Cirurgia inédita de implante para surdez é realizada em Lages

Procedimento é voltado a quem é diagnosticado com surdez condutiva e mista

Por Claudio Santos

A primeira cirurgia de implante coclear de Lages aconteceu no Hospital Seara do Bem, nesta segunda-feira, dia 29. Antes, o procedimento voltado a quem é diagnosticado com surdez condutiva e mista, e vive na região serrana catarinense era feito em Florianópolis. A cirurgia consiste na implantação de um dispositivo eletrônico colocado sob a pele onde ele é conectado ao pino de condução óssea (BI300) para enviar os sinais de audição diretamente ao seu ouvido interno.

“É muito gratificante poder realizar a primeira prótese ancorada do tipo OSIA na serra catarinense. Sabemos que no Estado há poucos centros que realizam esse tipo de procedimento e saber que a partir de agora Lages é mais uma opção, para mim que sou daqui, é uma alegria sem fim” pontua o otorrinolaringologista Dr. Eduardo Vieira Couto, de Lages, que coordenou a cirurgia.

Além de colocar Lages na história, a cirurgia traz esperança para quem tem surdez condutiva e mista. Esse é o caso do primeiro paciente a passar pelo implante na cidade. O momento agora é de espera e ansiedade, já que em torno de um mês após a cirurgia realizada, o paciente Lucas Maccari Moreno, 21 anos, ouvirá pela primeira vez sem o auxílio de aparelho convencional. “Eu quero muito melhorar a minha qualidade de vida. Desde de setembro de 2016 tenho perda auditiva e isso compromete demais. Estou ansioso”, conta ele.

Para a fonoaudióloga Ana Carla Cardoso, responsável pela Microsom em Santa Catarina, o momento é de extrema alegria. “Daqui a praticamente um mês o dispositivo do paciente que passou pela cirurgia será ativado por mim. Estamos confiantes que será um sucesso”, conta Cardoso.

Sobre o Osia

O Osia é um implante osteoancorado para surdez condutiva e mista, para perda auditiva unilateral (de um lado somente) ou ainda para pessoas que não possuem o pavilhão auditivo (orelha). Indicado para pessoas com perda auditiva até 55 dB SNHL, isso significa que ele pode cobrir uma vasta gama de níveis de perda auditiva e continuar a ajudar a pessoa a ouvir, mesmo se a sua perda auditiva piorar ao longo do tempo. Projetado para implantar e feito para durar, o transdutor Piezo Power tem um design completamente diferente dos transdutores de condução óssea tradicionais. Sem movimentos entre as partes, a tecnologia é bem adequada para fornecer um desempenho e uma longa durabilidade. O processador do Osia ainda se conecta com o iPhone, trazendo modernidade e praticidade para ouvir transmissão de dados e música.

Leia também

Deixe um comentário

quatro × 2 =