Reforma e ampliação do abrigo do Guarujá

Por Luiz Del Moura

A sede do Serviço de Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes, localizada no bairro Guarujá, será totalmente reformada e ampliada. A ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese, acompanhados pelo secretário da Assistência Social e Habitação, Jean Pierre Ezequiel. O ato foi realizado na manhã dessa quinta-feira (31 de março), no auditório da Fundação Cultural de Lages (FCL).

Serão investidos aproximadamente R$ 285 mil na obra, que será executada pela Construtora Evoluta, empresa vencedora da licitação. O prazo para a conclusão do serviço é de quatro meses. A obra irá contemplar a reforma e ampliação da brinquedoteca, reforma da área de serviço, do depósito e também reforma geral da estrutura do prédio, com pintura, cobertura com toldos, impermeabilização, substituição dos pisos, tetos, esquadrias, além da parte elétrica, hidráulica e reforma do playground, muito utilizado pelas crianças.

O Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes do Guarujá foi criado em 1993 e era mantido exclusivamente com recursos municipais. Atualmente o serviço conta com 45 trabalhadores, dentre eles assistentes sociais, psicólogos, educador social, motorista, serviços gerais, administrativo, cuidadores sociais e cozinheiras. O público alvo são crianças e adolescentes de zero a 18 anos, de ambos os sexos, com capacidade de atendimento de até 30 abrigados.

O objetivo é oferecer acolhimento provisório e proteção integral das crianças e adolescentes, inclusive com deficiência em situação de risco pessoal e social, afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva, em função de abandono ou cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção, até que seja viabilizado o retorno ao convívio com a família de origem ou, na sua impossibilidade, encaminhamento para família substituta.

O secretário Jean Pierre Ezequiel destacou que esta é mais uma obra dentre tantas realizadas nos últimos meses na área da assistência social no município, desde a inauguração do novo espaço do Banco de Alimentos, novos espaços dedicados aos artesãos lageanos, as mais de 10 mil cestas básicas distribuídas à população em situação de vulnerabilidade social, mais de 130 casas construídas ou reformadas no programa habitacional, além da ampliação do abrigo para crianças e adolescentes do bairro Santo Antônio. “Nosso objetivo é aproximar os serviços das pessoas, cada vez mais humanizados, a exemplo do Alô Social, que se trata de um canal de comunicação com objetivo de conhecer as demandas e necessidades da população, dando celeridade no atendimento à comunidade”, comenta o secretário.

Lançamento do Alô Social

Durante a solenidade também foi lançado o programa Alô Social, destinado a acolher demandas de atendimento da população do município em até 48 horas úteis, tendo como objetivo aproximar a política de assistência social de quem dela precisa. “Muitas pessoas dependem do abraço amigo da prefeitura. Com o inverno chegando, já tivemos uma amostra do frio, que ficará cada vez mais rigoroso. Nossa preocupação é acolher e dar assistência àqueles que tanto precisam”, destaca o prefeito Antonio Ceron.

Todos que precisarem dos serviços ligados à Assistência Social, desde questões sobre insegurança alimentar, maus-tratos aos idosos, pessoas em situação de rua, recebimento do Auxílio Brasil, dentre outros assuntos, poderão entrar em contato através do Alô Social.

O acesso ao programa será, exclusivamente, através de contato telefônico, sendo possível ainda a realização do atendimento via aplicativo de mensagens. O Alô Social funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na sede da Secretaria. Os telefones disponíveis são o (49) 3019-7430, ou o celular (49) 98427-9825.

Texto: Aline Tives

Fotos: Fabrício Furtado e Aline Tives

Leia também

Deixe um comentário

8 − três =