Secretaria Municipal de Saúde promove Capacitação em Notificação de Doenças Compulsórias

Por Luiz Del Moura

Ao todo, 70 profissionais foram qualificados a identificar uma situação e como notificar no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN)

Profissionais da saúde do município receberam capacitação com foco na notificação de doenças e agravos de notificação compulsória nesta terça-feira (19), conforme a Portaria número 204, de 17 de 2016. O evento foi promovido pela Prefeitura de Lages, através da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Epidemiológica.

Mais de 70 profissionais de saúde participaram da capacitação, enfermeiros e técnicos de enfermagem que representaram as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, Hospital Seara do Bem Materno Infantil e Unidade de Pronto Atendimento (UPA), além dos profissionais da Atenção Primária e Especializada.

A notificação compulsória de doenças e agravos desempenha um papel crucial no monitoramento da saúde pública do município. Ela permite que as autoridades de saúde rastreiem e respondam rapidamente a surtos de doenças transmissíveis, como doenças respiratórias, zoonoses, doenças sexualmente transmissíveis e outras enfermidades que representam ameaça à comunidade.

Durante a capacitação, os participantes tiveram a oportunidade de aprofundar seu conhecimento sobre as diretrizes da Portaria número 204/2016, que estabelece a obrigatoriedade da notificação de doenças específicas, além de aprender sobre o uso do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). O SINAN é uma ferramenta crucial para a coleta e análise de dados relacionados a doenças de notificação compulsória, permitindo a criação de estratégias mais eficazes de controle e prevenção.

A Equipe da Vigilância Epidemiológica aproveita a ocasião para solicitar que as clínicas particulares do município que ainda não realizam a notificação de doenças e agravos, entrem em contato com o setor para a retirada dos blocos do SINAN e assim, contribuam para o controle das doenças que afetam a população. A colaboração de todas as instituições de saúde, sejam elas públicas ou privadas, é essencial para garantir a segurança e o bem-estar da população.

Texto e fotos: Thiago Junkes

Leia também

Deixe um comentário

13 − três =