Projeto da Amures vai modernizar Aeroporto Regional da Serra Catarinense

Por Luiz Del Moura

O presidente da Amures prefeito de Anita Garibaldi, João Cidinei da Silva e o prefeito de Correia Pinto, Edilson Germiniani, entregaram ao Secretário de Estado dos Portos, Aeroportos e Ferrovias Beto Martins, projeto técnico de melhorias no Aeroporto Regional da Serra Catarinense, em Correia Pinto. A agenda foi programada pelo deputado estadual Lucas Neves, que destinará emenda de R$ 1.5 milhão para ajudar nos custos de execução da obra.

A audiência aconteceu na tarde desta quinta-feira (11), no gabinete do secretário Beto Martins. O projeto foi desenvolvido pela equipe de engenharia da Amures e o custo total das melhorias deve alcançar R$ 3 milhões. A apresentação técnica foi do engenheiro da Amures, James Clauberg, que falou sobre o processo de revitalização e modernização do Aeroporto Regional.

O gerente de Aeroporto da secretaria de Estado, George Francisco Picinato, acompanhou a apresentação e tirou dúvidas dos participantes sobre questões técnicas. Assim como o responsável da Infracea, no Aeroporto Regional, Márcio Padovan. A reunião foi acompanhada também, pelo secretário executivo da Amures, Walter Manfroi, presidente da Acil, Antônio Wiggers e o diretor de logística da Acil, Anderson de Souza.

A modernização do terminal do aeroporto bem como atração de novas companhias aéreas é um compromisso do governo do Estado com os empresários da região. Para o presidente da Amures, as melhorias devem atrair mais usuários e ajudar para que novas companhias venham operar no aeroporto.

“Sabemos que a ocupação média de embarque oscila na faixa de 75% e a de desembarque acima de 70%. Importante essa modernização para ampliar a oferta de voos e otimizar o funcionamento para nossa população”, comentou João Cidinei da Silva. Segundo dados da Infracea, mais de 30 mil pessoas estão passando pelo aeroporto por ano.

As melhorias no aeroporto são consideradas essenciais para o desenvolvimento econômico da região. Especialmente no turismo, pois o aeroporto é considerado uma das principais portas de entrada de visitantes aos municípios da Serra Catarinense.

Leia também

Deixe um comentário

19 − 2 =

1 Comentário

Claudio Lemes Louzada 12/04/2024 - 15:30

Parece uma boa notícia. Mas, quando a AMURES irá unir esforços para que terminem a capenga pista de apenas 1.300m de SÃO JOAQUIM para 1.600m de comprimento, e assim, permitir voos com as aeronaves executivas e com o turboélice regional de 70 lugares?
Para o secretário Beto Martins, de portos, aeroportos, ferrovias, estações espaciais, transporte interplanetário e outros, qualquer pista de 1.100m é gigantesca, uma vez que, em seus curtos pensamentos logísticos, 1.100m pode receber o Caravan de apenas 09 passageiros e suas passagens caras.

Resposta