Sindicato Rural de Lages inicia neste sábado (27) as aulas do Curso de Zootecnia

Por Luiz Del Moura

O Curso de Zootecnia contempla 35 alunos. Serão aulas práticas e teóricas, totalmente gratuitas, na modalidade a distância com 60% da carga horária, e 40% em polos presenciais e em visitas técnicas. Após dois anos, a formação garante diploma com a marca Senar, homologado pelo Ministério da Educação. O Curso que inicia neste sábado, 27, às 8 horas, é ideal para jovens e adultos que vivem e trabalham no campo, e desejam formação profissional relacionada à produção pecuária e ao processamento de alimentos de origem animal.

A realização do Curso de Zootecnia, no Polo de Lages faz parte do esforço da diretoria do Sindicato Rural, que conta junto à sede com uma estrutura completa para as aulas, com três salas, incluindo de informática, biblioteca e auditório. O ambiente, regulamentado pelo Ministério da Educação, comporta dois ou mais cursos. “Ficamos sabendo que esse curso estava sendo implantado em alguns polos, e fizemos o pedido ao presidente da Faesc, para que também fosse incorporado ao nosso Sindicato, e nosso pleito foi atendido pela Federação e pela CNA, em Brasília”, disse o dirigente da entidade de Lages, Márcio Pamplona.

As inscrições foram feitas todas de forma online. E, a seleção feita através do sistema da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O Sindicato Rural não tem nenhuma ingerência no processo e não interfere por grupos preferenciais. O público alvo abrange produtores rurais e suas famílias, ou funcionários do campo, ou seja, somente ligadas ao setor rural. “Nossa proposta é a de sempre qualificar as pessoas do meio rural, como temos feito há muito tempo”, ressalta Márcio.

Ainda de acordo com Pamplona, a partir desse trabalho de formação em vários setores do campo, amplia-se a capacidade profissional, a rentabilidade e a produtividade no meio rural. Além disso, para os próprios funcionários existem cursos de qualificação, tais como, de operação de trator, operação de motosserra, operação de roçadeira, inclusive, de preparo de carne de ovinos. “Há também cursos de maior duração, como o de Assistência Técnica”, em andamento, no qual, nós temos vários produtores que estão sendo brindados com qualificação”, conclui.

Assessoria de Imprensa

Leia também

Deixe um comentário

1 × 3 =