Meet da Carne valoriza o crescimento da genética bovina na Serra

Por Luiz Del Moura

No final da tarde desta sexta-feira (14), no Parque Conta Dinheiro, produtores e convidados tiveram uma verdadeira aula a respeito da seleção de animais para a melhoria de rendimento de carcaças e produção de carne nobre, através do evento itinerante Meet da Carne. Conforme a palestrante, a superintendente de registros da Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC), Silvia Freitas, o principal objetivo é se aproximar da região de Lages, a partir da percepção do crescimento significativo na Serra, de 45% em melhoramento genético, nos últimos cinco anos.

Ainda de acordo com Sílvia, é visto que as pessoas estão usando os dados de melhoramento genético para fazer as suas seleções. Há o entendimento de que a genética é um assunto complexo, e o Meet da Carne simplifica essa interpretação, e mostra que qualquer criador pode se apoiar nos dados do Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo), de forma gratuita para fazer a própria seleção, seja enquanto comprador de sêmen junto a uma central, ou na compra de touro para monta natural, em arremates.

Além da superintendente de registros da ANC, Silvia Freitas, também palestrou o coordenador do Promebo, Laerte Rochel. Ambos reforçaram aos criadores o caminho para a escolha assertiva de bovinos com base em seus dados, que são disponibilizados na plataforma Origen. O evento também propiciou a promoção da integração entre os criadores e a troca de experiências e práticas sobre o dia a dia nas propriedades. Ao final, houve degustação de carne regada a chope.

Assessoria de Imprensa

Leia também

Deixe um comentário

cinco × 5 =