SES e representantes do sistema Facisc debatem ações de saúde no estado

Por Luiz Del Moura

Em busca de melhorias para a saúde dos catarinenses, a secretária de estado da saúde, Carmen Zanotto e representantes empresariais do Sistema Facisc reuniram-se nesta terça-feira, 9, com. No encontro, os empresários expuseram as demandas de saúde apontadas pelo setor empresarial como prioridades no documento Voz Única.

“A saúde é um direito fundamental do ser humano e por isso, nós empresários também nos preocupamos e queremos contribuir. Esperamos que as ações que vêm sendo realizadas se multipliquem e se consolidem”, destacou o presidente da Facisc Sérgio Rodrigues Alves.

Entre as demandas estaduais foi ressaltada a atualização da Tabela SUS, solicitando o apoio do Governo do Estado para a aprovação da PL 468/2018, que estabelece que os valores para a remuneração de serviços prestados ao SUS deverão ser revistos anualmente, de modo a cobrir os custos e assegurar a qualidade dos procedimentos.

Os empresários propõem a inclusão de um percentual de reajustes que sejam condizentes com os valores praticados pelo mercado. “Precisamos tirar de baixo da pilha de providências o reajuste da tabela SUS, pois a saúde é prioridade para o desenvolvimento de qualquer lugar. O poder público precisa acompanhar a iniciativa privada e ter planejamento para eliminar os problemas na raiz”, destacou o presidente.

A secretária afirmou que conta com o apoio dos empresários para defender a demanda na esfera federal. “O papel do voluntariado é importante para olharmos a melhor forma de aplicar o recurso público e a Facisc pode e deve ser a nossa parceira nesta luta, pois temos orçamento limitado e precisamos melhorar”, ressaltou.

Também foi solicitada a assistência aos Hospitais de Pequeno Porte instalados no Estado, que atendem média complexidade, para que esses atendimentos não sobrecarreguem os hospitais de referência nas regiões. Outra solicitação dos empresários foi o aumento no número de profissionais da saúde, especialmente de médicos especialistas para atender as unidades de saúde nos municípios, diminuindo assim, o fluxo diário de pacientes que se deslocam para receber atendimento nos grandes centros urbanos.

A secretária de Estado da Saúde também compartilhou com os empresários um resumo das condições estruturais dos hospitais e as melhorias em prol da saúde pública dos catarinenses. Segundo Carmen Zanotto, são prioridades a redução das filas de espera para cirurgias eletivas, consultas e exames; assegurar o atendimento prioritário aos pacientes com câncer; reduzir o tempo de espera e a distância geográfica para o atendimento do paciente e aumentar a resolutividade dos serviços prestados. A secretária também relatou as ações que vêm sendo realizadas para combater o avanço da dengue.

“A dengue avançou muito e precisamos nos unir. Precisamos unir forças entre o público e privado para chegar onde queremos e os empresários podem ajudar a sensibilizar a comunidade. A solução está em nossas mãos e se cuidarmos da nossa casa e das nossas empresas já teremos resultados”, destacou Carmen Zanotto.

Com informações da Assessoria Facisc

Leia também

Deixe um comentário

6 + sete =