Prefeitura de Lages substitui sistema de irrigação do estádio Vidal Ramos Junior

Por Luiz Del Moura

O Campeonato Catarinense de Futebol da Série B se aproxima e falta pouco para o Inter de Lages entrar em campo, mas para o Leão Baio rugir alto no estádio Vidal Ramos Júnior (Tio Vida), o gramado deve estar nas melhores condições. Pensando nisso, a Prefeitura de Lages, por meio da Fundação Municipal de Esportes, restaurou o sistema de irrigação do estádio à espera do Colorado Lageano começar o campeonato, além de outros campeonatos que são disputados no local.

O sistema de irrigação do Tio Vida não era trocado há anos, o que dificultava manter o bom estado do gramado para os jogos, algo fundamental no desempenho dos times em campo.

Entenda o sistema de irrigação para campo de futebol

•          Reservatório de Água: é necessário para garantir o abastecimento de água durante toda a rega;

•          Sistema Moto Bomba: é responsável pela captação da água do reservatório (sucção) e distribuição da água pelas linhas de tubulação com a pressão necessária para que os aspersores funcionem e atinjam seu ângulo ótimo de operação;

•          Tubulação: leva a água pressurizada da moto bomba até os emissores nas linhas de irrigação;

•          Abertura e Fechamento das Válvulas: pode ser Manual ou Automático. São as válvulas solenoides ou registros que vão abrir e fechar para irrigar cada setor do campo separadamente, dentro do período de tempo de cada estação.

•          Aspersores Rotores: responsáveis pela emissão de água no gramado.

Funcionam através de rotação de 40º a 360º possibilitando um ajuste perfeito de abertura. Tem alcance de até 25 metros.

Texto: Lucia Chaves

Fotos: Divulgação

Leia também

Deixe um comentário

três × 2 =