Sicos e Jucesc discutem mapeamento do Programa SC Bem Mais Simples para facilitar o acesso ao programa

Por Luiz Del Moura

A Secretaria de Estado da Indústria, do Comércio e do Serviço (Sicos) e a Junta Comercial do Governo de Santa Catarina  (Jucesc) se reuniram na última sexta-feira, 18, para discutir o mapeamento e estruturação dos processos do Programa SC Bem Mais Simples. O objetivo é facilitar ainda mais o acesso ao Programa, que torna a abertura de empresas no Estado muito mais rápida.

A reunião contou com a participação da especialista do Núcleo de Processos (Nuproc), Cristina Couldrey, o secretário do Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas, Elton de Jesus, o servidor João Luiz Contini Smielewski, o presidente da Jucesc, Fernando Baldissera, além de servidores técnicos da Jucesc.

O encontro serviu para trabalhar na melhoria do processo do Programa, utilizando a metodologia BPM, uma prática que permite sistematizar e facilitar os processos individuais e complexos de uma organização.

Para o secretário do Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas, Elton de Jesus, a reunião e o planejamento de divulgação de informações vai resultar em uma maior organização, agilidade e controle interno governamental. “É uma atualização interna no fluxo do processo. Já a divulgação assertiva vai nos ajudar a atingir ainda mais municípios do Estado”, destaca.

“Uma vez concluído todo processo, espera-se ampliar a divulgação nos municípios para que estes conheçam os benefícios em aderir ao Programa, bem como, ampliar a compreensão por parte dos empreendedores sobre os  trâmites necessários para o registro de suas empresas por meio do sistema informatizado e automatizado, que possibilita a completa comunicação entre os órgãos de licenciamento, viabilizando a abertura em até 12 horas ou até menos”, destaca a  especialista do Núcleo de Processos (Nuproc), Cristina Couldrey.

Sobre o SC bem mais Simples:

O Programa tem como propósito viabilizar o imediato funcionamento das atividades empresariais/institucionais, com base nas informações da Autodeclaração, a ser fornecida pelo empreendedor, e que atenda aos critérios estabelecidos pelos órgãos que compõem o comitê gestor do programa.

É por meio do SC Bem Mais Simples, que as atividades de baixa complexidade são liberadas rapidamente e destravam a fila dos casos mais complexos, que terão seus prazos de análise reduzidos, permitindo que empresas sejam abertas de forma muito mais ágil.

Assessoria de Comunicação da Indústria, do Comércio e do Serviço

Leia também

Deixe um comentário

16 − 10 =