Eleição da diretoria movimenta a Associação e Sindicato Rural de Lages

Por Luiz Del Moura

As inscrições de novas chapas para a eleição da nova diretoria da Associação e Sindicato Rural de Lages encerraram no último dia 14. Uma única nominata foi apresentada, encabeçada pelo atual presidente Márcio Cícero Neves Pamplona, que se encaminha para o quinto mandato seguido. No próximo dia 30/11, em Assembleia Geral, a confirmação dele e dos demais dirigentes será feita por aclamação, por mais quatro anos.

A reeleição de Presidente por mais tempo faz parte da mudança do estatuto da entidade. Outra alteração, feita ainda na eleição passada da diretoria, ampliou também de três para quatro anos, visando alinhar com as eleições da Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina (FAESC). Pois, o Presidente do Sindicato é naturalmente o vice-presidente regional da entidade estadual, e responde por todos os sindicatos da região, perante à Federação.

Segundo Márcio Pamplona é muito difícil assumir a presidência de uma entidade e se envolver por um curto tempo. Há muitas demandas que vão além de um ou dois mandatos. Cita como exemplo as tratativas inerentes aos produtores da Coxilha Rica notificados pelo Ibama. “São responsabilidades que precisam ser acompanhadas, por mais que existam pessoas dispostas a dar prosseguimento aos processos”, ressalta Pamplona.

Mudanças na Diretoria

A diretoria que conta com 12 componentes terá apenas duas mudanças estratégicas junto ao Conselho. Numa das funções, o convite direcionado à Julliana Gonçalves Gamborgi Menezes garante a presença feminina, para que ela possa atuar em projetos ligados à participação da mulher no agro. Na segunda mudança, a inclusão do produtor Célio Zamban Junior.

Entre as novidades da próxima gestão, está a criação de um Conselho Consultivo. Porém, não depende de eleição, e será composto por cinco integrantes. Os membros serão convidados pelo presidente, a partir do entendimento de que eles poderão contribuir para a entidade, estando muito próximos das decisões da diretoria, fortalecendo todo o grupo de trabalho.

Avaliação

Desde que iniciou na presidência do Sindicato, em 2009, quando sucedeu Suenon Lisboa, foram realizadas diversas obras, como a construção de um depósito próprio, a cobertura e ampliação da área de mangueiras, revitalização de todos os pavilhões e da pista de remates, com transmissão online dos leilões, construção de um restaurante, sede social para os associados. Destaque ainda para o Polo de Ensino, no segundo piso da sede, que conta atualmente com três cursos técnicos, e a instalação do Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária – ICASA, dentro do Parque. Além disso, o controle e a locação do Parque para vários eventos, em especial, para a Festa do Pinhão. “Portanto precisa adequar e manter o espaço para todas as demandas”, disse.

Por fim, a grande responsabilidade como presidente da entidade será dar prosseguimento ao forte trabalho junto aos produtores, especialmente na representação e na defesa deles, do patrimônio e de toda a atividade rural no dia a dia, entre outras demandas que vão surgindo ocasionalmente.

CHAPA REGISTRADA

ELEIÇÃO – DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2023

DIRETORIA EFETIVOS E SUPLENTES

PresidenteMárcio Cícero Neves Pamplona
Vice-PresidentePaulo Ricardo Castagna
1º SecretárioLuciano Ávila Lopes
2º SecretárioLeonardo de Camargo Alves
1º TesoureiroLauro Varela Martins
2º TesoureiroCláudio Borges de Camargo

CONSELHO FISCAL 

EFETIVOSSUPLENTES
Evandro Boeira MachadoZenor José Zamban
Marcelo Tadeu Vieira RamosAristorides Tadeu Ribeiro de Melo
Julliana Gonçalves Gamborgi MenezesCélio Zamban Junior

Por PCV Assessoria & Comunicação

Leia também

Deixe um comentário

oito − oito =