Governo do Estado lança Estação Inverno 2024 para impulsionar o turismo planejado nos dias de frio

Por Luiz Del Moura

Apostando mais uma vez no potencial turístico de Santa Catarina também nos dias mais frios do ano, o Governo do Estado une setores estratégicos e lança a segunda edição do Estação Inverno. A ideia é, para além do turismo, impulsionar todas as atividades também impactadas com o fluxo de turistas. O lançamento foi feito nesta sexta-feira, 24, pelo governador Jorginho Mello e pelo secretário de Estado do Turismo, Evandro Neiva, durante a abertura da Festa do Pinhão em Lages.

“Todos nós sabemos que nacionalmente é uma festa reconhecida pela promoção do turismo, pelo encontro das famílias. É uma festa tradicional, é uma festa que une toda a região com esse frio aconchegante. E agora, esse ano nós estamos lançando aqui a Estação de Inverno. O que quer dizer isso? Quer dizer que nós queremos promover a neve, o frio, o vinho, as belezas naturais. Então no dia que inicia o inverno, a gente vai transferir o Governo de forma simbólica para Lages e São Joaquim, para que a gente possa comemorar junto com as vinícolas, vamos trazer a imprensa nacional e promover ainda mais nosso inverno e nosso estado”, afirmou o governador Jorginho Mello.

Foto: Roberto Zacarias / SECOM

Assim como no primeiro ano, o Governo do Estado une setores e parceiros para dar ao inverno a mesma relevância que a temporada de verão já ocupa em Santa Catarina. A intenção é aumentar o fluxo econômico, oferecer suporte às atrações de inverno, e, assim, influenciar para que outras estâncias turísticas também busquem reconhecer e investir no potencial durante os meses de frio, do Litoral ao Oeste.

Foto: Roberto Zacarias / SECOM

“A Estação Inverno é uma maneira do Governo do Estado mostrar que os setores organizados e unidos conseguem também fazer do frio um protagonista em Santa Catarina. Demos o primeiro passo em 2023 e agora estamos avançando no projeto. E lançar aqui na Serra e na Festa do Pinhão é muito simbólico, porque temos uma região de frio, a cada ano mais preparada, em uma festa já tradicional, que também vê o frio como um atrativo”, destacou o secretário do Turismo, Evandro Neiva.

Filha de Lages, a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, fez questão de prestigiar o lançamento. “É fundamental para nós, porque nós precisamos cada vez mais desenvolver o turismo da Serra Catarinense e o inverno é uma das nossas principais atrações junto com belas pousadas, restaurantes, o vinho, enfim, mesmo com o frio tem o calor acolhedor de cada lageano, de cada Serrano. Iniciamos com a Festa do Pinhão e a gente vai ter continuidade então agora com a Estação Inverno que vai marcar em definitivo essa característica que nós temos aqui na região Serrana.”

Temporada de inverno 2023

Os números alcançados no inverno de 2023 já mostram avanços. A pesquisa da Fecomércio, parceira do Estado na Estação Inverno, mostrou que, entre julho e agosto do ano passado na região Serrana, os gastos dos turistas, em que são calculados os custos com hospedagem e alimentação, cresceram 17% comparado a 2022. Além disso, o gasto com lazer também aumentou 14% em relação à média histórica.

Leia também

O tipo de hospedagem mais usado foi os hotéis: 60% dos turistas em 2023 se hospedaram na rede hoteleira. A pesquisa apontou ainda que a procura por alimentos e bebidas catarinenses também cresceu, com 84% dos entrevistados afirmando que experimentaram ou iriam experimentar itens alimentícios da Serra. “Nós trabalhamos com o inverno da mesma forma com que o verão sempre foi tratado pelo Estado, diminuindo a sazonalidade e transformando o frio em um produto turístico”, complementou Neiva.

Outras frentes de trabalho

Polícia Militar de SC

A PMSC lançou a Operação Estação Inverno 2024 em ato realizado em Urubici também nesta sexta, 24. A Operação vai até o dia 9 de setembro. Cerca de mil policiais militares serão empregados para executar policiamento ostensivo geral, auxiliando os turistas nos pontos de maior concentração de pessoas, agindo preventivamente e garantindo a segurança de visitantes e moradores.

“É um conceito adotado pelo governador Jorginho Mello, desde o começo do governo de tratarmos as operações nas quatro estações. Então encerramos a operação Estação Verão foi uma das melhores da história da corporação. O turista que vier para cá aproveitar o frio da Serra Catarinense será muito bem cuidado pela Polícia Militar e pelas demais forças policiais”, explicou o comandante-geral da PMSC, coronel Aurélio Pelozato da Rosa.

:: Leia também: Governador inaugura quartel da Polícia Militar em Painel na região Serrana

A operação receberá reforço policial nas cidades e nas rodovias estaduais de acesso às cidades de Lages, Bom Jardim da Serra, Bom Retiro, São Joaquim, Urubici, Itá, Urupema, Praia Grande, Treze Tílias, Rancho Queimado e Campo Alegre.

Polícia Civil

Já a Polícia Civil de Santa Catarina prevê uma operação entre 1º de agosto e 5 de setembro, concentrada em Lages e São Joaquim. As duas cidades vão contar com 108 viaturas, entre as já existentes nos locais e as que vão reforçar a ação, sendo 89 em Lages e 19 em São Joaquim. O número de policiais também vai ser reforçado, chegando a 160 entre delegados, escrivães, agentes e psicólogos.

Corpo de Bombeiros Militar:

O CBMSC promove a Operação Inverno Seguro, em especial na região Serrana. Entre as ações:

a) Prevenção de acidentes na colheita de pinhão:

De abril a junho é feita a colheita do pinhão, envolvendo principalmente moradores das áreas rurais. Os procedimentos envolvem riscos. Assim, o Corpo de Bombeiros Militar mantém no período campanha preventiva com produção e divulgação pelas mídias de orientações sobre a segurança, além de palestras aos coletores da semente.

b) Prevenção aos incêndios e acidentes decorrentes do uso fogões/lareiras/aquecedores:

O uso  de equipamentos e métodos para aquecimento de ambientes pode resultar e potencializar ocorrência de incêndios e outros acidentes. Desta forma, o CBMSC na região Serrana e outras regiões frias do estado produz material sobre medidas e dicas de prevenção aos incêndios e acidentes. Há ainda campanhas de divulgação pelas mídias e palestras.

Será intensificada ainda a Operação Alerta Vermelho, na qual os bombeiros militares visitam casas, especialmente nas comunidades mais vulneráveis, para avaliar a segurança das residências e transmitem aos moradores dicas preventivas para evitar incêndios e outros acidentes domésticos.

c) Operação Serra Mais Segura:

  • Adoção de medidas ativas e antecipadas visando a segurança contra incêndio e pânico para a realização da Festa do Nacional do Pinhão.
  • Reforço de recursos operacionais para a execução de ações preventivas e atendimento de eventuais ocorrências
  • Reforço ocasional de recursos operacionais para a execução de ações preventivas e atendimentos de ocorrências nos municípios de Bom Jardim da Serra, São Joaquim, Urubici e Urupema, conforme demanda decorrente da previsão do tempo, quando aponta para grandes quedas na temperatura, com possibilidade de neve e geadas, atraindo alto número de turistas.

Polícia Científica

A Polícia Científica intensifica sua atuação nas regiões turísticas para lidar com o aumento de pessoas e atividades em decorrência da chegada do frio. As ações são fortalecidas em pontos específicos, como atendimento em locais de crimes e acidentes de trânsito, identificação civil e criminal, e atendimento de medicina legal.

Leia também

Deixe um comentário

4 × 2 =