Banco do Emprego disponibiliza quase cem vagas para a primeira oportunidade de trabalho

Somente o hipermercado Brasil Atacadista está ofertando 70 vagas, seguido por outras empresas como a Celfone, a Indusflora Produtos Florestais, a loja Casa e Decorações e a loja Ri Happy Brinquedos

Por Luiz Del Moura

Uma das maiores queixas da população jovem é a falta de oportunidade para a primeira experiência no mercado de trabalho. Muitos ainda estudantes, outros recém formados, trilham em busca do primeiro emprego e, quase sempre ouvem a mesma resposta no setor de recursos humanos; a empresa exige como critério de contratação algum tempo de experiência no cargo.

Com esta preocupaçãoa Prefeitura de Lages, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, setor do Banco do Emprego, intermediou com as novas empresas que já se instalaram ou ainda estão se instalando na cidade, para que algumas vagas fossem direcionadas para o primeiro emprego.

Ao todo serão 99 vagas abertas com esta finalidade, em variadas funções. Somente o hipermercado Brasil Atacadista está ofertando 70 vagas, seguido por outras empresas como a Celfone, a Indusflora Produtos Florestais, a loja Casa e Decorações e a loja Ri Happy Brinquedos.

Esta é uma iniciativa inédita no Banco do Emprego desde sua criação. “Nosso maior problema e desafio na Secretaria é o primeiro emprego. Muitas mães chegam aqui desesperadas buscando uma oportunidade para seus filhos, evitando muitas vezes que os jovens acabem indo embora da cidade na tentativa de conseguir trabalho em outros municípios. Normalmente as empresas são muito resistentes a isso, mas depois de algumas conversas e acordos, conseguimos abrir uma brecha para que elas dessem esta chance a eles”, comenta o secretário Álvaro Mondadori (Joinha).

Jovens a partir dos 18 anos, que se encaixam neste perfil, podem procurar o Banco do Emprego para fazerem ou atualizar seus cadastros, munidos dos documentos pessoais. A fase de seleção e entrevistas fica a encargo das próprias empresas, que farão a contratação dos novos funcionários. “Trata-se de um grande número de vagas para estes jovens. E não são apenas números, mas 99 rumos diferentes e esperanças renovadas para esses pais e mães que verão os filhos se encaminhando no mercado de trabalho. Para nós isso é muito gratificante”, finaliza Joinha.

Texto: Aline Tives

Foto: Aline Borba

Leia também

Deixe um comentário

dezenove − onze =