Dupla que matou taxista em latrocínio é condenada a 53 anos de prisão em Otacílio Costa

Por Luiz Del Moura

Dois homens foram condenados a penas individuais de 26 anos e 8 meses de reclusão, em regime fechado, por latrocínio na comarca de Otacílio Costa, na Serra Catarinense. Os réus roubaram o veículo, celular e dinheiro de um taxista e o mataram com chutes e socos na cabeça. O crime ocorreu no dia 17 de maio de 2021, no bairro Igaras.

Com o pretexto de fazer uma corrida, os denunciados chamaram o taxista por volta das 5 da manhã. O objetivo era subtrair os bens da vítima, conforme narra a denúncia. Eles desferiram inúmeros chutes e socos na região da cabeça, o que causou traumatismo crânio encefálico e resultou na morte do homem.

Depois das agressões, abandonaram o corpo do taxista na rua. Com o táxi da vítima foram até a casa de uma terceira pessoa, que ficou encarregada de ocultar o veículo. Já os dois acusados ficaram responsáveis em trocar os produtos do crime por droga. O terceiro envolvido, que não tinha ciência do latrocínio até o momento em que os outros dois homens chegaram em sua casa, também foi condenado pelo crime de favorecimento real, porém já cumpriu a pena privativa de liberdade de um mês de detenção.

Na sentença, a juíza Helena Vonsovicz Zeglin negou aos dois condenados por latrocínio o direito de recorrer em liberdade. Eles responderam ao processo presos. (Autos nº 5001360-40.2021.8.24.0086).

NCI/TJSC – Serra e Meio-Oeste

Leia também

Deixe um comentário

3 + 18 =