Carmen Zanotto começa sua campanha no Estado de Santa Catarina

Por Luiz Del Moura

Carmen Zanotto (Cidadania) começou sua campanha em Santa Catarina. A parlamentar levará às ruas suas propostas para continuar cuidando das pessoas e lutando por um Estado economicamente próspero, politicamente democrático, socialmente justo e ambientalmente sustentável.

Carmen é uma das vozes mais influentes na Câmara dos Deputados. Desde que assumiu uma das cadeiras do legislativo federal, ela pautou sua atuação em várias frentes de trabalho, como a defesa da saúde, de mais recursos para o sistema público, de leis para que os pacientes possam ser atendidos mais rápido e a valorização da enfermagem.

Biografia

Formada em Enfermagem e Obstetrícia, Carmen Zanotto é especialista em Administração Hospitalar; Saúde Pública e Recursos Humanos, com formação em Políticas para Primeira Infância, na Harvard Business School, nos Estados Unidos. Considerada uma parlamentar mediadora e articuladora política, é destaque pelo conhecimento em saúde pública. Defende os direitos das pessoas com câncer, idosos, pessoas com deficiência, mulheres vítimas de violência e os cuidados com a primeira infância.

“Meu propósito de vida mora na minha história”, destaca a parlamentar. A deputada foi relatora do projeto que se tornou Lei 14.344/22, conhecida como Lei Henry Borel, que amplia medidas protetivas para crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica ou familiar. Também foi relatora do projeto que deu origem à Lei de Emergência Sanitária (Lei 13.979) da Covid-19. É autora do PL 1941/14 que retira da legislação atual a exigência de consentimento de ambos os cônjuges para os métodos contraceptivos definitivos, laqueadura e vasectomia.

É coautora do PL 1998/20, que autoriza e define a prática da Telemedicina em todo o território nacional. É presidente da Frente Parlamentar Mista da Saúde, Vice-presidente da Frente Parlamentar, da Frente Parlamentar Mista das Micro e Pequenas Empresas, 2ª vice-presidente da Frente Parlamentar das Doenças Raras. Foi relatora da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19. Coordenou o grupo de trabalho sobre o novo piso salarial da enfermagem no País, apoiou e trabalhou pela aprovação dos Piso dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias. Coordenadora da Frente Parlamentar da Primeira Infância na Região Sul.

Atuação forte na área da saúde e em defesa da enfermagem

Carmen é autora da Lei dos 60 dias, que garante aos pacientes com câncer início do tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS) no prazo de até 60 dias, e da Lei dos 30 Dias, que assegura ao paciente com suspeita de câncer o limite de 30 dias para a realização de exames pelo SUS. Além disso, é dela a Lei do “Outubro Rosa”, que dispõe sobre as atividades de campanha para a conscientização e prevenção sobre o câncer de mama. Também criou a Lei que prevê a coleta de informações sobre o autismo no censo do IBGE. Desde que ocupou uma das cadeiras na Câmara dos Deputados, em 2011,

Carmen já apresentou 218 projetos de leis, foi relatora de 278 projetos, fez 1.332 pronunciamentos e teve seis leis aprovadas. Só em recursos para Santa Catarina, Carmen já destinou R$ 391 milhões para todas as regiões do Estado.

Gabinete Carmen Zanotto

Leia também

Deixe um comentário

cinco × três =