Famílias Cairoli e Tellechea se unem para ofertar terneiras selecionadas no Leilão Catel

Por Luiz Del Moura

Uma antiga parceria entre duas das famílias mais tradicionais da pecuária gaúcha – Cairoli e Tellechea – foi retomada e garantirá a oferta de terneiras selecionadas das raças Angus, Brangus e Ultrablack no Leilão Catel. O remate, que ocorrerá no dia 3 de dezembro, colocará à venda 50 terneiras que carregaram o melhor das genéticas da Reconquista Agropecuária, de Alegrete (RS), e da Rincon del Sarandy, de Uruguaiana (RS). Com Fábio Crespo no martelo, o pregão terá transmissão pelo Lance Rural a partir das 15h.

O Catel resgata a união do jovem José Paulo Cairoli e do cunhado Neco Tellechea na década de 80. Uma parceria encerrada após a morte prematura do líder dos Tellechea e, agora, revivida por Cairoli ao lado do filho Marcelo Cairoli e do sobrinho Ignacio Tellechea em um leilão comemorativo. “Será um dia muito especial e, por isso, preparamos uma oferta única, composta pelas novas gerações de fêmeas das propriedades. São terneiras que futuramente poderão se tornar excelentes mães nos rebanhos que forem inseridas”, garante Cairoli.

Um dos responsáveis por dar sequência ao trabalho do pai, o criador Ignacio Tellechea destaca que não há forma melhor de honrar essa amizade e parceria do que disponibilizando aos clientes exemplares diferenciados. “Vamos encerrar o ano com uma oferta que pode potencializar qualquer rebanho, além de celebrar uma história tão especial iniciada há mais de três décadas. Uma jornada de sucesso mantida até hoje pelo amor à pecuária”, acrescenta Tellechea, cheio de orgulho da nova geração composta pelas netas e neto de Cairoli e Neco, que já agitam os campos da Fronteira-Oeste.

Créditos das fotos: Gustavo Rafael

Leia também

Deixe um comentário

3 + dez =