e tornar os ambientes mais quentinhos e aconchegantes para as crianças matriculadas nos Centros Municipais de Educação Infantil (Ceims), a Secretaria de Educação adquiriu 105 aquecedores elétricos.

    “Muitas crianças chegam por voltam das 7h30 e ficam até as 18h30. Muitas escolas já têm aquecedores ou até mesmo ar-condicionado, mas ainda existe essa demanda. Começamos pelos berçários e pretendemos, na medida do possível, adquirir mais aparelhos”, explica Andreia Bortoluzzi, coordenadora da Educação Infantil do município.

    A distribuição dos aquecedores iniciou na tarde desta sexta-feira (15 de Junho). A primeira unidade beneficiada foi o Ceim Maria de Castro Arruda, no bairro São Cristóvão. A diretora Márcia Burlani Regianini recebeu três aquecedores que serão utilizados nas salas dos berçários. “São muito bem vindos os aparelhos, pois alguns que temos no Educandário já estavam estragados, e aqui como todas as salas são muito grandes e com o pé direito alto, precisam de aquecimento extra nos dias mais frios”.

    Fotos: Toninho Vieira

  • Comentários
  • Previsão do Tempo - Epagri/Ciram

  • 18-06-2018
  • Terça-feira (19/06): Tempo: nevoeiros ao amanhecer e sol com poucas nuvens no decorrer do dia. Temperatura: baixa na madrugada, com chance de geada isolada nas áreas altas do Planalto Sul ao amanhecer. Durante o dia, temperatura em elevação. Vento: nordeste, fraco a moderado. Sistema: massa de ar frio no oceano, influenciando com menos intensidade SC.

    Quarta-feira (20/06): Tempo: sol com algumas nuvens em SC, com nevoeiro ao amanhecer. Temperatura: em gradativa elevação. Vento: nordeste, fraco a moderado.

    Quinta-feira (21/06): começa o inverno no Hemisfério Sul às 07h07min!!! Tempo: nevoeiro ao amanhecer e sol com aumento de nuvens no decorrer do dia. Temperatura: em elevação, mais alta no Oeste e Sul do Estado, variando de 28°C a 30°C. Vento: nordeste a noroeste, fraco a moderado com rajadas.

    Sexta-feira (22/06): Tempo: predomínio de nuvens em todas as regiões, no decorrer do dia. Condição de chuva especialmente no Planalto Sul e Litoral Sul, e à noite no Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, devido a aproximação de uma frente fria de fraca intensidade à SC. Temperatura: em elevação, porém não sobe muito por causa da nebulosidade. Vento: noroeste a sul, fraco a moderado com rajadas.

    TENDÊNCIA de 23 de junho a 02 de julho de 2018

    Nos dias 23 e 24/06, a frente fria desloca por SC, provocando chuva no Estado e na sequencia declínio acentuado de temperatura. Próximo aos dias 29 e 30/06, outra frente fria deve passar por SC. Não há indicativo de volumes elevados de chuva até o momento!

    Gilsânia Cruz – Meteorologista (Epagri/Ciram)

  • Comentários