Oficinas de Páscoa da Secretaria da Assistência Social e Habitação são elaboradas para beneficiar a renda suplementar de 120 mulheres em Lages

Por Luiz Del Moura

Os simpáticos coelhinhos da Páscoa são símbolos angelicais de serenidade, e ainda trazem consigo as boas sensações de um tempo de esperança após o abrandamento da pandemia do novo coronavírus, gerador da doença Covid-19, com renovação de energias. A elegância do coelho da Páscoa, ícone do renascimento e da vida nova, e o cheiro de chocolate, já invadem e transbordam o clima com antecedência, nos 40 dias de Quaresma, até o Domingo de Ramos, e posteriormente, na Semana Santa. As crianças ficam entusiasmadas e alucinadas com as cores e modelos ornamentais e funcionais que parecem transporem o limite do imaginário e pularem ao mundo real.

A Páscoa será no dia 17 de abril, um domingo inabitual. Em Lages, como na maioria das cidades, a exemplo de Pomerode, referência nacional e internacional pela Osterfest, em sua 14ª edição em 2022, a data promete ser motivação para artesãos comercializarem seus elementos temáticos fabricados manualmente e incrementarem os rendimentos financeiros de maneira significativa. Cinco ambientes de venda têm como mantenedoras a prefeitura de Lages, pela Secretaria da Assistência Social e Habitação, e a Fundação Cultural de Lages (FCL): Empório das Artes, no Calçadão da Praça João Costa, e Empório da Serra, Espaço Arte dos Bairros e Empório das Artes, todos estes três no Mercado Público Municipal (os quatro amparados pela Assistência Social), e a Casa do Artesão, ao lado da Fundação Cultural de Lages (FCL) e do Museu Thiago de Castro (MTC), supervisionada pela própria Fundação.

O Poder Público, para expandir a cooperação, lançou 20 oficinas artesanais de Páscoa de qualificação profissional para mulheres iniciantes e intermediárias, idealizadas por parte da Secretaria da Assistência Social e Habitação e coordenadas pela Diretoria de Inclusão e Cidadania, atrelada a esta pasta municipal, e com ensino das técnicas de colagem em pano, ponto caseado, fuxico e patchwork. As lojas envolvidas nos cursos são Empório das Artes, Empório da Serra e Espaço Arte dos Bairros. No público-alvo, mulheres residentes nos bairros de Lages, de faixas etárias e perfis variáveis.

Foram ofertadas 120 vagas com 20 alunas por dia. Cada turma terá duas oficinas para o término da peça produzida. As inscrições já foram encerradas.

As aulas iniciaram nesta semana, dia 21 de março (segunda-feira), e seguirão até dia 7 de abril (quinta-feira), com encontros das 14h às 16h30, excepcionalmente na praça de alimentação do Mercado Público Municipal, localizada na área central do térreo do prédio. Três artesãs monitoras se prontificaram junto à Diretoria de Inclusão e Cidadania a um trabalho totalmente voluntário.

O projeto neste formato é inédito, surgido em 2022. “Motivar as mulheres na iniciação e ao desenvolvimento de novas habilidades no artesanato com a missão de qualificar e a finalidade de ampliar os ganhos”, observa a coordenadora de Inclusão e Cidadania, Rita da Graça Muniz.

Um período festivo que pode atribuir mais dinheiro no bolso das pessoas. “A data das celebrações de Páscoa figura entre as principais e mais tradicionais para as famílias formarem uma renda extra a partir da confecção de artigos decorativos e utilitários às residências e pontos comerciais em suas vitrines. Capacitação profissional, uma das subdivisões do trabalho da prefeitura para a comunidade alcançar independência econômica ao apresentar produtos de qualidade a moradores do município e turistas, encantados com o capricho, talento e categoria. Seja uma Páscoa frutífera a Lages”, almeja o prefeito Antonio Ceron.

Emancipação e livre arbítrio. O secretário da Assistência Social e Habitação, Jean Pierre Ezequiel, explica as razões de o Município prestar seus serviços diariamente à população em busca da realização de seus projetos pessoais, profissionais e coletivos. “A Secretaria da Assistência Social e Habitação, através de cursos, oferece aos cidadãos uma oportunidade de conquistarem sua autonomia, e divulgar suas vocações e as técnicas aprendidas com os instrutores”.

Projeto Bairros das Artes em abril

Os cursos do Projeto Bairros das Artes serão retomados a partir da segunda quinzena de abril. As interessadas podem procurar um dos oito Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s) do município.

Informações adicionais podem ser acessadas por telefone: 3019-7450, ou pessoalmente, na sede administrativa da Diretoria de Inclusão e Cidadania – situada na Praça do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) – Estação Cidadania, localizada na rua Archilau Batista do Amaral, bairro Universitário, próximo ao Ginásio Municipal de Esportes Jones Minosso. A Diretoria de Inclusão e Cidadania funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Texto: Daniele Mendes de Melo

Fotos: Diretoria de Inclusão e Cidadania/Di

Leia também

Deixe um comentário

20 − 12 =