Villa Francioni recebeu cerca de 500 pessoas em visitas guiadas no feriadão

Por Luiz Del Moura

O inverno ainda não começou oficialmente, mas o frio já bateu na porta da Serra Catarinense e fez morada na vinícola pioneira dos vinhos de altitude no Estado: a Villa Francioni. No Feriadão de Corpus Christi, semana passada, só em visitas guiadas, foram cerca de 500 pessoas.

A presidente do Conselho Administrativo da VF, Daniela Freitas, diz que a partir de agora o movimento aumenta e a vinícola está preparada para receber uma quantidade maior de pessoas. “Nos preocupamos muito com nossos visitantes e afirmamos que todos podem vir que o atendimento e os produtos manterão a qualidade mesmo com o aumento da demanda”.

Além das visitas guiadas e da loja, os turistas podem aproveitar a Villa Francioni para mergulhar no mundo da arte, sem pagar nada por isso. Até o dia 10 de julho, quem passar pela Galeria de Arte poderá apreciar a exposição intitulada “Borboletas Aladas e seus jardins imaginários”, que reúne 20 obras, quase todas de grande porte, do artista paranaense Luiz Arthur Montes Ribeiros.

Refinado e apaixonado pela arte, Dilor Freitas, vislumbrou na Serra catarinense o clima e o terroir perfeitos para produzir uvas e vinhos longevos e de qualidade superior. Aberta diariamente para visitação das 10h às 17h, a Villa Francioni é administrada pelos conselheiros André, Adriana e Daniela Freitas (presidente). As visitas guiadas precisam ser agendadas pelo site www.villafrancioni.com.br ou pelo fone (49) 3233-8200.

Foto divulgação VF

Leia também

Deixe um comentário

dezenove − 6 =